.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

O RIO DOURO

© João Menéres


O RIO DOURO PERTO DA BARCA DALVA.

( por favor, AMPLIEM ! )

12 comentários:

  1. Lindo, lindo, é ali em Gaia em frente à Alfândega :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem faço ideia quando, João Menéres.
      Mas as minhas filhas já lá passaram o Natal e o fim de ano.
      E adoraram.
      Abraço, bfds

      Eliminar
  2. Uma maravilha!
    Saudades de navegar nessas águas.

    Beijos João

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui, no Douro Superior, até parece outro rio, Manu !


      Beijo amigo.

      Eliminar
  3. ... por vezes existem paraísos na terra ... ( uma foto absorvente só ao alcance de muito poucos)abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E num país tão pequeno, temos tantas maravilhas !

      Grato pelo comentário.

      Eliminar
    2. Paraíso, paraíso, só a dois pode ser vivido.
      E neste pequeno país os paraísos que existem o número de dedos das duas mãos são suficientes.

      Agradeço as palavras a propósito desta imagem.

      Eliminar
  4. Majestosa e deslumbrante... tamanha é a beleza natural desta paisagem !!!
    Um local idílico talvez lavrado pelo próprio rio... para depois estender-se, assim, perdidamente...
    Mais uma Foto maravilhosa, plena de azuis, que sorte, João, e de uma serenidade cativante.
    Beijinhos.:)

    ResponderEliminar
  5. Deduzo que este seja o lado virado à foz. Porque caso contrário esperaria que a ponte Almirante Sarmento Rodrigues estivesse presente. Mas também não quer dizer que tenha feito a fotografia mesmo no "centro" de Barca Dalva, pode tê-la feito mais afastado.
    Mas isso não interessa nada. O que interessa é que é um local lindo.

    ResponderEliminar
  6. Um bom local para sonhar...amar...passear, a dois.
    A foto motiva o sonho, inspira a caneta semi-parada em relatos de amor e faz vaguear...
    Mil beijinhos minhotos,

    Luísa

    ResponderEliminar
  7. Deve ser bom...encontrar assim um recanto de mundo onde o azul se alarga em imensidões de céu só para vestir a terra da mesma cor. E a luz...a luz que tudo envolve fala de serenidade e beleza numa linguagem impossível de traduzir.
    Uma imagem para não esquecer!

    ResponderEliminar