.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

PISA


© João Menéres



30 comentários:

Silvares disse...

Quando era criança assistia à "pisa" na adega da casa do meu avô (que agora é do meu pai e depois será minha e do meu irmão). Um dia o meu avô deixou de produzir vinho (era demasiado caro), a adega deixou de ser usada para pisas o e ficou uma vaga memória. Hoje regressou, os homens cantavam uma canção que dizia "tira o cavalo da chuva..." não consigo lembrar-me do resto.
Abraço.

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Uma tradição a ganhar novo folego a cada ano derivado do interesse do turismo e que vem sendo explorado pelas quintas no Douro.
Dizem que o vinho fica melhor...
Abraço

Eduardo P.L. disse...

Eu preferiria que fosse pisado por mulheres....

Presépio no Canal disse...

Bela fotografia!
Um dia, gostava de assistir a uma pisa.
Beijinho amigo.

VIPERINA disse...



É pra já!


Remus disse...


Já pisei algumas vezes. Mas ao fim de uns minutos cansa... e ficava logo farto daquilo...
:-D

Isabel disse...

A juventude a recuperar a tradição!


Um beijinho:)

ana disse...

Uma bela foto com flash.
Vamos a ver se lhe atribuem o mérito que merece.
Beijinho. :))

Ana Freire disse...

Como diz a Isabel, e muito bem, a juventude a recuperar... e a prosseguir com a tradição...
Sabe bem, ver gerações distintas, lado a lado...
Parece-me uma bela aposta para o Flinpo... mas como não consta na etiqueta, certamente o João terá outra imagem para tal efeito...
Beijinhos
Ana

João Menéres disse...

RUI SILVARES

Palpita-me que essa expressão tinha um certo sentido...
No lagar não havia mulherio a pisar ?...
Não seriam elas a dirigirem um certo aviso aos rapazes ?

A agricultura é uma actividade que proporciona um alegre empobrecimento.
Exceptuam-se as enormes extensões de vinha ( e nem todas ! ).

Um abraço.

João Menéres disse...

RUI PIRES

Os grandes produtores têm adquirido enormes quintas ( no Douro ) e isso permite-lhes controlar e dominar o sector.
O Enoturismo ou o turismo tem constituído uma vertente interessante e o Mário Ferreira tem dado um impulso importante nesse aspecto.

Um abraço e grato pelo seu contributo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Há muitas !

João Menéres disse...

SANDRA

É fácil !
Basta vires ao Douro na época das vindimas !!!

Um beijo.

João Menéres disse...

VIPERINA

Por uma questão de princípio só respondo a blogueiros ou a anónimos que sei quem são.
Entendido ?

João Menéres disse...

REMUS

A pisa é uma ALEGRIA !

Um abraço.

João Menéres disse...

ISABEL

Estão outra vez a ressuscitar...



Um beijo amigo.

João Menéres disse...

ANA

Já não digo nada, bem sabes !

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Ainda é a minha ideia.
Mas não sou amigo dos flashes...


Obrigado pelo empurrão !

Um beijo muito agradecido.

Silvares disse...

João, talvez esse "tira o cavalo da chuva" fosse dirigido aos homens para que ganhassem juízo. É bem possível. O tempo é terrível para apagar e confundir memórias.

João Menéres disse...

RUI SILVARES

Ou a elas...
Já não digo nada.
Havia ( e há ) grande confusão nos dormitórios...

Luísa disse...

Quanta tradição!
Belíssima faina que guardas no lagar da casa de Basto!
Beijinhos mil por mais uma foto única!

João Menéres disse...

LUÍSA

Obrigado pelas palavras, querida amiga.
Mas sou obrigado a rectificar : Esta pisa é na Quinta do Bom Retiro, no Douro.
O nosso lagar é mais pequeno e em forma quadrada.

Um beijo.

Luísa disse...

Ups! Derrapagem... :-(

João Menéres disse...

LUÍSA

Quem é cobarde diverte-se.
Que esperar de entes desse calibre ?


Um beijo amigo.

Jorge Pinheiro disse...

Respondendo ao Eduardo: as mulheres estavam proibidas de pisar por razões óbvias, ou seja, menstruação.

João Menéres disse...

JORGE

Mas agora não...até porque há TAMPAX.

Jorge Pinheiro disse...

Mas isto foi agora?!

João Menéres disse...

JORGE

Ainda é cedo, Jorge !

Rasuras do Aparo disse...

... movimentos concertados onde a experiência vai marcando o ritmo e ensinando o caminho aos mais novos ...

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Tudo comandado, sem dúvida.
As vindimas são uma FESTA !

Um abraço amigo.