.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

PASSANDO PELO CRATO

© João Menéres

NO CRATO ESTIVEMOS 
A APRECIAR ESTE OLEIRO.

30 comentários:

Presépio no Canal disse...

A fotografia está um primor! Gosto de ver a argila nas mãos e estas a envolver a bilha.
Gosto imenso de cerâmica e olaria. É relaxante ver um oleiro a trabalhar.
Estás a caminho do sul? :-)
Boas férias por lá! Aproveita muito!!
Beijo!

João Menéres disse...

SANDRA

Para já, só a planear a ida...

Nesta imagem, penso que se vê o movimento circular...

Muito obrigado, Sandra pelas tuas palavras !

Um beijo, querida amiga.

Maria Manuela disse...

Tão realista esta foto !

E a posição dos dedos do artesão nos sítios certos !
Diria até, carinhosamente, pois numa arte tão ancestral como esta, o carinho, quase um acariciar, anda sempre a par da técnica... como quem extrai música de um instrumento musical...
E a bilha está a ficar uma perfeição !
Gosto imenso desta fotografia.
Beijinhos, JOÃO, e um Bom Dia !

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Para quê acrescentar uma palavra que seja ao teu comentário se ele está tão completo e verdadeir

Tenho andado num rodopio e nem sei para onde me virar, Maria Manuela...
Atrasado nos emails, nos comentários...

Um beijo muito grato e muito AMIGO também.

bea disse...

É interessante observar o trabalho das mãos e da máquina a informar o barro. É atraente ver nascer alguma coisa.

Majo Dutra disse...

~~~
Excelente foto em movimento...

Mãos sábias e uma peça perfeita...

Beijinho, artista.
~~~~~~~~~~~~~~

João Menéres disse...

BEA

E no caso, assisti mesmo desde o primeiro instante !
É como dizes, atraente !
Mas eu acrescento : FASCINANTE !

De uma massa inerte, vê-la ganhar volume e forma através de mãos calejadas, mas de artista.

Um beijo grato e amigo, Bea.

João Menéres disse...

MAJO

Tem graça : Enquanto escrevia o agradecimento anterior, já tu estavas a referir as mãos sábias !
~~~~~

Obrigado,Majo, pelo excelente !!!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Um beijo amigo ~~~

Manu disse...

Uma foto com magia, tal como as mãos desse oleiro que de um pedaço de barro consegue transformá-lo numa peça tão bonita.

Beijos João

Remus disse...

É evidente a sensação de movimento, do girar do vaso e da pedra do oleiro. E também é evidente que essas são mãos que sabem o que fazem.

Tecnicamente a fotografia está irrepreensível.

João Menéres disse...

MANU

Como mãos aparentemnte tão rudes podem fazer objectos tão perfeitos, delicados e esbeltos ?

Um beijo e obrigado, Manu.

João Menéres disse...

REMUS

Um dia ( quando ? ) veremos se a sua opinião faz uma maré cheia...

Um grande abraço agradecido.

Nequéren Reis disse...

Show de imagem amei, bom final de semana para você.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

João Menéres disse...

NEQUÉREN

Como descobriste o meu blogue ?
Muito obrigado por teres gostado.

Um beijo amigo.

Jorge Pinheiro disse...

Uma arte fantástica. Estive em Viana do Alentejo. Também tem disto.

João Menéres disse...

JORGE

Ai anda por esses lados...
Julguei que estava a banhos !
Dia 5 estou naquela Rocha !...
Um abraço.

Eduardo P.L. disse...

Aqui nasce a expressão "Mão na massa"

João Menéres disse...

EDUARDO

Aqui no bom sentido, claro.

Isabel disse...

A fotografia está perfeita, pelo "movimento", pela cor e até pela perfeição do objecto inacabado.

Gosto de ver trabalhar assim o barro e parece fácil, mas não é. O barro escapa-se-nos das mãos e não se consegue fazer nada dele.

Belíssima foto!

Um beijinho e bom fim-de-semana:)

João Menéres disse...

ISABEL

Tive sorte, tanto com o artífice, como pelo ambiente natural.
E este sabe o que faz !

Um beijo muito grato.

ana disse...

A fotografia está fantástica.
Captou o movimento da roda, as mãos estão perfeitas.
Encantadora.
Beijinho. :))

João Menéres disse...

ANA

A seu tempo saberemos se essa é a opinião maioritária...

Um beijo agradecido pela opinião.

Maria Gloria D'Amico disse...

Espetacular esta foto, João. Chama-me muito a atenção, a delicadeza das mãos.

Rasuras do Aparo disse...

... e ela amaciada deixou-se por ele desenhar ... tornou-se roliça de final fresco para nos mitigar a sede ...

Ana Lúcia disse...

:) Excelente trabalho, o do oleiro e o teu. Grande tributo.

João Menéres disse...

ANA LÚCIA

Muito obrigado pelo elogio, minha amiga !

Mas só me falta ter o teu endereço postal !!! (:(:(:

Um beijo e boa semana.

( 4ª feira, vou-me...).

Agostinho disse...

O homem e o barro ou ao contrário pois dele se moldou o homem.
Uma fotografia farta: cor, mãos, movimento.
Abraço.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Ontem, escapou-me este seu generoso comentário que muito agradeço.

Um grande e amigo abraço.

Ana Freire disse...

Uma imagem absolutamente fascinante... na qual o movimento se sente e se faz presente... quase se espera ver a peça a rodar, a qualquer instante...
Para mim, uma das melhores imagens, a representar o tema do desafio, desta semana...
As tonalidades estão encantadoras!... E a colocação das mãos, em gestos precisos, harmoniosos e delicados... é uma delícia de se apreciar!...
Adorei a foto!...
Beijinhos
Ana

mariam [Maria Martins] disse...

Muito bom! Tudo! Moro aqui numa zona típica da arte de trabalhar o barro, com imensos artesãos talentosos, José Franco(já falecido) era um grande mestre, construiu uma aldeia com todos os seus ofícios, em ponto pequeno no lugar de Sobreiro, ainda hoje atracção turística... beijinhos :)