.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

UMA CAMÉLIA ESPECIAL


© João Menéres


FOI CERTAMENTE A CAMÉLIA
QUE PRIMEIRO FLORESCEU 
NESTE OUTONO DE 2014...

E FLORESCEU NO JARDIM DOS JOTAS,

NA CASA DO CAMPO ALEGRE
ONDE SOPHIA SE INSPIRAVA
JUNTO DE UMA JANELA ABERTA.


À MARIA MANUELA :

AUSÊNCIA

NUM DESERTO SEM ÁGUA
NUMA NOITE SEM LUA
NUM PAÍS SEM NOME
OU NUMA TERRA NUA


POR MAIOR QUE SEJA O DESESPERO
NENHUMA AUSÊNCIA É MAIS FUNDA DO QUE A TUA.

( Sophia de Mello Breyner  Andresen. | Porto 1919 / Lisboa 2004 )


24 comentários:

Maria Manuela disse...

Lindíssima !!!
Flor de Inverno, na sua pureza tocante... e doce fragilidade !
E logo no Jardim dos Jotas...
Parece sentir frio... mas as palavras, cantando-a, confortam-na...
Muito boa foto e belas palavras, João !
...........

Que gentileza !
Quanta verdade... em pura poesia, encerram as palavras de Sophia !...
Muitíssimo obrigada !
Um beijinho, caro Amigo.:)

Remus disse...

Já a que tenho no meu jardim, ainda está muito atrasada. Ainda está com as flores fechadas no botão. E agora com esta chuva, duvido que elas floresçam. Acho que vão acabar por apodrecer, porque num outro ano também chuvoso, aconteceu isso mesmo.
:-)

Agostinho disse...

O que o João Menéres é capaz de fazer de uma assentada:
- oferecer uma flor à amiga Manuela;
- evocar Sofia e um lugar mágico;
- mostrar arte fotográfica numa camélia temporã.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

A camélia não foi fácil de fotografar.
O que vale é a intenção, não é verdade ?

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

REMUS

Mal eu sabia o risco que corria...
Tenciono passar lá num dia de sol. Verei como está.

Boa sorte para as suas.

Um abraço.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Na sua generosa leitura, foi três num.
Nem nisso pensei...
Uma puxou à outra, especialmente a poesia !


Mais uma vez agradeço as suas palavras.

ana disse...

Já há camélias?
Que linda! Ainda não as vi este ano.
Beijinho. :))

Luísa disse...

Que bonita camélia, delicadamente captada por ti, senhora das mil e uma belas imagens!
Fantástico!
Beijinhos para ti e para a Maria Manuela.

Isabel disse...

Bela foto!

Um beijinho :)

João Menéres disse...

ANA

Como disse, creio que foi a primeira a florescer !
Mas na Casa do Campo Alegre tudo é espantoso !


Um beijo Amigo.

Eduardo P.L. disse...

Bonita camélia.

João Menéres disse...

LUÍSA

A MARIA MANUELA é uma amiga virtual mas que tem a amabilidade de me presentear com comentários fantásticos, como já deverás ter lido.

Esta camélia e o poema da AUSÊNCIA têm um significado muito particular.

Um beijo e muito obrigado.

João Menéres disse...

ISABEL


MUITO OBRIGADO !

Um beijo ( já chegou aí o frio ? )

João Menéres disse...

EDUARDO

Obrigado.

Li Ferreira Nhan disse...

Bela imagem!
Camélia rosa não conhecia; muito linda e delicada!
Beijo querido!

Isabel disse...

Começa a chegar...
Mas ainda não comecei a acender os aquecedores, nem a lareira. Quando começo, já não os largo. Sou muito friorenta, por isso é que não gosto do Inverno:(

Um beijinho :)

Ana Freire disse...

Uma camélia especial, captada de uma forma especial, com toda a delicadeza, cuidado, e carinho.
Uma saudade que se sente, através do seu olhar...
A foto está linda, João!
Um beijo
Ana

João Menéres disse...

LI

Aqui no Norte de Portugal há grandes conhecedores ( não é o meu caso ) e coleccionadores ( ? ) sem fim !

Obrigado e im beijo, Li querida.

João Menéres disse...

ISABEL

És tu e eu !!!

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

ANA FREIRE


Naturalmente que apreciei o teu comentário !
Em princípio, as camélias florescem daqui a 2 ou 3 meses.
Daí a minha especial atenção para esta.

Obrigado pelo comentário.

Um beijo.

Jorge Pinheiro disse...

são flores fantásticas. Densidade, leveza, beleza.

João Menéres disse...

A estranha beleza do ser...

Rute disse...

Que post tão bonito e tão romântico...Gostei tanto de TUDO!

1 beijo:)

Kaipiroska disse...

Já as que temos no terreno aqui ao lado de casa ainda estão bem envergonhadas. Nem vê-las por enquanto...