.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

BUSTO

© João Menéres


SEM MEMBROS, 
MAS COM CABEÇA...

domingo, 26 de junho de 2016

PORQUE HOJE É DOMINGO...




O  QUE  PODE  OBRIGAR  UM  HOMEM  A  USAR  BRINCO?

Um dia, no escritório de advocacia, um dos advogados reparou que 
um seu colega, homem muito conservador, reconhecidamente muito sério, 
usava um brinco.
- Não sabia que você gostava desse tipo de coisas -  comentou.
- Não é nada de especial, é só um brinco.
- Há quanto tempo você o usa?
- Desde que a minha mulher o encontrou, no meu carro, 
e eu disse que era meu...









sexta-feira, 24 de junho de 2016

EM DIA DE S. JOÃO

© João Menéres


O JORNAL DE NOTÍCIAS
 DESDE 1929 PROMOVE O CONCURSO DAS
QUADRAS DE S. JOÃO.

" S. JOÃO...CRAVOS AOS MOLHOS,
MANJERICOS PELA RUA...
E NO SONHO DOS TEUS OLHOS
BALÕES GRANDES COMO A LUA!... "

ESTA QUADRA PARTICIPOU 
NO CONCURSO DE 1960.
O SEU AUTOR, DE VILA REAL,
ASSINOU COMO MIRA.


  

quinta-feira, 23 de junho de 2016

MACRO


© João Menéres

FLINPO : TEMA 298 

INSECTO






terça-feira, 21 de junho de 2016

QUANDO O NEVOEIRO SOBE O RIO...

© João Menéres


...E SE FICA PELA RIBEIRA.

segunda-feira, 20 de junho de 2016

A PONTE D.MARIA I

© João Menéres


ENTRE PEDRAS E FERRO

domingo, 19 de junho de 2016

PORQUE HOJE É DOMINGO...




Uma loira muito sensual entrou num casino. 
Trocou dez mil euros por fichas e dirigiu-se à mesa da roleta. Quando chegou anunciou que apostaria todo o seu dinheiro e que acertaria os números num único lance. 
E fitando os dois empregados responsáveis pela roleta acrescentou:
- Olhem, espero que vocês não se importem, mas tenho mais sorte quando estou toda nua... 
Dito isto, ela despiu-se completamente e colocou as fichas todas sobre a mesa.
Completamente abananado, o croupier girou a roleta.
Enquanto esta girava, a loura cantava:

- MÃEZINHA PRECISO DE ROUPAS NOVAS ! MÃEZINHA PRECISO DE ROUPAS NOVAS !...

Assim que a roleta parou, ela começou a dar grandes pulos e a gritar:
- GANHEI !!! GANHEI !!! 
QUE MARAVIIIIILHAAA !!! 
GANHEEEI!!!
Ela então abraçou e beijou cada um dos croupiers. Em seguida debruçou-se sobre a mesa e recolheu  todo o dinheiro e as fichas.
Vestiu-se rapidamente e foi-se embora. Os croupiers entreolharam-se boquiabertos.
Finalmente, um deles, voltando a si perguntou:
Em que número é que ela apostou?
E o outro:  
- Sei lá... Pensei que estivesses a olhar...

Moral da história: **Nem todas as  louras são burras, mas os HOMENS SÃO TODOS IGUAIS !