.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

INTELECTUALMENTE

© João Menéres

22 comentários:

Rasuras do Aparo disse...

... uma autêntico graffiti de leguminosas bem conciliadas em função da sua coloração ... será que a nossa amiga nos daria o prazer de uma sopinha com tais nutrientes base?! ( bela foto ) ah! com um café no final pois os pauzinhos de canela estão por aí ao topo ...

Eduardo P.L. disse...

Interessante

Agostinho disse...

Diz-se que o que faz falta à dieta das novas gerações é disto. Quem sabe se com imagens destas a inundar a comunicação social...
Abraço.

Maria Manuela disse...

Que variedade !
E que paciência, quem o fez !... Lembra bocas sorridentes.
Uma fotografia muito interessante e sem reflexos que nos leva a reflectir... pois não há dúvida de que este impacto visual atinge o intelecto... Gostei !
Beijinho amigo, João.:)

ana disse...

João,
Que fotografia maravilhosa.
Faz lembrar artesanato étnico.
Este puzzle pode muito bem dizer-se intelectualmente pensado.:))
Beijinho.:))

Remus disse...

Entre feijões, ervilhas e grão de bico, ficamos intelectualmente mais inteligentes ao ver este ondular.
Mas agora fico aqui a pensar, para que servirá esta coisa. Logo, intelectualmente acho que não chego lá...
:-D

L.Reis disse...

Estou para aqui a remoer invejas destas camadas tectônicas de leguminosas e a pensar: "mas como é que esta ideia nunca me ocorreu??!!" Estou com o intelecto abalado e a auto-estima em valores negativos.
A imagem resultou brilhantemente e merecia, talvez, um filtro anti-reflexo.

Luísa disse...

Baralhaste-me!
Serão pedrinhas em calçada portuguesa ou uma decoração de mesa?
Fantásticos feijões, que nos envolvem em mil pensamentos e ilusões|
Bjnhs pela belissima foto.

João Menéres disse...

RASURAS

A uma sopa ( tem que ser sempre bem quente ! ) sou sempre o candidato nº 1 !
O café, por hábito, não é imediatamente a seguir à refeição, mas um digestivo cai sempre muito bem !

Grande abraço.

João Menéres disse...

EDUARDO

Obrigado.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

A nova geração está orientada para o fast-food...
Cá por mim, continuo a apreciar tudo que se assemelhe a feijão ( desde o feijão preto, ao grão de bico ) !
Obrigado pela apreciação e sugestão.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

E cá no Porto há um café cujo balcão tem uma decoração só com grãos de café.
E ainda não fotografei...
Claro que por pura preguiça !


Um beijo muito amigo e grato.

João Menéres disse...

ANA

Fosse eu o artista capaz de tal obra !...
Ainda bem que é do teu agrado, minha amiga.

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

REMUS

Esta coisa serve para chamar a atenção de quem passa.
Mas o passante tem que ir intelectualmente agilizado !

Abraço.

João Menéres disse...

L. REIS

Não gastes energias por tão pouco e muito menos desperdices carradas de invejas !
Não adiantava o PL, pois é sujidade principalmente.
A ideia é realmente muito boa.
Mas considerando a localidade, sou levado a congeminar que não será original de um talento local..

BjoKa

João Menéres disse...

LUÍSA

Já deves saber que nem é uma coisa, nem outra...
O que será então ?

Um beijo muito amigo e grato.

© Piedade Araújo Sol disse...

João

estive cá outro dia e saí, pois não entendi a foto, mas hoje, acho que são grãos entre eles feijão, parece colado a algo...

está interessante...

;)

João Menéres disse...

PIEDADE

É isso mesmo, Piedade !
É uma montra...

Um beijo amigo e muito obrigado.

Victor Barão disse...

Ideia e foto fantásticas, também, intelectualmente! :)

João Menéres disse...

VICTOR BARÃO

Só a imagem é de minha responsabilidade, como já deixei bem claro anteriormente.
Apenas procurei fazer o melhor que sei fotograficamente para transmitir a ideia de quem teve arte e engenho nesta criação.

Um abraço grato.

Isabel disse...

A ideia não é original, pois nas antigas lojas dos 300 já se encontravam frascos para decorar a cozinha, com conteúdos semelhantes. Mas dá um efeito muito giro!

Sendo uma montra, eu diria...pacientemente!

Beijinhos e um bom domingo!

João Menéres disse...

ISABEL

Claro que a ideia não é original.
Mas fiquei surpreendido por a ver num pueblo !

Um beijo grato e amigo.