.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

A LUZ DE DEUS E A MÃE DE JESUS

© João Menéres

( Podem clicar sobre a imagem ! )


PROCUREI EM 
RAUL BRANDÃO E EM RAMALHO ORTIGÃO,
MAS NADA ENCONTREI
QUE REFERISSE OS PESCADORES
DA PRAIA DO CASTELO DE NEIVA.

DEIXO À CONSIDERAÇÃO DO
VOSSO OLHAR.




47 comentários:

  1. Belo apanhado, João!
    Nada te escapa.
    Nunca estive nesta praia, mas ia gostar - gosto muito de barcos e de traineiras de pescadores.
    Gostei bastante do contraste entre as nuvens e o colorido dos barcos. Parece uma fotografia de cinema. O meu Óscar vai para ti!
    Beijinhos e votos de boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Que belo conjunto. E quanta religiosidade.
    Abraço e bom Carnaval

    ResponderEliminar
  3. Havia de encontrar no "Só", de António Nobre, as lanchas dos Poveiro, assim identificadas:
    "Senhora Nagonia", "Maim de Jesus", "Bamos com Deus", entre outros nomes...
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  4. Palpita-me que a Luz de Deus ainda não existisse com essa figura no tempo deles. Tem silicone a mais para a época. Mas não há dúvida que é uma luz divina. E fica bem a ladear a mãe de Jesus.

    ResponderEliminar
  5. fantastica foto de coisas fantasticas!!!!

    ResponderEliminar
  6. Vê-se que a Luz de Deus... é uma pequena, com muita... devoção! :-D
    E Deus Nosso Senhor... foi muito generoso... dando-lhe muita... formosura... ou silicone... fica a dúvida... :-D
    Aposto que muito pescador... dava tudo... para achar uma sereia daquelas... :-) em vez de andar a pescar carapau...
    A imagem está fantástica! Eu teria dado um tom... um bocadinho mais diabólico, aos vermelhos... mas eu sou suspeita... :-P
    Beijinhos, João! Feliz semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  7. SANDRA

    Ao longo da minha vida, esta foi a 2ª vez que aqui estive, imagina...
    Traineiras não tem, talvez por não possuir um porto de pesca.
    Mas tem estas embarcações.
    Se a comunidade piscatória é pequena, a praia é muito bonita e tem bom tamanho.Fica a norte da foz do rio Neiva e daqui parte um dos Caminhos de Santiago devidamente assinalado.
    Meteste o teu voto num envelope ?
    - Veremos se não sucede o mesmo que em L. A....

    Um beijo e muito obrigado !

    ResponderEliminar
  8. ELVIRA CARVALHO

    Pelos vistos já estás pronta para a folia carnavalesca !...
    Desfilas mesmo ?
    Animação não te falta.

    *
    Os pescadores agarram-se muito à fé divina para a terra voltarem.

    Um beijo, obrigado e diverte-te.

    ResponderEliminar
  9. APS

    Referia-me a textos literários, meu caro.
    Nem Ramalho, nas suas Praias Portuguesas, nem Raul Brandão, no seu livro
    Os Pescadores pararam muito por aqui.

    Um abraço e obrigado pela manifesta boa vontade.

    ResponderEliminar
  10. BEA

    Novas gerações, novas figurações ...
    E Pedro e Paulo lá estão para testemunharem.

    Um beijo e muito obrigado.

    ResponderEliminar
  11. MYRA

    Se é fantástica, não sei.
    Sei que gosto muito dela...
    É da luz, é das duas embarcações juntas...

    Um beijo e obrigado, Myra.

    ResponderEliminar
  12. ANA FREIRE

    Até no meio piscatório há artistas !...

    Não sei puxar por uma determinada cor, Ana... ( mas não me importava ! ).

    Será que o Kama Sutra inclui uma parte dedicada a sereias ?

    Um beijo muto amigo e grato.

    ResponderEliminar
  13. What a nice find!
    Great image and great light/colours.

    ResponderEliminar
  14. Deixando de lado a perfeição da foto, fiquei a pensar nos nomes dos barcos, quase todos com conotação religiosa. Mas as ilustrações são mais peculiares: embora a Mãe de Jesus esteja ilustrada com a figura de N. Sra. de Fátima, a Luz de Deus!!!.... é uma sereia! Muito curioso. Abraços.

    ResponderEliminar

  15. Olá

    A imagem está fantástica!

    Nunca fui para esses lados
    - foz do rio Neiva
    e, sabendo que de lá parte um dos Caminhos de Santiago
    (devidamente assinalado)
    Ui.... tenho mesmo que ir...

    Obrigado pela partilha.

    Viajar é alargar os nossos horizontes...
    daí que na outra semana fui até BEJA que desconhecia.

    Quando quiseres vem acompanhar a minha visita ao Alentejo.
    Bom Carnaval.

    Beijinho João. Boa semana.

    ResponderEliminar
  16. Este tipo de barcos, que via na minha meninice na Figueira da Foz (sobretudo em Buarcos), são de uma beleza única.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  17. A foto está fantástica. Adoro a composição .
    Muito interessante e bem apanhado. Este olhar . Cada pescador tem a sua devoção haha será que a luz de Deus conquista mais peixes ou pescadores ahah Muito bom!!!
    Beijos João

    ResponderEliminar
  18. Esta fotografia espelha bem a natureza do homem, a religiosidade a par das fantasias de Eros. Muito boa.
    Imagine-se a trabalheira dos pescadores para descamarem a beldade em pleno Atlântico...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  19. João,
    A fotografia está muito bonita e interessante. Os nomes dos barcos levam-nos a uma reflexão religiosa.
    Beijinho. :))

    ResponderEliminar
  20. A primeira consideração e se calhar a mais óbvia que posso dizer, é que a diferença entre a "Mãe de Jesus" e a "Luz de Deus" é abismal, apesar dos barcos serem idênticos e até com a mesma cor.
    :-D

    Enquadramento e composição muito bem concretizada. O grafismo criado pelo alinhamento das proas foi muito bem valorizado. Já a luz do fim de dia, deu o toque final e especial.

    ResponderEliminar
  21. JANE GATTI

    Os pescadores fazem as suas preces para que a faina lhes corra bem e tenham bom regresso a terra.
    Esta LUZ DE DEUS será a "luz" em que eles confiam para os guiar no rumo certo...

    Um beijo e obrigado.

    ResponderEliminar
  22. ESTER

    Sempre que o tempo permite faço visitas e comento em vários blogs amigos.
    Mas, na verdade, é tarefa cada vez mais difícil, como deves saber.
    Guio-me muito pela vinheta que me aparece nos BLOGUES QUE SIGO.

    É uma praia fora do roteiro turístico...mas bem apelativa.

    Um beijo amigo e obrigado.

    ResponderEliminar
  23. FERNANDO SANTOS

    Foi mera sorte juntar a LUZ DE DEUS com a MÃE DE JESUS !

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  24. PEDRO COIMBRA

    Assim como os Moliceiros, lá na Ria de Aveiro.
    Infelizmente muitas das pinturas que eram muito inocentes e naifs dos moliceiros estão a ser adulteradas.

    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  25. ANA SIMÕES

    És muito atenta e isso agrada-me imenso !
    E também tens um óptimo sentido de humor, o que também me satisfaz imenso, especialmente nesta imagem !

    Obrigado por gostares desta ! ( Claro que a luz ajudou e muito, bem como aquele céu ! ).

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  26. AGOSTINHO

    É melhor escamarem em pleno mar, pois em casa....

    Um abraço grato pelo seu comentário ( sempre bem recebidos como sabe ).

    ResponderEliminar
  27. ANA

    Muito obrigado !
    E também o da LUZ DE DEUS ?

    Tudo de bom para ti, minha amiga.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  28. REMUS

    A forma de expressar a fé actualiza-se...

    :-D

    Muito obrigado pelo seu sempre atento olhar analítico !

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  29. Eh lá...os pescadores da "Luz de Deus" não e parecem muito interessados em pescarias....também quem é que quer um pargo, quando pode levar para casa uma voluptuosa sereia! :):)
    Eu, por mim, gosto de barcos com nomes mais singelos e prosaicos. Gosto, por exemplo, daquele "Pedro e Paulo", gosto de "António da Quinta", "Barracuda" ou mesmo "Ana Maria" :):):):)

    Nesta fotografia, gosto deste perfilar de orgulhosas e altivas proas contra uma céu a ameaçar borrasca.

    ResponderEliminar
  30. ... percebe-se então à "Luz de Deus " o motivo pelo qual o seu filho se fez homem na senda da sua luz ... aliás temos Pedro e Paulo companheiros de Jesus de olhos na mesma luz .mas deixando a jocosa interpretação dos nomes dos barcos gostei de verificar ainda a existência de tal tipo de embarcações e suas exemplares pinturas ...

    ResponderEliminar
  31. Linda foto, umas cores fantásticas!
    Já comi mais que uma vez no restaurante/marisqueira aí ao lado. Uma maravilha. Na altura era o Pedra alta, agora mudou de nome.
    Abraço

    ResponderEliminar
  32. L. REIS

    Sabes que até nos barcos tudo anda ao sabor da época :
    Podiam ser Cátias, Vanessas e por aí fora...
    Quando na faina, não vêm os desenhos insinuantes.
    Servem mais quando em terra olham para as embarcações e sonham.

    O céu não só ameaçou borrasca como a descarregou e a semana disso é testemunha, infelizmente para mim.

    ResponderEliminar
  33. RASURAS

    O local não é muito pródigo e a imaginação creio que acompanha essa limitação.
    Estão como eu : Nada inspirados !
    Preciso de Sol para arrebitar.

    ResponderEliminar
  34. RUI PIRES

    Exactamente, era o Pedra Alta !
    Também há anos almocei lá.
    Confesso que vindo de Ponte de Lima, aquela hora nem reparei.
    Queria era chegar a casa e descansar.

    Um abraço e obrigado por ter falado nisso.

    ResponderEliminar
  35. Boa João
    Não tivesse lido alguns comentários e não reparava que entre a luz e a mãe fica a tentação do homem ahahahha
    Beijinhos
    Dida

    ResponderEliminar
  36. DIDA

    Pois é !...
    Por isso me tentei logo.

    Um beijo amigo e obrigado.

    ResponderEliminar
  37. Magnífico, fantástico, João Menéres demonstrando aquilo que já não precisa dar provas a ninguém, obviamente seu imenso talento.
    Nesta fotografia tenho a impressão que as nuvens tomaram consciência e fizeram questão de permanecer de forma perfeita no enquadramento para não serem esquecidas.

    ResponderEliminar
  38. Que foto espectacular !
    Assim erguidas e alinhadas, estas proas parecem desafiar um céu um bocado ameaçador... e até dá a sensação de estarem a treinar em terra... o modo de, por vezes, enfrentar o mar...
    Esse mar que inspira nomes de barcos ditados pela fé, pois há "o ir e o voltar"...
    E, se cada dono de barco é livre de sonhar... e alicerçar sua fé... por que não, ser devoto duma bela sereia, qual luz... enviada por Deus, talvez (!)... que o guiará e irá protegê-lo (não deve é cantar), sabendo ele ser ela conhecedora de todos os mares ?...
    Que luz fantástica a desta imagem ! Fim de tarde ?
    Excelente, João !!!
    Beijinho.

    ResponderEliminar