.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

FINA FLOR DO VENTO


© João Menéres



POEMA

Água peregrina
Fina flor do vento
Tua voz divina
Dá-me ainda alento.

Navios antigos
Há muito partiram
Os mastros vão lindos
As velas caíram.

No cais beira-d'água
Meus olhos perdidos
Escutam a mágoa
Dos barcos esquecidos.

Que força ou perdão
Quer ainda levar
Todo o coração
Nas ondas do mar ?

(Ruy Cinatti, in "Nós não somos deste mundo")



38 comentários:

  1. esplendida foto! admiravel!!! e o poema e lindo!
    bom dia e tantos beijos ao meu admiravel Joao!!!

    ResponderEliminar
  2. Um poema excelente para uma foto ainda mais excelente.

    ResponderEliminar
  3. Já vi muitas e muitas fotografias do castigo a que está sujeito o Farol de Felgueiras, mas fico sempre contente por ver mais uma boa fotografia.

    ResponderEliminar
  4. Olá João

    Que belo lugar
    linda paisagem contemplou...
    e connosco partilhou.

    Foto e poesia
    a condizer
    mas, para mim
    a foto está soberba!

    EU ...uma aventureira sempre
    tudo me fazia fantasiar...
    um sonho seria mesmo...mesmo
    viver numa casa junto ao MAR.

    Que a felicidade esteja por aí.

    No "Momentos Perfeitos"
    mostro os meus trabalhos no raid deste ano
    e foram distinguidos com uma "menção honrosa"

    Caso queira, dê um saltinho a:

    http://pensamentosimagens.blogspot.pt

    Um abraço e boa semana

    ResponderEliminar
  5. MYRA

    Muito te agradeço a simpatia da palavras, melhor dizendo, a exuberância das palavras !

    Muito e muito obrigado, Myra !

    ResponderEliminar
  6. Achei a fotografia lindíssima! Esse tom preto e branco fica uma maravilha.
    Gosto da poesia do Ruy Cinatti.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. FATYLY

    Desculpa, mas a excelência está no Cinatti !
    O resto é paisagem, como soe dizer-se !
    Ainda andei à procura de uma outra imagem talvez mais forte, mas não a encontrei...

    Um beijo muito grato.

    ResponderEliminar
  8. EDUARDO

    Pela parte que directamente me toca,
    MUITO OBRIGADO !

    ResponderEliminar
  9. QUESTIUNCAS

    A sua sempre muita amabilidade !
    Muito obrigado.


    Um abraço.

    ResponderEliminar
  10. FERNANDO SANTOS ( CHANA )

    Muito grato !
    Levo em devida conta as suas palavras.


    Um abraço.

    ResponderEliminar
  11. TULIPA

    Obrigado pela poesia !

    Fui ao teu PERFIL, mas não encontrei o blog !


    Um beijo muito grato.

    ResponderEliminar
  12. LI


    Imagino o sacrifício que és obrigada a fazer para comentares em blogues !
    Assim, valem platina !


    Um beijo, Li querida.

    ResponderEliminar
  13. ISABEL

    Quem poderá ficar indiferente a esta poesia do Ruy Cinatti ?

    Obrigado pelo elogio à imagem.


    Um beijo.

    ResponderEliminar
  14. ... mar sempre mar ... endiabrado ou brincalhão ... salpicando molhando na vã tentativa de fazer com que ele se apague ... mas não ele olhará sempre com intensidade lá longe ... esperando e reorientando ... quem quer voltar ...

    ResponderEliminar
  15. ...e se eu tivesse só o mar até podia abandonar os dias, deixá-los correr à minha frente e ficar aqui neste momento parado de espuma.

    Que espetáculo...em todo e qualquer sentido!

    ResponderEliminar
  16. Quis escrever-te umas linhas numa serenidade contrastante com a ondulação da fotografia! Fiquei presa no movimento e deixei-me queda e muda, sem nada escrever...
    Beijinhos mil, senhor das mil e uma belas imagens!

    ResponderEliminar
  17. Excelente, esta "FINA FLOR DO VENTO"!!!

    Junto a uma imagem admirável, um belo poema, pleno de nostalgia... tempos idos, quiça, gloriosos...

    O João captou, maravilhosamente, a força que todo o coração quer levar nas ondas do mar!...
    Parabéns!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  18. RASURAS DO APARO

    Eu olho sempre para o mar e só não o engulo para não prejudicar outros olhares.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  19. L. REIS

    Nem imaginas o temporal que está AGORA aqu em cima !
    Não te deixo ficar com hipotermia !

    Obrigado por esteteu comentário.

    Um beijuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu ( se fosse em nnnnnn era mais parecido com uma ponte romana...).

    ResponderEliminar
  20. MARCO C

    Foi o que fiz enquanto aguentei o frio e os salpicos !

    Obrigado !

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  21. LUÍSA

    Basta-me a tua vontade !
    A tua presença é sempre um óptimo comentáriio.

    OBRIGADOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


    ( e )

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  22. MARIA MANUELA

    Excelente é o poema !
    A imagem não é mázita...

    Obrigado, minha Amiga !

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  23. João,
    Que maravilha de imagem (P&B?)esplendidamente acompanhada de Cinatti.
    Parabéns.
    Boa noite, beijinho. :))

    ResponderEliminar
  24. ANA

    Praticamente um B&W.


    Obrigado, ANA.

    Outro ( com um semi-temporal ).

    ResponderEliminar
  25. Somos um país de marinheiros!
    Muitos já sem barco...
    Mas vamos escrevendo poemas ao mar...
    Um forte abraço!

    ResponderEliminar
  26. VIEIRA CALADO

    É um prazer imenso poder contar com o seu comentário.
    Até as frágeis embarcações piscatórias nos tiraram !

    Como bem diz, restam-nos os poetas que sobre o mar fazem navegar as suas letras que indiferentes às intempéries continuam a rasgar novos mundos.

    Um abraço afectuoso e muto grato.

    ResponderEliminar
  27. É sempre em dias de mar revolto, que surgem as melhores fotografias deste lugar.
    Quem não acredita no que acabei de escrever, que olhe com atenção e que contemple esta fotografia.

    Até teve a benesse de ter 4 gaivotas como figurantes. A quanto é que ficou cada uma? Ou será que em grupo é mais barato?
    ;-)

    ResponderEliminar
  28. Apesar do mar estar bravo, é uma imagem muito bonita e as gaivotas dão o tom maior de beleza.
    Bjus

    ResponderEliminar
  29. REMUS

    É óbvio que o temporal em maré cheia ajuda e muito !
    E se o vento fôr de NW, ainda mais !

    Com a crise, elas fazem um descontozito...
    Outras vezes, metralham-me...
    Prefiro pagar !

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  30. CRIS

    Ampliaste a imagem ?
    Quantas gaivotas viste ?
    As nuvens também ajudaram, sejamos francos.


    Um beijo e obrigado.

    ResponderEliminar
  31. Linda! foto&poema. Precioso post. Fez-me lembrar 'Fernão Capelo...' pela força, também a dos elementos... Pbs :)

    ResponderEliminar
  32. MARIAM

    Ao menos se fosses juiz lá no Flinpo...

    Que elogio me teces !...

    Um beijo.

    ResponderEliminar