.

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

A PONTE LUIS I

© João Menéres


É CEDO E AINDA NÃO HÁ MOVIMENTO.
SÓ O NEVOEIRO ESTÁ DESPERTO.

22 comentários:

bea disse...

e é como se só ela exista no meio da névoa.

João Menéres disse...

BEA

Será que D. Sebastião surgirá finalmente regressado de Alcácer-Quibir ?


Um beijo do Porto ( hoje bem fresco ! ).

Os olhares da Gracinha! disse...

E que linda que fica nessa nebulosidade!!!
...
Bj
A minha filha tem uma bactéria no intestino ... de origem ainda desconhecida ... e continua em recuperação mas ainda internada!!!

João Menéres disse...

GRACINHA

Muito obrigado !


Não é para te por em pânico, mas lembro que existe o IPO...

Um beijo e sinceras melhoras.

Um beijo muito amigo.

Isabel disse...

Bonita!
Para completar a que colocou há dias!

Um beijinho e boa semana:)

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Uma imagem da ponte envolta em nevoeiro que a faz parecer não ter fim...
Gostei de mais este verdadeiro postal, no local e momentos certos!
Abraço.

Rui
Olhar d'Ouro - bLoG
Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

João Menéres disse...

ISABEL

E por certo que outra virá...


Um beijo amigo.

João Menéres disse...

RUI PIRES

Actualmente é raro o nevoeiro subir tanto...

Grande abraço e obrigado.

bea disse...

Já disse e repito, D. Sebastião que fique onde está que ossadas temos cá muitas e gente ensandecida é o que não nos falta. Basta olhar a nossa classe política e mais seus matrafismos.
Mas não estraguemos a paisagem. À ponte o que lhe pertence

João Menéres disse...

BEA

Mas o D. Sebastião era um sonhador, minha amiga...
E a esta ponte em dias assim é um sonho autêntico.

Um beijo e muito obrigado.

Pedro Coimbra disse...

A ponte é uma miragem...
Aquele abraço

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

É isso, meu caro.

Eduardo P.L. disse...

Mistério em P&B

João Menéres disse...

EDUARDO

Mistérios que se dissipam.
É só esperar um bocadinho de tempo...

Rasuras do Aparo disse...

... e assim a ponte é uma passagem de destinos de mistérios ...

João Menéres disse...

RASURAS

Quantas pontes já nós atravessámos...

( De regresso ?
Eu continuo no meu posto de comando...).

Grande abraço.

Remus disse...

Mas acordar cedo custa tanto... É por isso que não tenho fotografias deste tipo, sem gente.
:-D

O efeito de gradiente criado pelo nevoeiro está excelente.

João Menéres disse...

REMUS

De verão não custa nada !
Ja de inverno, é o cabo das tormentas...

Grato pelo generoso comentário.

bea disse...

Qual sonhador, qual história, sonhos inconsequentes não valem a pena, melhor enterrá-los por cumprir. Suspeito antes que D. Sebastião fosse garoto caprichoso a precisar umas palmadas desde tenra idade. Mas, para azar português, era rei. E olhe, deu no que deu.

João Menéres disse...

BEA

Já que outros foram descobrir novos mundos para o Mundo, ele só pretendia atravessa o Mediterrâneo...
Foi o primeiro rei que sonhou ser soldado e acompanhou os seus soldados.

Um beijo amigo.

DiDa disse...

Gosto de nevoeiro. Cheiro de pão acabado de cozer, café com leite e maresia.

Porque digo isto? Porque foi o que a foto me fez recordar.

Dificilmente tenho oportunidade de sentir isso pela manhã. Não bebo café com leite e também não como pão ao pequeno almoço.
Fez-me pensar na Póvoa ao amanhecer. Sempre havia nevoeiro em Agosto e padarias a "fumegar".
- Outros tempos...


bea disse...

o facto de os ter acompanhado só prova o que afirmei: não pesou consequências.
Era jovem, imberbe e irresponsával. Temos todos um tanto disso e à conta do mesmo vamos morrendo pela vida a mãos próprias. E fazendo sorrir a senhora dona Morte.