.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

O SANTUÁRIO DO BOM JESUS DE MATOSINHOS

© João Menéres


A CONSTRUÇÃO FOI PAGA PELA 
UNIVERSIDADE DE COIMBRA E
FOI INICIADA EM 1559, POR
JOÃO DE RUÃO E TERMINOU EM
1579, POR TOMÉ VELHO.
O TEMPLO RENASCENTISTA ORIGINAL
FOI AMPLIADO E RENOVADO EM 1736
POR NICOLAU NASONI, MUITO PARTICULARMENTE 
A FACHAD BARROCA E A DECORAÇÃO INTERIOR
EM TALHA DOURADA.
NO ALTAR-MOR ESTÁ EXPOSTA A
IMAGEM  DO BOM JESUS DE MATOSINHOS
DATADA DOS SÉCS XIII / XIV,
MUITO PROVAVELMENTE A
MAIS ANTIGA ESCULTURA DE
UM CRISTO CRUCIFICADO EM
TAMANHO NATURAL
EXISTENTE EM PORTUGAL.

( FOI NESTA IGREJA QUE OS MEUS
PAIS CELEBRARAM O SEU MATRIMÓNIO
EM 8 DE NOVº DE 1922
E AQUI COMEMORARAM AS SUAS BODAS DE OURO ).










34 comentários:

Maria Manuela disse...

Que lindo, João !!!
Desde o elegantíssimo templo associado a nomes maiores da Arte... à calçada (belo grafismo)... e sobretudo às palavras que tanto lhe dizem...

Belíssima e sentida Foto, João ! Até a simetria das árvores colabora na profundidade, em duplo sentido, desta magnífica imagem !
Beijinho especial e um BOM DIA !

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

E queres saber que ao longo de toda uma vida ( e atravessei o adro centenas de vezes ! ), só ontem dei conta da data que figura na calçada ???
Para a imagem ter mais gracinha precisava de cinco cêntimos de céu azul ( que existia nalgumas áreas mas não na zona abrangida ).
Esta esplêndida igreja merece uma visita aquando das Festas do Senhor de Matosinhos, pois está ricamente ornamentada com flores em todos os seus altares.
Pode ser que estejas por cá em Maio...

Um beijo agradecido e amigo.

bea disse...

Linda obra e enquadramento. A foto está também muito boa. Parabéns.

Jorge Pinheiro disse...

Muito bonito. Não conheço.

João Menéres disse...

BEA

E à direita, semi escondido pelo arvoredo, é a Santa Casa da Misericórdia, que possui um museu.
Obrigado pela simpatia do teu comentário.

Um beijo e bom Dia da Independência.

João Menéres disse...

JORGE

A intervenção de Nasoni foi uma enorme valia.

Isabel disse...

Lindíssima fotografia que deixa adivinhar um local igualmente de admirar. Infelizmente, não conheço e se calhar nunca vou conhecer.

Um beijinho e desejo que já esteja recuperado:)

João Menéres disse...

ISABEL

Não há excursões ao Porto ?....
É de ida e volta no mesmo dia ?
- Não ?
-Então, numa manhã dás um salto a Matosinhos. O metro passa bem perto da Igreja.

Um beijo amigo.

Luísa disse...

Maravilhada!
E hoje não direi mais nada....É muito cedo....
Beijinhos

João Menéres disse...

LUÍSA

Ainda bem que ontem me lembrei de fotografar este templo...
Só para ficares maravilhada, valeu a pena !
E nem esperaste pelas horas em que o dia começa a despertar lá mais para o oriente da Europa !

Um beijo amigo e como sempre muito grato.

Luísa disse...

És uma maravilha!

João Menéres disse...

LUÍSA

Estás enganada !
MARAVILHA, MARAVILHA, é esta igreja, quando pelas Festas do Senhor de Matosinhos, fica toda enfeitada com flores !!!
Até nem me escandalizava que um dia fosse apresentada à UNESCO a sua candidatura como Património Mundial Imaterial !

GL disse...

Belíssima a fachada!
Como gostaria de a visitar mas...? Mas estou longe!

Calculo que já estejas completamente restabelecido, essa malvada gripe parecia ter vindo com vontade de ficar.:(

Beijinho, Amigo.

Pedro Coimbra disse...

O nosso património é de uma riqueza extraordinária.
Que, tantas vezes, não valorizamos devidamente.
Aquele abraço, bfds

Eduardo P.L. disse...

Cartão Postal

João Menéres disse...

GL

Do longe se faz perto, minha amiga...sobretudo quando na invicta cidade dispões de um guia que te pode facilitar a vida !

A constipação ainda não foi de férias. Mas, curioso, não é permanente !...

Um beijo.

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

Quantas vezes nem sabemos o que temos....

O fim de semana não promete outra coisa que não seja muita chuva e muito vento, embora hoje esteja um dia calmo e de céu azul.

Um abraço.

João Menéres disse...

EDUARDO

Se fosse um cartão postal "teria obrigatoriamente o céu azul"...
Assim, só com muito boa vontade se pressentem umas pequenas áreas menos cinzentas.

Remus disse...

Esta sua fotografia ficou bem melhor que uma que publiquei há algumas semanas. Tanto a nível de focagem como a nível de nitidez.
Parabéns!

João Menéres disse...

REMUS

Obrigado pela sua opinião.
Pode indicar-me a data em que publicou a sua ?

Um abraço.

Remus disse...

Foi em 2016-11-15.

João Menéres disse...

REMUS

Foi num período em que não me sobrou tempo algum...
Muito obrigado.

Elvira Carvalho disse...

Não conheço.
Um abraço

João Menéres disse...

ELVIRA

Tenho que me dar por feliz, pois conheço Portugal de lés a lés.
Obviamente que há aldeias e vilas onde nunca fui.

Um beijo e obrigado.

Agostinho disse...

A gente pisa-a e nem a vê. Cada vez há menos a ver tal é animação a que as pessoas estão animadas. Depois, surgem imagens que nos sobressaltam. Estive lá e não vi!
Uma maravilha aquele património revelado magistralmente pelo Grifo que plana, plana...
Abraço.

Ana Freire disse...

Uma imagem irrepreensível e perfeita! E em que o céu nublado, até se enquadra muito bem no todo da composição, oferecendo uma homogeneidade nas tonalidades, evidenciadas na calçada, bem como um maior destaque no padrão da mesma!
Beijinhos
Ana

ana disse...

Uma perspectiva interessante. O chão espraia-se em primeiro plano, dando menos verticalidade ao Santuário.
Beijinhos.:))

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Considero-me uma pessoa feliz por vários dos meus SEGUIDORES serem pessoas atentas e não se importarem de dar a conhecer o seu sentir.
Mas nunca pretendi sobressaltar quem quer que fosse, meu caro Agostinho...
Mais um elogio que me cala fundo !

Um abraço muito grato.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Os teus comentários são sempre tão assertivos, Ana...

Um beijo e boa semana.

João Menéres disse...

ANA

O adro é muito grande e isso facilita, bem sabes.
Mas a Igreja não é assim tão alta, como poderia ser imaginada...

Um beijo grato e amigo.

Fatyly disse...

Que fotografia maravilhosa de um local que conheci há uns anos e conseguiste enquadrar o ano. Gostei muito.

Beijos e um bom dia

João Menéres disse...

FATYLY

Muito obrigado pela tua apreciação.
Esclareço que 1866 é o ano em que foi feita a calçada deste grandioso adro.
Como foste - até agora - a referir a data, és merecedora do brinde da informação.

Um beijo amigo.

Manu disse...

Uma bela igreja muito bem fotografada e com todas as informações muito úteis...é sempre bom saber.
Acredito que tenha um significado especial para si.
Já a tinha visto no blog do Remus onde ele perguntava qual o significado da data que está em primeiro plano. Será que o João sabe?

Beijos João

João Menéres disse...

MANU

Muito obrigado pelo comentário.
1866 foi o ano em que se fez a calçada à portuguesa no enorme adro.

Um beijo amigo.