.

terça-feira, 14 de março de 2017

UMA PORTA

© João Menéres


COM LAIVOS DE NAIF,
ESTA PORTA É PARA OS LADOS 
DAS VIRTUDES, AQUI NO PORTO.

36 comentários:

  1. Já estive a fotografar nesta rua, mas acho que na altura esta porta não estava assim decorada.

    ResponderEliminar
  2. Muito bonita e interessante, pelas cores e trabalhados!
    Gostei!
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Fantasia. Como será a casa lá por dentro?

    ResponderEliminar
  4. FRANCISCO OLIVEIRA

    A decoração é um tanto inocente, mas anima...

    Um abraço grato.

    ResponderEliminar
  5. EDUARDO

    E dois corações a imitar azulejos.

    ResponderEliminar
  6. QUESTIUNCAS

    Se calhar não...

    Um abraço grato.

    ResponderEliminar
  7. RUI PIRES

    A primeira vista, também me entusiasmou.

    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  8. Sem dúvida que é uma porta bem decorada e "animada". Mas aquele vaso mesmo por cima da porta mete-me receio. Não era eu que passava lá por baixo. Acho que é mais seguro passar afastado da entrada.
    :-D

    ResponderEliminar
  9. REMUS

    O vaso está bem seguro !
    Cuidei de verificar, à cautela.

    ResponderEliminar
  10. Uma porta que importa... apreciar ao detalhe... tais são os pormenores da sua decoração!...
    Um verdadeiro achado! Não deverão haver muitas portas idênticas na área...
    Adorei a foto! E a porta...
    Beijinhos! Boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  11. ANA FREIRE

    Postada aqui, parece bem melhor...
    Dentro do género é a única que conheço.
    Foi um amigo que me falou dela na semana passada e logo fui a correr fotografar.

    Um beijo muito amigo e obrigado.

    ResponderEliminar
  12. Eles pintaram engraçado, mas eu gosto deles. :)

    ResponderEliminar
  13. GIGA

    Engraçado, é !
    Por isso fotografei.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  14. E parece ser uma homenagem aos pescadores e à Pesca.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  15. isto e mais que uma porta e um tesouro de Porta e voce e genial!

    ResponderEliminar
  16. PEDRO COIMBRA

    Talvez mais ao Porto e ao Rio Douro, digo eu...

    Um abraço grato.

    ResponderEliminar
  17. MYRA

    É uma porta curiosa, querida amiga.
    Apenas.
    E eu não sou genial !

    Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  18. GRACINHA

    Ainda bem, Gracinha !


    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  19. A fotografia deixa a nú uma certa falta de clareza na arte e na execução, sem resolução. Parece-me, na denominada decoração kisch e na segurança e drenagem das águas da chuva.
    A tipicidade do exemplar, único por certo, deu uma excelente fotografia, para a posteridade.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  20. AGOSTINHO

    A leitura que faço desta porta não anda longe da sua interpretação.
    A falta de clareza é própria dos amadores.
    Quanto à imagem, só a grande angular que possuo (10~22mm, na digital ) me permitiu executar e, mesmo assim, tive que me encostar bem ao carro estacionado aqui mesmo.

    Um abraço agradecido.


    ResponderEliminar
  21. Fico para aqui a matutar no dono daquela porta... Imagino-o uma pessoa que está cansada da planura das coisas e resolveu atacar a banalidade com uma "obra de arte" que obrigasse a abrandar os passos de quem já perdeu o hábito de parar, na correria dos dias. Gosto de imaginar pessoas assim, mesmo que não existam :):) Para finalizar este magnífico exemplo de arte "avant-garde", temos o vaso...a mim só me preocupa saber como é que aquela gente se arranja para regar a planta.
    Um belo detalhe de uma bela cidade (ó pra mim a dizer bem do Porto :):):)

    ResponderEliminar
  22. L. REIS

    E olha que a rua é muito íngreme, aliás como deixo antever !
    Descer devagarinho e subir a custo.
    Foi o que sucedeu comigo...
    O vaso é regado à mangueirada !

    ( Anda à Invicta !!!...)

    ResponderEliminar
  23. ora aqui está uma porta com conteúdo ... vejamos aquele azul pinga amor cheio de coração até mais não ... toca de evocar flores para convencer a sua amada cor de rosa rosa tímida a inicio ... até que face ao caudal florido surge numa barra mais afirmativa a 2/3 da dita porta ... mas não franqueia a entrada nem uma janela ... e foge toda sorridente lá para o topo da mesma ... ele não desarma e continua na tentativa do envio das flores ... e lá no cimo onde o amarelo do sol brilha ... faz uma ultima tentativa ... oferece-lhe mesmo um vaso ... será que ela o irá regar ?! ...

    ResponderEliminar
  24. Realmente, quanta cor e diversidade de pormenores !
    Gosto, sobretudo, das florinhas encarnadas, espalhadas por este azul da porta.
    Os donos devem ser brincalhões... ou não... mas que têm o Porto no coração... têm...
    E quem nos diz que toda esta vistosa arte decorativa... não teria sido para contrabalançar a crueza da soleira ?
    Uma óptima e singular foto, João, habilmente enquadrada. Tudo incluído, desde o vaso ao degrau em cunha da entrada...
    Beijinho e um bom fim de semana.:)

    ResponderEliminar
  25. RASURAS

    Nem o Camões seria capaz de descrever tão bem o que lhe vai na alma !
    Mas não sei, mesmo assim, se o vaso será regado por ela...
    Por mim, ela ia !


    Um abraço.

    ResponderEliminar
  26. MARIA MANUELA

    Realmente as flores, como cachos de uvas pendentes, são uma gracinha.
    O degrau é um pormenor importante face ao declive da rua.
    Nada te escapa, Maria Manuela !

    Que bom é ter SEGUIDORES assim !

    Um beijo amigo e obrigado.

    ResponderEliminar
  27. CARIN

    E tão diferente...

    Um beijo muito amigo e grato.

    ResponderEliminar
  28. Que bonita!
    Já vi os post todos que falhei!

    Um beijinho e uma boa semana:)

    ResponderEliminar
  29. ISABEL

    Obrigado pela atenção.

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar