.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

A MINHA VIDA É UM FADO

© João Menéres

30 comentários:

  1. ... e ainda bem que é em vinil ...
    T

    ResponderEliminar
  2. Então tens uma vida que é patrimonio da humanidade!
    Viva TU!

    ResponderEliminar
  3. E reflexos não faltam!...

    E em vinil, lindíssimos e decorativos! É outra coisa...78 rotações?
    E os acessórios...
    Cheira a casa de Pais, de Avós...

    Imagem fabulosa, nostálgica de tão expressiva e completa (o que falta, adivinha-se...)

    Um beijo

    ResponderEliminar
  4. Bonita foto de um disco de vinil , e titulo bem legal.

    Beijos
    P.S. a minha vida é um samba

    ResponderEliminar
  5. > T <

    Não "agarrei" a idéia...
    Em vinil, partem-se e riscam-se com muita facilidade...


    Aguardo a explicação, pode ser ?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. MARIA DE FÁTIMA

    Sabes, o que o Jorge costuma dizer quando lhe elogio uma imagem ?
    - Calhou.

    Bom, para ser sincero, não calhou nada !
    Deu trabalho e eu de cada vez tinha que dar à manivela, para isso, tinha que descer da cadeira, o que com as dores da coluna, não era lá muito simpático !
    Além disso, estava com as mãos geladas e os óculos, de tanto espreitar pela camera, embaciavam e os olhos lacrimejavam...
    Tás a ver a cena ?

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  7. LUÍSA

    Não me devo queixar !
    Mas, como o nosso Património anda tão desamparado, não me alegras muito...

    Um beijo, querida Luísa.

    ResponderEliminar
  8. MARIA MANUELA

    Só faltou dizeres qual a etiqueta deste vinil de 78 rpm !

    No resto, tudo certo, evidentemente.
    E não meti a caixinha das agulhas...
    Mas a agulha a "riscar" o disco está à vista.
    Também não coloquei aquela preciosa esponja de limpar o disco. A parte de cima da esponja é em madeira. UM LUXO !
    É um móvel e o som sai por baixo. Tem que se abrir duas portinholas.

    Um beijo e obrigado.

    ResponderEliminar
  9. CRISTINA

    Se fizeres o favor de ler o que respondi à MARIA DE FÁTIMA, ainda vais entender melhor a razão do título !
    Se a tua vida é um samba, então tens que saber que na Festa de Encerramento de um Campeonato do Mundo de Vela, realizado na Baía da Guanabara, no Iate Clube do Rio de Janeiro, eu sambei com as profissionais e no dia seguinte, no Diário de Notícias, de Lisboa, na crónica alusiva ao Campeonato, o jornalista carioca informava que > João Menéres, foi o rei do samba ao dançar com várias bailarinas, blá, blá... <.
    Tenho a notícia recortada, obviamente.
    Mas, isto foi em 1971...................ou seja, há 41 anos !...


    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. MYRA

    ( Hoje, foste a vítima cronológica dos meus agradecimentos aos comentários...).

    Há vários tipos de FADO.
    Um deles, é o Fado Corrido.
    É um fado alegre, desgarrado e dançável.

    Encaixa no meu perfil, PERFEITAMENTE !

    Um beijoooooooooooooooooooooooooo


    ResponderEliminar
  11. João, adorei a foto, tanto quanto o fado que fala de ser uma gaivota. Abraço

    ResponderEliminar
  12. Joao, os únicos fados que conheco eram os que a Amalia Rodrigues cantava.

    Belissima voz.

    Abracos

    ResponderEliminar
  13. E que tipo de fado?
    Um fado triste e pesaroso? Um fado corridinho e energético? Ou um fado ternurento e bem disposto?
    :-)

    Fotografia muito bem realizada. O pormenor do disco estar a andar, deu aquele "toque" ainda mais especial à coisa.
    Invejável.

    ResponderEliminar
  14. TOSSAN

    Bem sabe como os seus elogios são tesouros para mim !

    Muito obrigadp.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  15. GEORGIA

    Temos uma nova geração de fadistas.
    Vozes espectaculares !!!
    A MARISA, a ANA MOURA...podia referir mais 5 ou 6 !

    Um beijo e óptimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  16. REMUS

    O meu fado ?
    - Considero que é um fado alegre, desgarrado e dançável.
    Só assim a vida tem sentido.

    Obrigado por ter "bebido" a imagem !

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  17. ... a forma como a música e prensada no vinil , apesar dos inconvenientes descritos , permite uma qualidade superior, em termos de audição ... é como utilizar um dos velhos sintonizador/amplificador a vávulas versus os novos todos cheios de circuitos eléctrónicos , o som dos primeiros é muito mais fiel ...
    ( desculpe o atraso na explicação )

    Um abraço João
    T

    ResponderEliminar
  18. > T <

    Mas os de vinil têm muito ruído...mesmo sem ser num aparelho tão antigo como este.
    Não sei se concordo consigo desta vez...
    Acredito que não fale sem razão !

    Um abraço e obrigado pela explicação ATEMPADA ( O disco ainda rola...)

    ResponderEliminar
  19. Xiiiii...as saudades que eu tenho do vinil e das rotações e de poisar a agulha na música. Uma fotografia vintage!!

    ResponderEliminar
  20. L. REIS

    Descobres a etiqueta ?

    LOL

    Um beijo modernaço.

    ResponderEliminar
  21. Acreditoooooo...
    ÉS UM MUNDO JOAOZINHO...

    ResponderEliminar
  22. SUSANINHA

    Não sou um mundo...

    SOU O MUNDO !



    Um no brinquinho.

    ResponderEliminar
  23. Belíssima foto João! Cheia de nostalgia.
    Gosto muito do pormenor do movimento do disco. Dá outra vida à foto!

    ResponderEliminar
  24. Belíssima foto João! Cheia de nostalgia.
    Gosto muito do pormenor do movimento do disco. Dá outra vida à foto!

    ResponderEliminar