.

domingo, 23 de julho de 2017

PORQUE HOJE É DOMINGO...




Ninguém deve gozar um alentejano!
O Enginheiro e o burro

Um alentejano do monte vai observar um engenheiro que está a trabalhar na construção de uma estrada ali nos arredores de Mértola, para os lados da Mina. O técnico está a fazer medições do terreno com um teodolito.

- Botardeee! - botou faladura, apoiando-se no cajado - Vomecê é que veio fazer essa estrada?

- Sim. Nós temos a mais alta tecnologia para construção de estradas e estamos aqui para dar uma mãozinha p’rós alentejanos, p’ra ver se isto vai p’rá frente!

- E p’ra que tá usando essa coisa aí, mais parece uma panela com buracos?

- Estou a medir terreno. - responde o engenheiro.

- Ó ca porra... e vomecê precisa dessa coisa p’ra fazer uma estradita?

- Sim, é necessário. Por quê? O senhor não entenderia... Mas este aparelho é dos mais simples, vocês aqui nunca usaram?

- Homem! Agente nã precisa dessa moenga. Quando a gente quer fazer uma estrada, soltamos um burro e vamos atrás dele. Por onde ele passar, é o caminho mais fácil pra fazer a estrada...

- Muito inteligente esse método - diz o engenheiro em tom de gozo. Então e como é que fazem se não tiverem um burro?

- Bom, quando é assim, atão a gente chama um enginhero.

9 comentários:

Maria Manuela disse...

Ai, a sabedoria alentejana...:)))))
Beijinhos e um bom Domingo, João !

✿ chica disse...

Bom dia,João! Muito bom! abraços, de volta das férias,chica

Agostinho disse...

A inteligência apuradíssima do alentejano...
- Por que é que a bolota cai de cima para baixo?
- Porque o porco precisa de comer.
Boa semana, João Menéres.

Luísa disse...

Resolvido!
Abra-se a estrada!
Mil bjnhs

Isabel disse...

Às vezes vale mais não perguntar...

Beijinhos e uma boa semana:)

bea disse...

De burros a fazer estradas não sei, mas sei dos vedôres que com um pau que não é qualquer, acertam no lugar onde há água. Já experimentei pôr as minhas mãos sobre as de um vedôr em exercício e senti o pau tremer, mas quando lhe peguei só por mim nada aconteceu.

Victor Barão disse...

Ora porra! Nã quer lá veri co rai do enginero nã percebeu!!! :)))

Excelente e no caso também divertida semana :)

Ana Freire disse...

E mai nada! Tá explicado o método infalível!... :-D
Bjs
Ana

© Piedade Araújo Sol disse...

humm...
eu ri, mas já conhecia...
beijinhos
:)