.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

DUAS JANELAS

© João Menéres


LISTAS PARALELAS.
LINHAS VERTICAIS.
LINHAS OBLÍQUAS.
DIFERENTES CORTINAS.
JANELAS EM DESACERTO.
ASSIM É A VIDA TAMBÉM...

37 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Aqui fico com a fotografia.

Elvira Carvalho disse...

Gosto. Da foto e da comparação.
Um abraço

João Menéres disse...

EDUARDO

É natural, meu caro Eduardo.

João Menéres disse...

ELVIRA

Hoje, especialmente a pensar no PRESÉPIO NO CANAL

Obrigado e um beijo.

Jorge Pinheiro disse...

Tudo muito azul. A vida também?

João Menéres disse...

JORGE

Às vezes, NÃO É...

Rasuras do Aparo disse...

... por mais envolvente que seja o azul ... há sempre janelas assim ... de geometria difícil ... e com cortinas que de tempos a tempos guardam mistérios insondáveis ...

João Menéres disse...

RASURAS

Mas, por outro lado, se tudo fosse certinho, iria faltar o encanto de um certo encantamento...

Um abraço amigo.

Remus disse...

Azul e branco, é sinónimo, na falta de coisas melhores a acontecer ultimamente, de fotografias belíssimas.
:-)

Bonita e harmoniosa mistura de linhas e formas geométricas.

Giga disse...

Eu gosto da cor azul. Cortinas pendurar como o proprietário queria :)

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma bela desigualdade!

João Menéres disse...

REMUS

Amanhã, junto o verde...

João Menéres disse...

GIGA

O AZUL é cor do céu e do mar.
Algumas cortinas são muito lindas.

Thanks and kisses for you.

João Menéres disse...

GRACINHA

Nem sempre a perfeita simetria é a melhor solução para a beleza de qq coisa.

Um beijo e obrigado.

Luísa disse...

Mais parece um teste neurológico!
Se a vista fugir, há perturbação. Logo, hoje, perturbaste-me!
Só mesmo tu para encontrar tantas linhas numa só fachada! Até as cortinas das janelas tão pequeninas tinham que apresentar linhas...curvas!
Como sempre, fantástico!
Mil beijinhos

João Menéres disse...

LUÍSA

O meu oftalmologista até está para jantar comigo...
Não há razão alguma para teres perturbações, Luísa !

Obrigado pelo renovado elogio, minha amiga.

Um beijo.

Maria Manuela disse...

Imagem maravilhosa !
Destaco as duas cortinas, cada uma, sua identidade...
Muito romântica uma delas; outra, com um ar mais prático... ambas contornando as diferenças, ajustando tonalidades... e encantando quem passa, vê, olha e clica... obtendo uma belíssima Foto, onde a Geometria é Rainha...
Beijinhos, João, e BOM DIA de REIS !

Ana Freire disse...

Gosto imenso desse desacerto com algum paralelismo pelo meio, numa interessante simbiose... realçada pelas cores contrastantes, proporcionando um bonito e harmonioso efeito gráfico.
Beijinhos, João! Boa Noite de Reis... dado que só agora deu para passar por aqui...
Ana

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Tudo visto e analisado ao pormenor.
Nos desacertos reside o interesse que nos tiram da insanidade, do trivial repetido até à exaustão.

Espero que o Dia de Reis seja um BOM DIA.

Um beijo e muito obrigado.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Que engraçado...estávamos a escrever ao mesmo tempo AQUI !
Ser monótono maça, não achas ?
O paralelismo leva-nos ao infinito dos sonhos.
As oblíquas conduzem-nos à salutar convergência.

Um beijo e agradeço os votos para um bom DIA DE REIS.

jose jaime disse...

Adorei a composição. Abraços.

Pedro Coimbra disse...

De uma forma simples, fácil, descreve-se o que é por natureza complexo.
Aquele abraço, bfds

Presépio no Canal disse...

João,

Desculpa. Só agora vi.
Mas que belo achado!! Lembras-te onde foi?
Beijo muito amigo e muito grata pela lembrança. :-)

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Agradeço a visita e o comentário.

Um abraço.

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

Raras são as vezes em que me estendo com textos...
Agradeço a sua análise.

Também um BFdS.

E o abraço.

João Menéres disse...

SANDRA

Não posso satisfazer a tua curiosidade.
Sorry !
Mas talvez à borda nascente do MARKEMEER...

Um beijo muito amigo.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Deveras interessante!
Abraço

Agostinho disse...

Parece prevalecer a opinião da conflitualidade geométrica.
Aparente, digo eu.
Há um jogo de formas que me agrada: as linhas rectas e as curvas, a horizontalidade e a verticalidade, a dimensão maior e menor. E há o excesso de azul. Para cúmulo o fotógrafo introduz ainda na fotografia, como elemento perturbador, o plano oblíquo da rampa-corrimão.
Por tudo o que acabo de escrever acho que a fotografia revela um belo quadro de imaginação: do construtor é do fotógrafo.
Abraço.

Ana Simões disse...

Adoro este registo. Que harmoniosas ficaram todas estas linhas, aparentemente desconcertantes.
Linda a tonalidade !!

João Menéres disse...

RUI PIRES

Julgo que o enquadramento deu uma ajuda preciosa.

Um abraço e obrigado.

Isabel disse...

Muito bonitas!

João Menéres disse...

AGOSTINHO

É sempre um enorme prazer ler os seus comentários tão analíticos !
Pode não parecer verdade, mas continuo a aprender com comentários com sumo natural !
E ao AGOSTINHO agradeço uma vez mais a atenção que me dedica.

Um abraço amigo e muito grato.

João Menéres disse...

ANA SIMÕES

Dizes bem : " aparentemente desconcertantes ".

Muito e muito obrigado !

Um beijo amigo, Ana.

João Menéres disse...

ISABEL

No aproveitar é que está o ganho.

Um beijo e bom Domingo.

L.Reis disse...

Ora pois...a aproveitar todas aquelas linhas, sem deixar nada ao acaso, nem sequer a cor. Adorei o pormenor das diferentes cortinas.

João Menéres disse...

L. REIS

Olha que o corrimão é peça importante na imagem...

Um beijo sem ser por acaso.

ñOCO Le bOLO disse...


Me gustan muchos tus fotografías

saludos
· LMA · & · CR ·