.

sábado, 12 de julho de 2014

A CAMINHO DA SÉ


© João Menéres


A CAMINHO DA SÉ.

EM PRIMEIRO PLANO, A ESTÁTUA EQUESTRE DE VÍMARA PERES,

DE AUTORIA DE BARATA FEYO, DATADA DE 1968.

MAS QUEM FOI VÍMARA PERES ?

( VOU CITAR CÉSAR PORTUENSE  ) :


Entre as suas obras consta ainda a da fundação de um pequeno burgo fortificado, junto de Braga,  a que deu o nome de Vimaranis - que então significava "terras de Vimara" - e haveria de se transformar na cidade de Guimarães e berço de Portugal.

 Vímara Peres morreu no ano de 873, em Guimarães, contava apenas cinquenta e três anos de idade.

Quem passar junto da Sé do Porto pode admirar a monumental estátua que da sua imponente figura fez Barata Feyo em 1968, mil e cem anos portanto depois da libertação do burgo portucalense do jugo muçulmano.


8 comentários:

Maria Manuela disse...

João, gosto muito desta imagem !
Grande perspectiva ! E "movimento" !...
Esta bela curva ameniza a vetustez do granito e do bronze destes dois marcos fundamentais da cidade !
E este céu... a par do verde da árvore e de um sempre a subir, em passos e passinhos...(estes bem firmes, também !) conferem vida ao local milenário e perene actualidade !
Coincidência feliz, muito bem captada pelo olhar de sempre !...
Beijinhos. :)

Isabel disse...

Bela foto!
A Sé é uma maravilha!

Um beijinho:)Bom sábado!

ana disse...

A Sé é linda.
Já passei por Vímara Peres e prestei-lhe a justa homenagem.
Beijinho. :))

Ana Freire disse...

Só me ocorre, uma palavra para classificar, esta foto, João: DESLUMBRANTE!
E acho que fica tudo dito...
Beijos, João, amanhã por aqui estarei... provavelmente mais no final da tarde, com mais tempo, disponibilidade... e sinal na Net... no sítio onde estou, ao fim de semana... se falhar a promessa... sem falta depois, por aqui, depois das 22.30H.
Ana

Li Ferreira Nhan disse...

Ouvi, na última viagem, algo sobre as estátuas equestres e a simbologia do posição das patas do cavalo. Desde então quando vejo uma logo fico a pensar...
(Quando as quatro patas do estão no chão, significa que o homenageado morreu de causa natural. )
:)
Beijo querido!

Remus disse...

Gostei muito da luminosidade que existe na fotografia. Na minha opinião está muito harmoniosa.
O enquadramento também foi bem pensado e estudado, com o caminho a também ganhar protagonismo.

João Menéres disse...

AOS SEIS COMENTADORES

Muito obrigado pelas vossas palavras sempre tão amigas.
A cada um agradeço o que escreveu.

Beijos/Abraço.

Agostinho disse...

É sempre bom dar a conhecer da História para que se saiba do chão que pisamos.
E boa fotografia pelo enquadramento escolhido.