.

sábado, 12 de janeiro de 2019

O RIO LEÇA, VERSÃO "PICTÓRICA"

© João Menéres



SE EU FOSSE UM RIO,
TERIA, QUEM SABE,
NASCIDO NUM MONTE
E, FEITO TONTO, CORRIA
VERTENTE ABAIXO,
MAGOANDO-ME NAS ROCHAS
QUE NÃO VIA,
PORQUE TAMBÉM OS MEUS IRMÃOS
NÃO TÊM OLHOS.
E CORRIA SEM PARAR 
ATÉ NO MAR ME AFOGAR.














22 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Pictórica, sim, mas faltou dizer de quem são as palavras do texto...

João Menéres disse...

EDUARDO

Quando não cito, é porque são minhas...

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Gostei da foto com sublimes palavras.
Abraço e bom fim de semana.

Olhar D'Ouro - bLoG
Olhar D'Ouro - fAcEbOOk
Olhar D'Ouro – yOutUbE * Visitem & subcrevam

bea disse...

Rios são copo de água que a terra agradece a verdejar pelas margens. Mora neles um fundo de lodo, escuro e escorregadio que não deseja pés. Os rios pertencem-se.
Tenho vocação de lago, não poderia ser rio. Mas gosto do seu poema simples de curso de água estonteado e cego que não vê onde pisa e se esfacela pelo caminho até à dissolução noutras águas. É assim viver.

João Menéres disse...

RUI PIRES

Mergulhado num mar de trabalho, não tenho hipóteses de visitar e comentar como fazia anteriormente.
E como trabalho dá saúde, que não me falte o trabalho !

Muito grato pelo seu comentário e sensibilizado pelas sublimes palavras !


Um abraço e um magnífico fim de semana.

Maria Manuela disse...

Então é este o rio Leça...
Um trecho que é mesmo uma pintura...
Gostei muito do poema também ele "pictórico"mas esbracejando ao longo do percurso...
Um fim de semana bem luminoso, João !
Beijinhos.:)

João Menéres disse...

BEA

Este é o Rio Leça que na minha infância seria o rio mais lindo e poético...
Onde, como em muitos, as lavadeiras levavam a roupa ( a sua e a dos seus fregueses ) para a lavarem e estenderem ao Sol.
Este é o Rio Leça que foi fonte de inspiração de pintores e poetas.
Actualmente, muito poluído, quem inspiraria ?
É o Rio Leça onde os pais da minha geração percorriam em barcos com um toldo e faziam piqueniques um tanto a montante da sua foz.
Este é Rio Leça tão representado na obra valiosa do pintor Agostinho Salgado.


Um beijo amigo com o desejo que tenhas um soalheiro fim de semana.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Esta semi a descrever à BEA o Rio Leça das minhas memórias de criança e tu a comentares em simultâneo !...

É um pequeno rio que nasce no Monte Córdova, ao lado de Santo Tirso.

Fico contente, e muito, por te não terem desagradado as palavras que gostaria se tivessem tornado POEMA.

Também te agradeço os votos de um fim de semana luminoso ( mas está tanto frio, Maria Manuela...).


Um beijo amigo.

APS disse...

Todos temos um rio no coração.
Eu tenho o Ave.

Luísa disse...

Wowwwww!!!!!

Luísa disse...

Se tivesses sido um rio
Serias apanhado em corrida
Pela lente do outrem, com olhos,
Pelo prazer de te ver na descida!

Talvez fosses o rio Leça
Aquele q te viu nascer...
Talvez fosses uma levada d'agua
Num desfiladeiro a correr.
...

João Menéres disse...

APS

E o Ave é muito bonito, também.

Bom Domingo.

Isabel disse...

Gostei da foto, mas mais ainda do poema. Muito bonito:))
Beijinhos e um bom domingo:))

Eduardo P.L. disse...

João, não sei se fico com o POETA ou com o FOTÓGRAFO ! Acho que vou ficar com os dois em pé de igualdade.

Os olhares da Gracinha! disse...

O texto poético faz jus a um pequeno rio do qual reconheço alguns recantos!!! Bj

Rasuras do Aparo disse...

... gosto da poesia e melancolia que a foto nos devolve ... vendo emoções deslizando rio abaixo ...

Agostinho disse...

Gostei da imagem pictórica e das cascatas de imagens que escorrem a azul. Muito bem.
Abraço.

João Menéres disse...

ISABEL

Muito obrigado.
Palavras soltas ao correr da pena, tal como a água do rio.

Um beijo grato e amigo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Vai muito mal servido, meu amigo...
Mas agradeço o encómio, claro !

João Menéres disse...

GRACINHA

Pois conhecerás !
Também corres o país de lés a lés...

Um beijo grato.

João Menéres disse...

RASURAS

A melancolia de um rio tão desprezado pelo homem que o polui...

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Fico muito satisfeito com a sua apreciação !

Um abraço grato.