.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

BAI MAS BOLTA

© João Menéres 

19 comentários:

Remus disse...

Este aqui desconheço por completo onde é que será.
Às tantas até vai dizer-me que nem é cá...
:-)

Mas o trabalho artístico é realmente muito bonito e bem concretizado. A mistura de cores, funciona na perfeição.

Não sei é porque cortou a cara do lado esquerdo.
Será que não tinha mais espaço para chegar para trás?

Eduardo P.L. disse...

Curiosos os comentários.
Todo mundo quer mostrar conhecimento, e informa onde é o objeto ou coisa fotografada.
Outros criticam ou palpitam sobre o enquadramento.
Poucos respeitam a imagem como ela é, independente de onde se encontra, que pouco importa, e de como foi enquadrada. Todas essas prerrogativas são de exclusiva responsabilidade do fotógrafo.

Ana Freire disse...

Há mar e mar...
Há ir e voltar...
Todo o pescador, ama o mar... e é incapaz de viver longe dele, mesmo quando envelhecido... deixa de pescar...
Constato isso a toda a hora, lá na Ericeira... apesar da pesca ser um meio tão duro de subsistência...
Aliás até vejo os contornos de um diamante e um coração, nas águas desse mar...
Esse mural está um espectáculo, João!
Soberba, a forma como o João mostrou, o quão a pintura resulta tão bem... harmonizando com as pedras da calçada...
Outro enquadramento seria impossível, talvez por carros em cima do passeio, muito provavelmente... digo eu...
Fabulosa pintura, onde a dureza da vida, e a cor dos sonhos que nem o mar leva, convivem lado a lado...
Bela imagem, João!
Beijinhos! Continuação das suas melhoras...
Ana

Anónimo disse...

..Mas às vezes vai
e nem chega a chegar...

Apenas os sonhos
desfeitos no mar.
Essa mensagem
por entre gritos
e lágrimas
quando ainda as há para chorar.


Bem haja, JOÃO, por os seus olhos pararem neste soberbo "graffiti" e assim o registar e partilhar.
Uma foto fantástica em que a luz acentuou ainda mais o contraste de cor entre a tragédia e o resto... que é tanto...e tão humano.
Beijinhos.

MARIA MANUELA

Luísa disse...

O último muro que grafitei foi o de Berlim....
Prometo boltar....

Ana Bailune disse...

Lindo, lindo, lindo!

João Menéres disse...

TIVE UM DIA EXTREMAMENTE OCUPADO.AMANHÃ FAREI OS DEVIDOS AGRADECIMENTOS AOS AMÁVEIS COMENTADORES.
AS MINHAS DESCULPAS MUITO SINCERAS.
BJS / ABRAÇOS

João Menéres disse...

REMUS

Cá no Porto não é...
Mas é bem perto !...

A cara cortada não pertence a este graffiti.
...e também não dispunha de espaço para recuo, além de ter o sol a bater-me na objectiva.
Tive que segurar a camera com uma mão e disparar, enquanto com a outra procurei tapar o sol.

Satisfeito ?

Um abraço.

João Menéres disse...

EDUARDO

Apreciei devidamente o seu comentário.
Por vezes, também eu tenho curiosidade onde certa imagem foi feita. Não para "copiar", mas porque a mesma me desafia a fazer diferente. Nem melhor ou pior, mas à minha moda...

Abraço amigo e grato.

Questiuncas disse...

Gosto muito de grafitis.
Já que a cara cortada na esquerda, não pertence a este grafiti, porque não um dia colocar só a cara?

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Merecias um longo e calmo comentário de agradecimento.
Infelizmente, este é outro dia em que luto contra o relógio...

Corações, são dois, como deste conta, mas não cheguei ao diamante, por mais que mirasse e voltasse a mirar !
Vejo o Senhor dos Navegantes ( padroeiro dos pescadores ), a garrafa portadora ( talvez ) de mil súlplicas, a rolha que saltou, o mar encapelado cá em baixo, o terço na de bigodes, a frágil embarcação..
Deixei o pavimento em destaque, como quem diz :
Quem vai para o mar, avia-seem terra.

Tinha o sol a bater-me na objectiva...Muito difícil de fazer na primeira saída pós-operatório !!!

E tu, Ana, BOLTA SEMPRE !

Um beijo muito sensibilizado.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Como corresponder a tanta beleza plena de significado no teu comentário ?

Talvez, servindo-me de VINICIUS DE MORAES :

"Esquece a minha voz, pescador, que eu nunca fui inocente!
Teu remo fende a água redonda com um tremor de carícia
Ah, pescador, que as vagas são peitos de mulheres boiando à tona
Vai devagar, pescador, a água te dá carinhos indizíveis, pescador! "


Desculpa se não encontrei melhor, Maria Manuela...

Um beijo muito grato e amigo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Quando boltares, traz UM OLHAR DE PERTO...

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

ANA BAILUNE

Muito obrigado !
E nem precisaste de dizer mais.

Um enorme beijo.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

É uma boa sugestão que agradeço.

Um abraço.

Isabel disse...

Fantástico grafitti!

João Menéres disse...

ISABEL

O quanto ele conta com estilos diferentes...

Um beijo amigo, Isabel.

ana disse...

Um achado, João.
Beijinho.:))

João Menéres disse...

ANA

É verdade !
Olhos sempre atentos...
Um beijo, querida ANA e obrigado.