.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

GUIMARÃES


© João Menéres

DAQUI A UM MÊS, O CASTELO DE GUIMARÃES
E A CAPELA DE S. MIGUEL DO CASTELO
JÁ NÃO TERÃO AS FOLHAS A LIMITAR
A VISIBILIDADE DE QUEM SE DEBRUÇOU 
DE COSTAS PARA CONSEGUIR ESTE CONJUNTO.

24 comentários:

Rasuras do Aparo disse...

... escondidos pelo tempo que os fará surgir ... quando os dias se tornarem mais pequenos ... evocando a sua proteção durante as longas noites ...

Remus disse...

Estive aqui a "imaginicar" de que sitio é que esta fotografia foi tirada.
Subir a uma árvore, não ache que tenha sido. Mas é possível. :-P
Mas acredito que deve ter sido a partir de um dos edifícios adjacentes a essa zona.
E que bem que ela ficou. O enquadramento acho que está perfeito e bastante harmonioso.

Carolina Tavares disse...

Gostei imenso de conhecer estes lugares no Outono. Um lindo país, berço de seu início.

Li Ferreira Nhan disse...

A passagem do tempo, as estações... Para nós isso é muito abstrato.
David Hockney disse que quando viveu na América notava que só haviam 2 estações. Quando retornou a Inglaterra pode novamente vislumbrar o espetáculo da passagem do tempo. E pintou essa maravilha. Muitas vezes!
E você registra o tempo. E nos presenteia.
Obrigada João!
Beijo querido.

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Quando as árvores se despirem...


Umm abraço grato.

João Menéres disse...

REMUS

Do local de onde a fiz, era o único que proporcionava uma vista mais global.
E, como digo, tive que me esticar todo para fora de costas !
Seguirá mail.

Obrigado e um abraço.

João Menéres disse...

CAROLINA TAVARES

Aqui, no Grifo Planante, tens muitos lugares para visitar...

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

LI

Em Portugal, nas últimas décadas, também as QUATRO ESTAÇÕES se diluem.
Já não é como antigamente, Li querida.
A Primavera e o Outono são muito curtas expressivamente.
Só o Inverno se prolonga, se arrasta como um verme.
O Verão é variavel, sobretudo no Norte
( muito incerto ).
Um beijo e obrigado por teres falado no Hockney !

Questiuncas disse...

Daqui a um mês, se calhar, o céu não vai estar assim tão azul, mas de certeza que o João iria aproveitar o céu da melhor forma.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Vai haver dias soltos de Sol...
...mas também esta é bem diferente de milhares de outras...

Um abraço e obrigado.

Eduardo P.L. disse...

A vida de fotógrafo é dura....

João Menéres disse...

EDUARDO

Às vezes...

Marco C. disse...

uma das cidades mais fotogénicas que temos!

João Menéres disse...

MARCO C.

Concordo inteiramente consigo.


Um abraço.

ana disse...

Um belíssimo conjunto. Nunca tinha visto com esta perspectiva.

Adorei a janela: magnífica.
Beijinho. :))

myra disse...

amo adoro castelos!!!!!
bjos

Maria Manuela disse...

Oh, João, como é "debruçar-se" de costas?
Que nova acrobacia é essa? Muito cuidado para evitar, de novo, um mau jeito!!!... que não daria jeito nenhum!...

Linda, esta Foto, em "degradée" de formas... (se é que existe a expressão...), entre este belo azul que se despede e um verde que, dentro em pouco, também não escapará...
Um ângulo raro, este, se não único!...
Lindo, João, andar atrás do Outono, antes que ele se vá!
Um beijinho e bom domingo

PS: Só esta tarde me trouxeram o pc recuperado da avaria.

Luísa disse...

Muito bem!
Então não arriscaste!!!
Muito bem! Muito mal...

A foto ficou bonita, sem dúvida!
Haja verde a iluminar as paredes seculares de um dos mais emblemáticos castelos da cidade berço.

Beijinhos mil

João Menéres disse...

ANA

Quanto à perspectiva, sei que não !

A janela é mesmo um amor, não é ?

Um beijo.

João Menéres disse...

MYRA

Então vais ter mais para apreciar aqui !


Um beijoooooooooooooooooooooooo

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Em vez de pousares o peito, pousas as costas e e esticas-te o mais possível para fora.
Não tenho vertigens, mas se tivesse acho que eram superadas !
Gostei desse teu "degradée de formas" , olá se não gostei !

Parabéns e boa sorte com o conserto do pc.

Um beijo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Não arrisquei mesmo nada !
Fico contente por teres gostado : Tinha que"inventar" uma maneira de fotografar daquele ponto e justificar a simpatia de quem me conseguiu um guia amabílissimo.

Um beijo muito agradecido.

L.Reis disse...

Já percebi que isto não entra na categoria de "fotografia" mas sim de "atividade radical"... :D
Mesmo que as costas tenham sofrido com tal tratamento, valeu a pena, para tal ponto de vista!

João Menéres disse...

L. REIS

Nada de radical, acredita !
Apenas uma forma que encontrei de me esticar sem ser sobre o abdómen...
Foi rés vés campo de ourique !
Não dava mais.

E já tinha feito a visita TOTAL ao Paço Ducal !...

Um beijo muito nobre.