.

sábado, 23 de junho de 2018

EM TEMPO DO MUNDIAL DE FUTEBOL

           

                                                                         © João Menéres

sexta-feira, 22 de junho de 2018

CPF A EXPOSIÇÃO "SEQUESTROS DE LUZ"



TERMINA  NO DIA 24 !




© João Menéres






"Sequestros de Luz"
             
                                                                      Colectiva no CPF  de 17 de Março a 24 de Junho de 2018

A minha visita à exposição em 9 de Junho de 2018  - Comentários de um visitante às imagens dos meus amigos: 


António Campos e Matos – Movimento. A tempestade e  a bonança. O mar, desafio, dúvida. A natureza com a expressão do seu poder determinante, quer no tumulto quer na paz.

Carlos Valente – Experimentalista.  A sua observação de que fecharam uma pequena fenda no asfalto para tentar ganhar a guerra contra a natureza selvagem, ainda que em ambiente adverso, é uma característica própria do fotógrafo – encontrar no que está à vista de todos, algo especial.

Eduardo Martinho – O atrevimento de exaltar o amor na sua fase mais pura, o momento em que os amantes vivem numa ilha deserta, estejam onde estiverem.

Gaspar de Jesus – As imagens emotivas das crianças Quilombolas e por contraponto a segurança cinzenta dos idosos Belgas. Quais deles serão mais felizes, pergunto eu? Feliz fico eu com a beleza das imagens.

João Menéres – O fotógrafo da cor. Um naturalismo evidente onde a luz difusa torna poéticas as expressões e realça as histórias que as imagens contam.

João Paulo Sotto Mayor – Um fotógrafo irrequieto e sagaz na escolha dos momentos que congela nas suas imagens. Com o uso do P & B realçou o factor determinante da vida colectiva : “cada um depende de si. Mas cada um depende de outros, que também dependem de si.”  

Jorge Viana bastos – Explora as manchas, os reflexos, o recorte das texturas para capturar a luz num ambiente subtil e poético.

Óscar Saraiva – Captura as primeiras horas do dia em que encontra figurantes comprometidos com as suas vidas, criando um ambiente estético que realça a poesia do empenho de cada um no quotidiano.

Ricardo Fonseca – As imagens não são construídas apenas no “clic” do disparo, mas também na maturação intelectual de uma vida atenta. No cinema esta cidade (NY) é contada no desenrolar das bobines de película, mas na fotografia a síntese da história é apenas um “frame” , como resulta para o observador destas imagens.

Porto, 9 de Junho de 2018                                                
                                                                                                                                                              




                                                                                                                                 ( Matias Serra )


                                                                                                     
© João Menéres


MUITO A PROPÓSITO, O CPF DESTINOU
A ENXOVIA DO SENHOR DE MATOSINHOS
PARA A MINHA EXPOSIÇÃO !


© João Menéres



© João Menéres


© R. F.


© João Menéres

DE COSTAS : A DRª. Mª DO CARMO SERÉN  E
O DIRECTOR DO C.P. F., DR. BERNARDINO CASTRO.
NESTA SESSÃO, O PÚBLICO PRESENTE ESCUTOU
ATENTAMENTE AS SUAS PALAVRAS  E
DEPOIS, CADA UM DOS AUTORES,
APRESENTOU-SE , PRONUNCIOU-SE
SOBRE O SEU PERCURSO NA FOTOGRAFIA
E RESPONDEU ÀS QUESTÕES QUE LHE FORAM COLOCADAS.

( OS CATÁLOGOS CONTINUAM À VENDA POR € 10,00                                                                                                                               

MATIAS SERRA FOI QUEM DEU O TITULO
E É O AUTOR DO PREÂMBULO.
BERNARDEN CASTRO ESCREVEU O INTRÓITO.
Mª DO CARMO SERÉN FEZ A INTRODUÇÃO
E A LUMEN - IMAGING & DESIGN STUDIO  
É A FELIZ RESPONSÁVEL PELO DESIGN E EXECUÇÃO GRÁFICA ) .                                                     

quinta-feira, 21 de junho de 2018

A LA FRANCO FONTANA

© João Menéres




A luz que te ilumina, 
Terra da cor dos olhos de quem olha! 
A paz que se adivinha 
Na tua solidão 
Que nenhuma mesquinha condição 
Pode compreender e povoar! 
O mistério da tua imensidão 
Onde o tempo caminha 
Sem chegar!...

( Miguel Torga , in Antologia Poética, por si próprio organizada / 1981 )



quarta-feira, 20 de junho de 2018

LARGO DE SÃO DOMINGOS / MACAU

© Hugo Couto


NO PASSADO DIA 13 DE JUNHO,
PUBLICÁMOS UMA IMAGEM RECENTE
DO LARGO DE SÃO DOMINGOS,
AQUI NO PORTO.
O NOSSO AMIGO PEDRO COIMBRA
NO COMENTÁRIO ENTÃO FEITO DISSE :


                                        Mas o de Macau, com o mesmo nome, ainda é mais bonito.
14 de junho de 2018 às 04:28

TÍNHAMOS ESTADO EM MACAU, HÁ ANOS
E SABÍAMOS DA SUA GRANDEZA E BELEZA.
FORA NA ALTURA DA
PASSAGEM DO ANO CHINÊS.
SENTADOS NO CHÃO,
IMEDIATAMENTE À FRENTE DO ENTÃO
GOVERNADOR, GENERAL ROCHA VIEIRA,
A NOSSA ATENÇÃO CONCENTRARA-SE NOS
FESTEJOS E SÓ NOS FESTEJOS:
COM EFEITO NÃO TINHA UMA IMAGEM 
DO LAGO DE SÃO DOMINGOS !...

 ENTÃO, FIZEMOS UM PEDIDO PARA UM
CUNHADO DE UM NOSSO FILHO :
FAZ-ME UMA FOTO, HUGO !

E CÁ ESTÁ ELA ! 





terça-feira, 19 de junho de 2018

PORTA

© João Menéres

segunda-feira, 18 de junho de 2018

MELANCIA

© João Menéres


domingo, 17 de junho de 2018

PORQUE HOJE É DOMINGO...










O inventor da moto Harley-Davidson, Arthur Davidson, morreu e foi para o céu.

Ao chegar às portas do céu, São Pedro disse-lhe: - Meu filho, como foste um bom homem e as tuas motos mudaram o mundo, o teu prémio é poderes encontrar-te com quem quiseres!
Arthur pensou um pouco e depois disse: - Quero encontrar-me com Deus!
São Pedro levou Artur até a sala do trono e apresentou-o a Deus.




Deus reconheceu Arthur e disse-lhe: - Então foste tu que inventaste a Harley-Davidson?
Arthur respondeu: - É verdade, fui eu ..
Deus comentou:
Não foi uma boa invenção...
É um veículo instável, barulhento e poluidor.. Manutenção complicada, alto consumo...
Arthur ficou aborrecido com o comentário e retrucou:

- Desculpe-me, mas não foi o senhor que inventou a mulher?
- Sim, fui eu! - Responde Deus.
- Bem, aqui entre nós, de profissional para profissional, você também não foi nada feliz na sua invenção!

- Há muita inconsistência na suspensão dianteira;

- É muito barulhenta e tagarela em altas velocidades;

- Na maioria dos casos, a suspensão traseira é muito macia e vibra demais;

- A área de lazer está localizada perto demais da área de reciclagem;
- Os custos de manutenção são exorbitantes. 
Deus refletiu e respondeu:
- Sim, é verdade que o meu invento tem defeitos, mas de acordo com os dados que levantei, há muito mais homens montados na minha invenção do que na tua...