.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

DOMINGO DE PÁSCOA

© João Menéres


ÉRAMOS DOZE SENTADOS À MESA.
O CABRITO, ASSADO PELA NOSSA CASEIRA,
TINHA 15kg. 
METADE ESTÁ AQUI.
MAL CHEGOU À MESA, NEM ME DERAM
TEMPO PARA PREPARAR O TESTEMUNHO FOTOGRÁFICO.
QUERIAM-NO QUENTINHO E AO ARROZ TAMBÉM.
DO OUTRO LADO DA MESA
ESTAVA UMA TRAVESSA COM VITELA ASSADA.
SÓ TIVE TEMPO PARA SUBIR PARA UMA CADEIRA 
E DISPARAR !...

46 comentários:

  1. Tem óptimo aspecto:). O meu parece que sabia um bocadinho a especiaria (esqueci-me de tirar o pau de canela quando o pus no forno), mas também desapareceu. Saltei as entradas e ainda consegui prová-lo. O outro tabuleiro é que ficou a meio. Curioso, também éramos para aí uma dúzia.
    Mais uma Páscoa que passou.

    ResponderEliminar
  2. BEA

    Agora, a próxima grande época é daqui a OITO MEES !
    Neste intervalo outras ocasiões há para não nos esquecermos de muita coisa coisa boa para comer
    e beber !

    NOTA : A MARIA MANUELA COLABOROU E FEZ O EPÍLOGO DO DESAFIO QUE LANÇASTE ACERCA DA IMAGEM QUE INTITULEI O PESCADOR DE POENTES.
    MUITO OBRIGADO PELA TUA INICIATIVA !

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  3. Não admira pois também o olhar come ... ai se come!
    Por aqui foi leitão e esqueci de registar a "comezaina"!!!
    Bj

    ResponderEliminar
  4. GRACINHA

    Imperdoável a quem tudo fotografa...
    Mas, ACONTECE !

    Um beijo numa manhã estranha por aqui.

    ResponderEliminar
  5. Hmmmm...Um prato maravilhoso e ainda bem deu tempo de clicar...abração,chica

    ResponderEliminar
  6. CHICA

    Nem imaginas como estava realmente delicioso !
    Mas também não te passa pela cabeça o que tive de ouvir por atrasar 2' o ataque ao cabrito !!!

    Um beijo amigo e grato.

    ResponderEliminar
  7. João,
    olho para estes tabuleiros de barro, sobretudo, o central... para o das batatinhas loiras... para a salada de tomate separada da de alface... e é quase como se me sentisse em casa, ao almoço de Domingo de Páscoa... há três dias...
    Mas de certeza que há uma diferença e grande para melhor no sabor... É que este assado deve ter sido em fogão a lenha e o meu não:( mas que estava bom, isso estava...
    Votos que tudo se repita no próximo ano e com boa disposição...
    Beijinhos.:))

    ResponderEliminar
  8. MARIA MANUELA

    Foi realmente em fogão de lenha, mas no da nossa caseira, pois o de casa é a gás.
    Como não provei do teu cabrito, não vou pronunciar-me.
    Mas, com as tuas mãos, não duvido que o teu estivesse muito bom !

    Tenhamos fé que mais um ano passará sem grandes sobressaltos e que as amizades se reforcem e outras mais venham.

    Um beijo muito amigo e agradecido como sempre.

    ResponderEliminar
  9. Uma tarde deliciosa, passada em boa companhia... como tão bem atesta a imagem...
    A toalha... uma obra de arte... também tenho algumas assim... reservadas para momentos mais especiais...
    Por estes lados, também foi... borrego assado com batatas, com uma salada de alface, tomate, cebola e cenoura...
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderEliminar
  10. Comi exactamente o mesmo. A única diferença que encontro é a nível da salada. Vejo que nessa mesa a salada está separada, ou seja, os tomates não estão juntos com a alface, mas no meu almoço de domingo, a salada estava toda misturada. Mas os ingredientes eram exactamente os mesmos.
    Até as assadeiras são iguais.
    :-D

    Após ver esta fotografia, até fiquei com fome.
    :-)

    ResponderEliminar
  11. Pelo visto não é só em minha casa que ocorre estas coisas: "NEM ME DERAM
    TEMPO PARA PREPARAR O TESTEMUNHO FOTOGRÁFICO".
    Com minha pessoa, tudo bem, mas com o Mestre João Menéres, é um grande pecado :)

    ResponderEliminar
  12. Ah bom...isto agora é comida a sério!!! Assim está bem.
    Imagino que a caseira te deve ter posto na ordem:
    "Ó senhor Engenheiro, o senhor não está bom do juízo! Vamos lá agora dar dentão cozido aos convidados?! Nem pensar ! Leve vossemecê o dentão consigo ali para fora. Tire-lhe lá as fotografias que quiser, embora eu nunca tal tenha visto, e deixe-me cá cozinhar um cabritinho e uma vitela para os esganadinhos que para aí vêm comer. Ora a minha vida! E o senhor Engenheiro desculpe, mas ainda lhe vou dizer mais uma coisa- com tantos netos lindos que o senhor tem, há lá necessidade de andar a tirar fotografias a peixes! Cruzes, que isto até deve ser pecado!"
    E foi esta senhora a heroína da tua mesa de Páscoa! Espero que, ao menos, lhe tenhas oferecido um cálice de Bual 45!

    ResponderEliminar
  13. Não tem que agradecer. Sobretudo porque já não me lembro qual foi a minha iniciativa :). Mas o que disse, no momento em que o disse, era verdade. E se alguém pegou e deu bom resultado, melhor.

    ResponderEliminar
  14. Um trauma de infância fez-me nunca mais comer cabrito.
    Levaram um cabrito lá para casa, ainda tão pequenino que o alimentava a biberão, e apesar da minha súplica mataram-nos e serviram-no à mesa.
    Nunca mais pude olhar para cabrito cozinhado sem me lembrar daquela crueldade.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  15. hmmmm....pena que nao estou ali com voces....teria comido ate ficar doente :):):):):

    ResponderEliminar
  16. ANA FREIRE

    Os de 11 de Abril já estão agradecidos !

    Sim, a companhia era muito boa e tudo bem disposto.

    A toalha é antiga ( mas não do tempo da D. Urraca ! ). Ainda bem para ti possuires várias.

    Pelo que não contas, aí não bebem vinho...

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  17. REMUS

    Não juntar tudo na mesma saladeira tem a vantagem de cada um se servir do que aprecia sem nada ficar "raçado" a contra-gosto e como cada boca não é igual a todas e há espaço à vontade para tudo ficar sobre a mesa...

    Ai também foi copiar as assadeiras ???
    - Mas eu não reclamo, esteja descansado.

    NOTA : Fez-lhe bem ficar com fome ! Já é altura de apertar o cinto.

    ResponderEliminar
  18. CAMERANDO

    Concordo inteiramente !
    E no Natal, para fotografar os netos e a família completa ( comigo incluído ), então é que é
    uma aflição !
    E com o tripé já montado e as luzes minimamente estudadas...

    Mas se não fizer, logo há reclamações !!!
    - Olha que pena não teres feito !
    - Como é que se foi esquecer ?
    - Não estava para isso ?

    Enfim, sabe como é...

    Um abraço grato.

    ResponderEliminar
  19. L. REIS

    Ai o Dentão não era ?

    O cabrito estava tenríssimo, para ficares a saber !
    E para quem quisesse havia vitela assada....

    A D. Fátima não disse nada acerca do dentão.
    Geograficamente não se conheceram. ( Questão de 95km e de três dias de distância...).
    Nem sei porque vens com essas insinuações !

    Quanto à fotografia : Ainda mão me saíu na rifa o tema FOTOGRAFAR SETE NETOS, SENDO QUE OBRIGATORIAMENTE TÊM QUE SER 4 RAPAZES E 3 MENINAS ( Em caso de empate, sera vencedor o participante que mostre o maior nº de figuras com mais presença no maior número de canais da TV ).
    Assim, acho que talvez vença !

    Os caseiros preferem um espumante ( daquele italiano ) !

    Um beijo e inté.

    ResponderEliminar
  20. B E A

    FOI NO DIA 6 DE ABRIL, NO TEU COMENTÁRIO DAS 18:27, A PROPÓSITO DA MINHA POSTAGEM INTITULADA o Pescador de Poentes
    .
    E gostava que visses no que resultou !

    Claro que tinha de agradecer !

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  21. PEDRO COIMBRA

    Não se faz isso a uma criança !

    Já agora, o que tem por costume comer aí pela Páscoa ?


    Um renovado abraço.

    ResponderEliminar
  22. MYRA

    E nós teríamos muito gosto em cuidar de ti !

    Um beijão.

    ResponderEliminar
  23. Hum... olá, João. Espero que sua Páscoa tenha sido ótima.
    Mas eu ficaria com as batatinhas somente... não gosto muito de carne não.

    ResponderEliminar
  24. ANA BAILUNE

    A Páscoa não podia ter corrido melhor, Ana !

    Ao contrário de ti, sempre prefiro carne, embora suporte um bom peixe.

    Ainda estou atrasado nuns agradecimentos e por isso tenho feito menos visitas.
    E também ando muito atarefado com outros assuntos.

    Um beijo amigo e muito obrigado.

    ResponderEliminar
  25. ... olho e vejo Páscoa ... adiciono a explicação e temos de facto a confirmação da normal reunião familiar ... gosto dessa sensação de muitos à mesa em que organizada confusão é sinónimo de amor transmitido e salpicado e ensinamentos acumulados ... depois o cuidado em não misturar a saladas ... também define algo ... por fim os parabéns à cozinheira pois pelo aspecto estava divinal ... já de olhos postos na próxima reunião Pascal e cujo número à mesa seja incrementado o que é quase sempre resultante em mais alegria ...

    ResponderEliminar
  26. RASURAS

    Temos que nos encontrar novamente !
    Mas este ano não irei à Ericeira...


    Apreciei o seu comentário, como é já hábito.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  27. Não admira que os convivas não se tenham contido. Pelo aspecto.
    E eu com água na boca.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  28. AGOSTINHO

    E tinham razão, mas eu só queria um ou dois minutos !...
    E tinha um Alvarinho à minha espera...

    Um abraçp agradecido por ter essa água na boca, pois é um grande elogio !

    ResponderEliminar
  29. Tens a mesma tradição que nós!
    A única diferença é que eu não subi a uma cadeira....
    😊😄😕😚
    Beijinhos minhotos

    ResponderEliminar
  30. LUÍSA

    E não mostras a fotografia ?
    Fico à espera !

    Um beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  31. Não há uma ementa especial para a Páscoa por estas bandas.
    As famílias macaenses mais tradicionais preparam umas iguarias da rica culinária maquista.
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
  32. Tudo com muito bom aspeto!
    Essas batatinhas então..... adoro batata assada!!!
    Bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  33. PEDRO COIMBRA

    Sugiro que a nossa comunidade combine para o ano !

    O abraço amigo aí chegará.

    ResponderEliminar
  34. LUÍSA

    E não tens pena ?
    Diz lá.


    Um beijo amigo.



    ResponderEliminar
  35. CARIN

    Tudo estava 5 *, realmente.

    Agradeço e retribuo os votos de um bom fim de semana ( tenho muito que fazer para um trabalho que foi confiado ).

    ResponderEliminar
  36. Atrasada, mas ainda chego a tempo de salivar, e de que maneira! Que belo aspecto tinha tudo, não só o cabritinho!:)
    Essa de subir para cima de uma cadeira para captar a foto, enfim. E se a cadeira se virasse? Lá se ia o prazer de saborear o belíssimo petisco.

    Beijinho, Amigo.

    ResponderEliminar
  37. GL

    Sou muito cuidadoso com as cadeiras, sossega.
    Na C.M. do Porto, estava em cima de uma mesa com o tripé e a camera 6x7, e a mesa inclinou e para agarrar o tripé instintivamente abracei-o contra as minhas costas.
    Fui nessa situação parar ao chão mas não larguei o material !
    Apenas fiquei com uma dorzita nas costas e a camera com uma pequeníssima amolgadela numa aresta.

    Um beijo e obrigado.

    ResponderEliminar
  38. João, só tive olhos para as delicadas taças em rosa.
    Beijo querido

    ResponderEliminar
  39. LI

    São mesmo muito delicadas !
    Tens olho !

    Um beijo, querida Li.

    ResponderEliminar
  40. Pois, a ver a foto, devia estar óptimo!
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  41. PIEDADE

    ESTAVA MESMO ! OLÁ SE ESTAVA !!!


    Um beijo agradecido.

    ResponderEliminar