.

terça-feira, 5 de julho de 2016

À MODA DE DESAFIO

© João Menéres

ESTA VALE MESMO UM CHOCOLATE
DE 300g !
PARA TAL, DIGAM ONDE É...

O PRIMEIRO A ACERTAR SERÁ
DISTINGUIDO COM O BRINDE.
CHOCOLATE DE LEITE, ESCURO, COM AMÊNDOAS
OU COM OUTRO SABOR ?
MAS TEM QUE ME FORNECER 
O SEU ENDEREÇO POSTAL !

( PODE SER VIA EMAIL E EU GARANTO O SECRETISMO )

38 comentários:

Mario Teixeira Gomes disse...

Olá João Menéres. Bom dia. Bolhão, no Porto, pois claro. Um abraço

Fatyly disse...

Uma imagem tão bonita e claro que é no...no...Bolhão:)

Beijocas e um bom dia

João Menéres disse...

AINDA É O PRINCÍPIO DO DIA ...
VEREMOS MAIS TARDE.

Eduardo P.L. disse...

Eu passo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Naturalmente...

Kaipiroska disse...

Pois... nunca lá chegaria, mas posso dizer que é uma foto que tem um bonito efeito :) 1bj

Jorge Pinheiro disse...

É no Porto.

Manu disse...

Não chego lá, presumo que seja no Porto, daí que veja fugir o chocalatinho, mas o efeito ficou bem interessante.

Beijos João

João Menéres disse...

CARIN

E é num espaço emblemático daqui da cidade.

Muito obrigado e um beijo.

João Menéres disse...

JORGE

Assim reza a etiqueta...

João Menéres disse...

MANU

A etiqueta assim o diz.
Se calhar nem gostas de chocolate...

Um beijo amigo e obrigado,

João Menéres disse...

Perto da meia noite, será divulgado o nome do seguidor, caso alguém tenha acertado no local onde foi feita.

Remus disse...

Não faço a mais mínima ideia.
Um tecto assim, redondo a lembrar os antigos coretos e em madeira!?
Não sei onde fica!
Seja onde for, acho que nunca o vi. E não deve ser um edifício aberto ao ar livre, porque não possui nenhum vestígio de pombas e afins.

Amanhã saberei a resposta.
:-)

João Menéres disse...

REMUS

Está farto de o ver pelo exterior...
E o edifício, propriamente dito, até é aberto na parte central.
E... mais não digo que o sol ainda vai alto.

Elma Carneiro disse...

Jamais poderia saber onde é, mas, aceitaria o brinde do chocolate de leite, escuro, com amêndoas. Pode ser?

Um bjuu :)

João Menéres disse...

ELMA

Quando te chegasse à mãos estaria derretido...
Mas se vieres ao Porto, AVISA !

Um beijo.

João Menéres disse...

RESULTADO DO DESAFIO DE HOJE :

O SEGUIDOR MÁRIO TEIXEIRA GOMES, 12' APÓS O GRIFO PLANANTE TER POSTADO ESTA IMAGEM, JÁ ESTAVA A HABILITAR-SE A UM CHOCOLATE DE 300G, COM SABOR E TIPO À ESCOLHA !

POR ESPECIAL DEFERÊNCIA DO PROPRIETÁRIO DA ALFAIATARIA GENTLEMAN, O NOSSO AMIGO DE HÁ DEZENAS DE ANOS, SENHOR AUGUSTO MACHADO, UMA TARDE FACULTOU-NOS O ACESSO AO INTERIOR DO TORREÃO QUE ESTÁ SOBRE O SEU ESTABELECIMENTO.
NÃO SERÃO MUITAS AS PESSOAS QUE TIVERAM A OPORTUNIDADE DE FOTOGRAFAR TODA ESTA ARMAÇÃO.
POR ISSO, ATÉ FICÁMOS SURPREENDIDOS QUE ALGUÉM DESSE A RESPOSTA CERTA :
MERCADO DO BOLHÃO / TORREÃO DE SUDOESTE.

COMBINAREMOS COM O VENCEDOR TOMAR UM CAFÉ NA CONFEITARIA CONCHA D'OURO, PARA LHE ENTREGAR O PROMETIDO PRÉMIO.

A TODOS QUE ESTIVERAM PRESENTES NESTA BRINCADEIRA, OS MEUS AGRADECIMENTOS MUITO SINCEROS.

Ana Freire disse...

Passando só para deixar um beijinho, já meio fora de horas... e amanhã, virei com tempo, ver as últimas novidades por aqui...
Desejando, que já se encontre bem melhor, João!...
Beijinhos! Até amanhã!
Ana

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Que azar !
Durante dois dias não irei postar nada...
Mas a perna vai melhor, embora o buraco ainda esteja por fechar ( mas vai a caminho disso...).
Muito obrigado pelo teu cuidado.

Um beijo muito amigo.

Majo Dutra disse...

Não sabia que em Portugal havia artífices
capazes de trabalhar assim a madeira...

Continuação de boa recuperação, João.

Beijinhos.
~~~

Luísa disse...

Maravilhoso!
Só conheci assim parecido o telhado do moinho de Aboim.
Mil beijinhos, com legitimas saudades

João Menéres disse...

MAJO

~~~~~

Muito obrigado pelo comentário.

Vou socorrer-me da Wikipédia para saberes algo mais ( eventualmente ) :

" As origens do Mercado do Bolhão, um dos edifícios mais emblemáticos da cidade, remontam a 1839, quando a Câmara do Porto decidiu construir uma praça em terrenos adquiridos ao cabido. Neste local existia um extenso lameiro, atravessado por um regato que ali formava uma bolha de água, de que resultou o nome do mercado,'Bolhão'. Alguns anos depois, esta praça foi melhorada com a construção de rampas de acesso e barracas de madeira no corredor central do mercado. Mais tarde, no início do século XX, os dirigentes da cidade decidiram construir fora do burgo um novo mercado, de forma a assegurar o abastecimento de alimentos que permita a expansão da cidade, foi então que em 1910 surgiu um ante-projecto do arquitecto Casimiro Barbosa, que previa um edifício com duas alas, tendo a Rua de Sá da Bandeira como eixo central. Contudo este projecto foi abandonado por razões económicas, acabando por ser construído, em 1914, o actual edifício, num projecto desenhado pelo arquitecto Correia da Silva. Tratou-se de uma obra de vanguarda para a época, devido à utilização do betão armado em conjugação com estruturas metálicas, coberturas em madeira e cantaria de pedra granítica. Ao longo da sua história, o mercado foi sofrendo algumas alterações, ocorrendo na década de 40 a construção do piso que divide o edifício, fazendo a ligação das entradas entre as ruas Alexandre Braga e Sá da Bandeira. "

Quanto às madeiras : É uma vergonha, agora com tantas empresas ditas especializadas no tratamento da madeira, verificar-se que a qualidade da madeira usada há cem e mais anos é incomparavelmente superior à das ditas tratadas !...
E tudo assim é.
Operários que tinham brio no seu trabalho !

Um beijo.

~~~~~

João Menéres disse...

LUÍSA

Creio não conhecer o moinho de Aboim, mas vou ao Google !...

As saudades ?
- Recíprocamente legítimas !

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

LUÍSA

E já fiz a estrada Póvoa de Lanhoso / Cabeceiras...

Ana Freire disse...

Nunca adivinharia, que seria no Bolhão... mas a estrutura labiríntica... é qualquer coisa de admirável... e a sua imagem, João, captou-a de uma forma impecável, com uma iluminação extraordinária...
Deixe lá, João... nos próximos 2 dias, também estarei muito ausente da blogosfera... este mês, será muito preenchido, e atarefado, antes de me ausentar em Agosto...
Beijinhos! Continuação das suas melhoras...
Ana

Espero conseguir amanhã, finalmente, arranjar um tempinho para ir aos Correios...

ana disse...

Fantástico. Também nunca diria que era no Bolhão, embora na época se usasse este material de construção.

Beijinho e parabéns pela fotografia. :))

Luísa disse...

Terás que voltar a fazer essa estrada. Aproveita e faz um desvio pr Aboim.
O Moinho foi restaurado e é digno de visita. O melhor desse local é mesmo a paisagem...

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Agradeço-te muito o comentário.
Em princípio, só postarei no próximo sábado.
Às tardes vou para a Boavista continuar a ingrata tarefa de ver o muito que é para o lixo.
Mesmo assim, há sempre muita " trapalhada" a que ao longo de uma vida fui coleccionando e/ou juntando.
E como fui sempre tendo diversos interesses, AGORA é muito árduo.
Tanta coisa que em em diferentes fases tanto significaram para mim...
A colecção de Filatelia ( albuns e caixas e mais caixas de selos ), já foram para a quinta.
Morrerão em dois gavetões, pois não me parece que nenhum dos netos algum dia se venha a interessar.
Folhas inteiras de 100 selos ( NOVOS ) que comprava nos CTT e os Envelopes de 1º Dia de que era assinante...

Etc., etc...

Se a perna deixar, também em Agosto, rumarei a Sul...
E fiquei a ver navios com umas " fériazitas" em La Alberca e em Évora, a caminho do Algarve !
Era o que estava no programa para o mês de Junho...

Um beijo muito amigo e VIVA PORTUGAL !

João Menéres disse...

ANA R. A.

Pois, as casas ditas boas tinham as paredes de granito com cerca de 0,90cm de espessura e as coberturas eram todas muito cuidadas.
Repara que as fachadas azulejadas do princípio do século passado nunca viram um azulejo desprender-se...
Só o vandalismo gratuito venceu nos casos em que tal sucedeu.

Obrigado, Ana !

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Até há relativamente pouco tempo, corria Ceca e Meca.
Agora resguardo-me mais.
Mas pode ser um dia, lá para as vindimas ( o pior é que este ano as chuvas de Maio deram cabo das uvas ! Nem sei se vale a pena vindimar ! ...

Um beijo, ,Luísa amiga.

Maria Gloria D'Amico disse...

Gostei da foto e sei que não ganharia o chocolate, não acertaria.
João, deixo aqui um beijinho para dia serenos e tranquilos.

João Menéres disse...

MARIA GLORIA

Bom...este desafio era muito doméstico, concordo.
Mas fiquei espantado, é o termo, com a resposta acertadíssima do Mário Teixeira Gomes ( e logo 12' após a minha postagem !!! ).

Bem ando a precisar de dias serenos, pelo menos.

Um beijo querida amiga.

Remus disse...

Não... Nunca o descobriria. Nunca vi esses torreões. Nem sabia que eles eram feitos de metal. Por acaso estava convencido que era o ferro e o aço que dominavam o mercado do Bolhão.

E parece que as obras de requalificação do Mercado do Bolhão, FINALMENTE, vão começar no próximo dia 1 de Agosto. Vamos lá ver se é desta.
:-)

Isabel disse...

É uma estrutura fantástica! Mas tem que arranjar aí um concurso mais justo para os habitantes de fora do Porto! Assim não vale! Também quero oportunidade de ganhar um chocolate!!

Estou brincando!

Beijinhos e um bom fim-de-semana:)

Majo Dutra disse...

Fico gratíssima pela informação, João.
Beijinho.
~~~

João Menéres disse...

REMUS

Ver, viu !
Mas que não teve a oportunidade de os apreciar por dentro, pelos vistos é verdade.

Nas partes visíveis deste Mercado do Bolhão, como no do Mercado de Ferreira Borges, é o ferro o elemento predominante.

Caso contrário, é mais uma obra de Santa Engrácia...
Mas, AGORA, há todo empenhamento do Presidente da Câmara, que é uma pessoa altamente empenhada !

João Menéres disse...

ISABEL

Também era só um chocolate...
Mas tens razão, embora nunca possa agradar a gregos e troianos...

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

MAJO

~~~~~~
Nada tens que agradecer, pois faço o que posso e quando posso.

Um beijo amigo.


~~~~~