.

sexta-feira, 22 de março de 2013

A PROPÓSITO DE ANIKI-BÓBÓ


No passado dia 6, aconteceu no Teatro Rivoli, no Porto,
a jeito de mais uma homenagem ao decano do cinema 
MANOEL DE OLIVEIRA ( 104 anos ),
uma sessão única com a reposição do filme 
Aniki-Bóbó ( 1942 ), que significou a passagem de
 Manoel de Oliveira
do documentário para a ficção.

Este evento deve-se à iniciativa da
crítica e especialista de cinema portugues e fundadora do '''Fantasporto''', com Mário Dorminsky, em 1981,
Drª Beatriz Pacheco Pereira e ao apoio de Mário Dorminsky.

Tendo sido convidado, não me ocorreu levar a minha camera !

Por isso, tive que recorrer à gentileza da fotógrafa LAUREN MAGANETE, a quem agradeço publicamente, para apresentar as fotografias abaixo. 

© Lauren Maganete

Beatriz Pacheco Pereira e eu na entrada do Rivoli.

A história do filme é simples :
Dois miúdos, o Carlos e o Eduardo
gostam da mesma menina, a Teresinha.
Carlos é tímido, bom e sossegado, enquanto
o Eduardo é brigão, audacioso e atrevido.

Como o filme está disponível no You Tube
não prolongo mais esta história na
expectativa que disponham do tempo
necessário para verem este encantador filme.
***
À chegada ao Rivoli...


© Lauren Maganete

Vejam a frescura, a distinção e a beleza
da Srª D. Fernanda Matos, de 83 anos, 
mais de 70 anos após ter sido a
TERESINHA  e compreenderão
a razão da disputa entre o Carlos e o Eduardo !

***
E, agora, o eterno jovem
MANOEL DE OLIVEIRA !...


© Lauren Maganete

...na sua cabeça mais dois filmes ainda !


*****

_______________________________
COMENTÁRIOS QUE MERECEM UM POST :


A propósito da nossa postagem de ontem,

MARIA MANUELA, escreveu :
 


Ora, aqui está a "essência" duma gueixa,
construída com arte e imaginação,
(como, afinal, todas as gueixas o são)
à base da beleza e fragilidade dessa flor!
Sem lhe faltar a graça, no manejar
do leque e da sombrinha...
ou nas enormes mangas do Kimono
que no leve saltitar
do movimento, se adivinha!

Toda ela, uma camélia,
à japoneira, numa alusão!...


(  NOTA :Trata-se de uma parte do seu comentário )

27 comentários:

Fatyly disse...

Foi e é um filme intemporal e que não me canso de ver!

Bela reportagem!

Beijos

João Menéres disse...

FATYLY

A reportagem não é minha !
É da LAUREN MAGANETE !!!
Só o texto é meu...

Um beijo.

questiuncas disse...

Só recentemente (no início do ano passado) é que vi o Aniki-Bóbó na integra. Eu e a minha filha Rita, na altura de 7 anos. Adorámos.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Manoel de Oliveira antecipou-se ao cinema neo-realista italiano .
Os clássicos portugueses de Vasco Santana & Cº também não cansam.
Pelo contrário, cada vez me divertem mais.

Um abraço.

expressodalinha disse...

Nunca gostei dos filmes de mo, nem desse, mas o defeito deve ser meu. Independentemente de gostos (que até gostava de conseguir gostar) MO é uma força da natureza que merece todas as homenagens.

Ana Bailune disse...

Ela é bonita mesmo! E você está muito chique com este sobretudo marrom.

João Menéres disse...

JORGR

Viu o BELLE DE JOUR,do Buñuel ?
E o BELLE TOUJOURS, do MO ?

Um abraço.

João Menéres disse...

ANA

Chique, eu ?
Não estava nada !
Não é um sobretudo. É um casaco.
E o que parece uma bengala, é um guarda chuva.
Estava um dia mau...

Mas obrigado pelo o que os teus olhos vêem !

Um beijo.

ana disse...

João,
:)) Adoro esse filme de Manoel de oliveira.
Gostei muito de o ver a si na foto e de ver a Teresinha.
É um portento o nosso cineasta.
Beijinho especial. :))

Anónimo disse...

tudo o que o Mestre nos mostra é prodigioso, em qualidade, conteudo e mestria na arte de realizar ....
Goste-se ou não da maneira prodigiosa como o faz....
E para rematar esta fotografia transpira o SABER de mais de 1 Século...
Parabéns por no-ls mostrares...
L.R.O.

Remus disse...

Eu confesso-me:
Nunca vi o Aniki-Bóbó. Assim como também nunca vi milhares de filmes que toda a gente já viu.
O cinema e eu, não somos muito dados. Não tenho paciência para estar horas sentado a ver um filme.
Já não entro numa sala de cinema à vários anos e quando entro... é porque alguém me arrastou lá para dentro.
:-)

Eduardo P.L. disse...

Gostei da postagem.

Maria Manuela disse...

Sendo no mundo do cinema, o cineasta com mais idade e activo, todas as homenagens que lhe possamos prestar, nunca serão demais...
O carinho é vida e incentivo!

Que acutilância no olhar de Manuel de Oliveira!...
E que beleza de Senhora está a Teresinha!...
E que bem que está o João!... Muito bem!!!

Um beijo

João Menéres disse...

ANA

Muito obrigado pelo comentário.
O MO é uma força da natureza.
Mas notei uma acentuada quebra...


Um beijo.

João Menéres disse...

MARIA

Continua com o rigor de sempre e atento aos mais pequenos pormenores.

Um beijo.

João Menéres disse...

REMUS

Há filmes ( para todos os gostos ) imperdíveis...
É preciso é não ir ao engano.


Um abraço.

João Menéres disse...

EDUARDO

Obrigado.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

...e é homenagea-lo em vida !

E a TERESINHA falou ao princípio da sessão com uma clareza e acerto das palavras que não podes calcular, isto aos 83 anos...


Um beijo ( Tenho que me mostrar mais alinhado...).

Anónimo disse...

Alegria em vê-lo tão bem, tão alinhado! Belo sorriso!
Que grande evento!

Oxalá desta vez eu encontre em Pt os DVDs do MO para comprar. Aqui no Br não há.
Gosto, e em especial, uma das melhores películas que já assisti; "Viagem ao Princípio do Mundo"
(Voyage au Debout du Monde) .
Último filme do Mastroianni. Pena que ainda não encontre disponível...
Sou uma admiradora do Manuel de Oliveira!
Um beijo querido!
Li ferreira Nhan

João Menéres disse...

LI

Alinhado ?
Não concordo nada !!!
Sorridente ?
- CLARO ! ( É a minha marca ! ).
Compra o BELLE DE JOUR ( do Bunuel ) E BELLE TOUJOUR,do M.O.

Um beijo grande.

Luísa disse...

Tou com o REMUS!
Nunca vi o filme e também não assisiti à maior parte dos filmes que toda a gente corre para ver...
Ultimamente, numa sala de cinema, só mesmo nas estreias de filmes infantis!
Quanto ao MO já te disse a minha opinião (ele deve ter-se enganado na data de nascimento...).
Cruzei-me com ele em Julho passado em Guimarães e não me pareceu nada que tivesse passado os 90...quanto mais os 100?
Pelos vistos o cinema dá vida...
Mil beijinhos com votos de uma noite muito especial!Bem mereces!

Isabel disse...

Já há anos que não vejo este filme. Gostei muito.Também vi o último dele e gostei.

...O Vasco Santana, o António Silva, o Ribeirinho...adorava todos esses filmes que já não vejo há anos!

Gostei de o "conhecer" (na foto )!

Um beijinho

Tété disse...

Os filmes portugueses antigos nunca cansam e é uma diversão revê-los.
Mas para além de tudo, o que eu gostei mesmo foi de o ver, João. Qual MO, qual Teresinha? Eu voto no Joãozinho.
Grande beijo

Cristina Ferreira disse...

E eu vou correndo no yotube dar uma espiadinha, nunca vi esse filme, mas admiro muito o grande Manoel de Oliveira.

Anónimo disse...

... um belo filme de facto, e gostei de o rever (fotográficamente claro ) e com a intuição que nos habituou ...
T

myra disse...

assim tem que ser, homenagem em vida!!!
voce sempre alinhadissimo! gostei mto de todos os comentarios tbem.

João Menéres disse...

VIREI AQUI AINDA HOJE !