.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

FIM DE TARDE NO DIA 29 DE JUNHO DE 2015


© João Menéres


FUI


Não me manietei. Dei-me totalmente e fui.
Aos deleites, que metade reais,
metade volteantes dentro da minha cabeça estavam,
fui para dentro da noite iluminada.
E bebi dos vinhos fortes, tal
como bebemos os denodados do prazer.

( Konstandinos Kavafis, poeta egípcio, nascido em 1863 em Alexandria, onde também viria a falecer em 1933. )





terça-feira, 30 de junho de 2015

E ASSIM FOI A APRESENTAÇÃO DO I M A G I N I...


© António Seixas

UM ASPECTO DA SALA


© António Seixas

O PROF. DR. EDUARDO PAZ BARROSO
NA SUA ANÁLISE AO "IMAGINI" 
DEU UMA AUTÊNTICA AULA
DE CULTURA, RELACIONANDO
A FOTOGRAFIA E A PINTURA.
O MEU AGRADECIMENTO
PELOS ELOGIOS QUE NÃO
POUPOU AO MEU TRABALHO.


© António Seixas

DA ESQUERDA PARA A DIREITA :

 PAZ BARROSO, JOÃO MENÉRES  E MANUEL CABRAL.
DE PÉ, JORGE PINHEIRO DEDICOU GRANDE PARTE
DA SUA INTERVENÇÃO A MYRA LANDAU.


© António Seixas


NO FINAL, A HABITUAL TROCA
DE BRINDES E OS CUMPRIMENTOS.


© António Seixas




© António Seixas



AUTOGRAFANDO LIVROS
DURANTE O PORTO DE HONRA


© António Seixas


segunda-feira, 29 de junho de 2015

É HOJE !...



ESTÃO CONVIDADOS !



Caros amigos

Como informação complementar  ao convite anexo, informo que se trata de uma edição de CENTO E VINTE EXEMPLARES, 
cujo custo é de € 25,00.
Poderá ser enviada à cobrança pelos Correios acrescida das respectivas despesas.

domingo, 28 de junho de 2015

PORQUE HOJE É DOMINGO...



PREMONIÇÃO



Um homem vai ao quarto de seu filho para dar-lhe boa noite. O garoto está tendo um pesadelo.
O pai acorda-o e pergunta-lhe se ele está bem.

O filho responde que está com medo porque sonhou que a tia Suzana havia morrido.

O pai garante que tia Suzana está muito bem e manda-o de novo para a cama.

No dia seguinte a tia Suzana morre.

Uma semana depois, o homem volta ao quarto de seu filho para dar-lhe boa noite.

O garoto está tendo outro pesadelo, e desta vez diz que sonhou que o avô havia morrido.

No dia seguinte o vovô morre.

Uma semana depois, o homem vai de novo ao quarto de seu filho para dar-lhe boa noite.

O garoto está tendo outro pesadelo.

Desta vez o filho responde que sonhou que o papai havia morrido...

O pai garante que está muito bem e manda-o de novo para a cama.

No dia seguinte ele está apavorado.Tem certeza de que  vai morrer.

Sai para o trabalho e dirige com o maior cuidado para evitar uma colisão.

Não almoça com medo de veneno; evita as pessoas, com medo de ser assassinado, tem um sobressalto a cada rua... Ao voltar para casa, ele encontra sua esposa e diz:

- Meu Deus... Tive o pior dia de minha vida !

E ela responde, toda chorosa:

- Você acha que o seu foi pior?!?... E o meu chefe, que morreu hoje de manhã assim que chegou ao escritório!
  
 
Moral da história:
Há momentos em que ser corno é um alívio e não um problema.

 



quarta-feira, 24 de junho de 2015

É NO DIA 29 de JUNHO !



Como informação complementar  ao convite acima, informo que se trata de uma edição de CENTO E VINTE EXEMPLARES, cujo custo é de € 25,00.
Poderá ser enviada à cobrança pelos Correios acrescida das respectivas despesas.

Quem nos quiser dar o prazer da sua comparência, na próxima 2ª feira, dia 29 de Junho, desde já, agradecemos.




O TEXTO E AS LEGENDAS
SÃO DE AUTORIA
DE

JORGE PINHEIRO

DO BLOGUE

EXPRESSO DA LINHA.







terça-feira, 23 de junho de 2015

domingo, 21 de junho de 2015

PORQUE HOJE É DOMINGO...




Na biblioteca de uma universidade um rapaz pergunta a uma rapariga:

- Importa-se que me sente ao pé de si?

Esta responde, em voz muito alta:

- NÃO, NÃO QUERO PASSAR A NOITE CONSIGO!

Toda a gente na biblioteca ficou a olhar para o rapaz, visivelmente embaraçado.

Passado um pouco a rapariga foi calmamente até à mesa onde ele estava e disse:
- Eu estudo psicologia, por isso sei, sempre, o que um homem está a pensar. Ficou embaraçado, não foi?

Então o rapaz respondeu em voz muito alta:

- QUINHENTOS EUROS POR UMA NOITE?, NEM PENSAR!

Desta vez ficaram todos a olhar, chocados, para a rapariga. O rapaz sussurrou-lhe então ao ouvido:


- Eu estudo direito, por isso sei, sempre, como lixar o próximo !