.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

UM COGUMELO

© João Menéres


EMBORA NÃO SEJA MUITO INTERESSANTE,
É COM ESTE QUE ESTAREI A PARTICIPAR....

21 comentários:

Maria Manuela disse...

Ah! Eu acho interessantíssimo a posar assim tão direitinho para a fotografia !...
E até usa uma espécie de folhos ou écharpe talvez por causa do frio...
Até as folhas verdes aplaudem aquele quase milagre de cor.
É lindo, João !
Beijinhos com.:)

Os olhares da Gracinha! disse...

Também gosto de os fotografar!!!
Gosto do registo!!!bj

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Não é interessante a foto ou o cogumelo?
Eu discordo relativo a ambos. Acho uma foto muito interessante e o cogumelo também.
Abraço

Olhar D'Ouro - bLoG
Olhar D'Ouro - fAcEbOOk
Olhar D'Ouro – yOutUbE * Visitem & subcrevam

bea disse...

É claro que é muito interessante. Parece um cogumelo marciano:). Digo eu que bem pouco sei de Marte.
Desejo que os resultados do concurso lhe agradem. E parabéns por concorrer. Porque o trabalho vem antes dos resultados e é o que mais conta e nos faz crescer.

Luísa disse...

Real? Só os vejo castanhos!!!
Este parece os de conto de fadas...
Mil bjnhs

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Há já vários da mesma família...


Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

GRACINHA

Nem gosto de os fotografar, nem muito menos de os comer !

Um beijo grato.

João Menéres disse...

RUI PIRES

Então, esperemos que outros também gostem assim-assim deste cogumelo !

Abraço grato.

João Menéres disse...

BEA

Gosto de DESAFIOS e tenho espírito olímpico ( o importante é participar ).

Muito obrigado pelo teu comentário.

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

LUÍSA

Este é da zona da Ria de Aveiro. Tenho outro captado no PNPG.
Não saberás que este é fatalmente tóxico ( nunca o comas ! ).
É o AMANITA MUSCARIA.
Castanhos ? São os SHIITAKE.
Tenho-os no jardim da Boavista e nascem aos molhos !
Era meu costume dar-lhes pontapés, tal a quantidade.
Uma praga autêntica.


Um beijo e obrigado pela tua presença.

Pedro Coimbra disse...

Está bestial.
Aquele abraço, bfds

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

Ena, tanto optimismo !!!

Grande abraço para um fim de semana que aqui é de muito frio e de chuva.

Eduardo P.L. disse...

Como não sei do que se trata, vejo um cogumelo e muitos comentários discordantes...

João Menéres disse...

EDUARDO

Trata-se de um passatempo fotográfico.

Rasuras do Aparo disse...

... interessante com esta coloração só me lembro nos desenhos animados do Walt Disney ... gostei ...

João Menéres disse...

RASURAS

Não sei porquê, mas eu lembrei-me da MENINA DO CAPUCHINHO VERMELHO...

Grande abraço.

Victor Barão disse...

Por qualquer motivo, os cogumelos sempre fizeram parte integrante do meu imaginário fotográfico e a espécie aqui retratada parece-me fantástica por si só _ ainda que para ser honesto, da minha humilde perspectiva, parece-me haverem demasiadas ervas a distrair o olhar em redor do cogumelo, mas para passatempos e concursos tudo depende dos seleccionáveis critérios de partida!
Parabéns e boa sorte para a participação no Flinpo
Bom fim-de-semana
Abraço
VB

João Menéres disse...

VICTOR BARÃO

Ao fundo está um muro e os cogumelos não nascem no deserto.
Eles, de uma forma geral, nascem e reproduzem-se em mios assim.
Mas tem toda a razão na sua observação.
Mas o que poderia eu fazer ?
Eu bem transmitiquenão era muito interessante...
Agradeço é o seu interessado i interessante comentário, além dos votos expressos.

Um abraço.

Agostinho disse...

Parece-me faltar-lhe profundidade, ao cogumelo. Talvez com um pano ou plano de fundo mais evidente melhorasse. Mas quem sou eu para dar palpites que não sou fotógrafo?

Abraço.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Agradeço o comentário pertinente e MUITO CORRECTO.

Não tinha melhor e não dispunha de tempo para ir em busca de...

Grande abraço.

Ana Freire disse...

Gosto imenso da imagem... apenas acho o tronquinho de cima, à esquerda, um pouco distractivo... tudo o mais... bastante bom, inclusive os tons mais desmaiados, que tornou a imagem mais leve e etérea...
Beijinhos! E daqui a pouco, virei apreciar as imagens mais recentes, que me têm escapado, por aqui, nestes últimos tempos mais conturbados...
Ana