.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

A PISA


© João Menéres

32 comentários:

ZEKARLOS disse...

Grande convivio, dias bem passados. Gosto deste primeiro plano, quase roubei uma. Abraço

João Menéres disse...

ZEKARLOS

Este é o tinto que fica para o caseiro ( está por trás de uma neta dele ).
Em 1º plano, um filho meu, lodo atrás duas das netas e a sorridente de uma nora minha.
Como não entrei no lagar, também fiqueia chuchar no dedo...

Um grande abraço.

Remus disse...

Assim é fácil. :-P
Ainda antes do trabalho estar feito, eles já estão com o copo na mão e com uma travessa de algo para meter no bucho...
Assim também quero.
:-D

ana disse...

O prato que espera os pisadores é atraente. É engraçado manter-se esta tradição.
A perspectiva é interessante.
Beijinho. :))

João Menéres disse...

REMUS

O amigo não aprecia filhoses...

Então os pés não estão já bem tintados ?

Para o ano apareça !

João Menéres disse...

ANA

E ao fundo era um Vinho do Porto Tawny G E L A D O !
Este ano a produção teve uma quebra notória.
As filhoses não foram vítimas da troika !

Um beijo.

Luísa disse...

Que bem acompanhado estavas!
Desde a alegria do pisar das uvas, do grupo em festa, dos filhos(es) convidativos ao Porto de honra...Tudo transparece felicidade das vindimas!
Beijinhos mil por mais uma bela imagem!

Cristina Ferreira disse...

Acho fascinante , um espetáculo!
Gostaria de ver um dia de perto.
Beijos

Maria Manuela disse...

Que grande animação !
Uma alegria que assim reune gerações ao longo dos anos...
Não sabia que o Tawny "gelado" aquecia assim tanto...
Estão todos lindos, incluindo quem ficou atrás da câmara !...
Beijinhos e boa continuação...:)

Questiuncas disse...

Também já andei a pisar uvas, mas já foi no outro século. (assim dá a impressão que já foi à muitos anos, muitos mais de 30)

Rasuras do Aparo disse...

... tempo de encontro ... amizade ...trabalho... por vezes adoçado com algum mimo especial ...

Agostinho disse...

Galhofa pela certa e cantoria talvez...
As crianças ficarão com esta experiência para toda a vida. O Porto e as filhoses era mais para o final, não? mas ficam bem para a narrativa ficar mais clara.
Disto é que a gente precisa para espantar os pardais que por aí andam a roubar-nos o milho.
Boa tarde.

Eduardo P.L. disse...

Nunca vi um lava pés ao lado das tinas do pisa...

L.S.A. disse...

...e a pisa não saiu em duplicado!...
Isto é o que se deve dizer: só bebe quem deve beber.

GL disse...

E o cheiro do mosto? Um cheiro único, delicioso, que me transporta à infância.

Rute disse...

Que bom deve ser poder participar nesse evento! Vejo que a família está feliz e bem maior não pode haver. Espero que saia daí um excelente vinho;)

1 beijo

João Menéres disse...

LUÍSA

Duas famílias : o meu mais velho, com a minha nora e as filhas ; O caseiro ( que ficou por trás de uma filha ), um genro, o neto e dois amigos dele.
Parece que um Tawny gelado está na moda, mas como não provei, não te sei dizer.
Como tenho na próxima semana uma reunião com o Presidente do IVPD, vou ver se me não esqueço de perguntar.

Um beijo e OBRIGADO!

João Menéres disse...

CRIS

Se quiseres, para o ano, ir a este lagar, está ás ordens !
Prepara-te para pisares, sim ?


Uma foto no próprio lagar deve ficar interessante !

Um beijo.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Já abordei a maior parte dos aspectos que mencionaste, Maria Manuela.

O dito estava bem porque estivera de pé ao alto...
Contingências !

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Pois eu nem no século passado...
Incrível, não é ?

( NOTA: Para a semana estou muito ocupado. Veremos na seguinte...).


Um abraço.

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Já assisti a dezenas de pisas, tanto no Douro, como no Minho.
Mimos ( que eu tenha assistido ) só no linguajar...

Um abraço, caro amigo.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Li e reli o seu comentário.
Outros também deviam ler !

Um abraço muito grato.

João Menéres disse...

EDUARDO

Aqui havia !
Há sempre em todas as pisas por cá.
Eu ou apanhava na foto o lava pés ou as uvas.
Fui pelas uvas, é claro.

João Menéres disse...

L.S. A.

(Já não sei se és a MARIA...)...

Se tivesse saído a dobrar, talvez uma fosse bem melhor...

À Fotografia aplico a regra de ouro que se usa na condução...

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

GL

É bom para dormir !
No quarto em soalho sobre travejamento sente-se muito bem !
Tens razão : É bom para dormir !


Um beijo.

João Menéres disse...

RUTE

Este tinto é o que fica para o caseiro.
Cá em casa há quem o aprecie muito !

Um beijo e obrigado, querida amiga.

Luísa disse...

Beijinhos meus para ti e para o admirável Bento Amaral!
;-)

João Menéres disse...

LUÍSA

Obrigado !
Julgo que estarei com ele no IVPD no dia 13, quandoO Manuel de Novaes Cabral ( o Presidente ) receber do Embaixador da França " des insignes de Chevalier de la Légion d'Honneur ".

Agradeço-te muito.

Um beijo.

Li Ferreira Nhan disse...

Uma roda feliz! É assim que tem que ser!
Não sei o que há no prato, se é doce ou salgado, mas encheu -me de vontade!
Beijo querido!

João Menéres disse...

LI

São filhoses.
São feitos com farinha e ovos, por vezes também com abóbora e raspa de laranja, frita em azeite, ou outros óleos vegetais. Muitas vezes é polvilhada de açúcar e canela.
No nordeste do Brasil também são apreciados.

Um beijo, Li querida.

rosa-branca disse...

Olá, entrei no blog da Mona Lisa e vim aqui parar e fiquei a admirar a pisa da uva e as filhoses. Há quantos anos eu não vejo um quadro assim. Adorei as fotos. Um abraço com carinho

João Menéres disse...

ROSA BRANCA

É tão bom encontrar novos leitores aqui no Grifo Planante !
Mesmo que sejam esporádicos...

Muito obrigado pela simpatia das palavras.

Um beijo.