.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

OLHARES

© João Menéres



ENTRE O IR E O VIR, HÁ QUE OLHAR.

14 comentários:

Luísa disse...

Palas prefuradas de bom gosto arquitetonico!
Se o olhar for assertivo, verá o sol que espreita envergonhado!
Mil beijinhos com votos de uma excelente semana!

ana disse...

O olhar prende-se nos pequenos pormenores... Às vezes grandes.
Beijinho. :)

myra disse...

como sempre foto esplendida!!!

Maria Manuela disse...

...Há que olhar e captar... e dar a ver... tão delicada "renda"...
Grande detalhe! Grande imagem! Grande olhar!...
Um beijo maravilhado!

João Menéres disse...

LUÍSA

Obrigado, mas mais ser uma semana muito preenchida...
4ª feira, parece que vamos ter SOL !

Um beijo.

João Menéres disse...

ANA

Na verdade, achei interessante esta pala !

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

MYRA

Sabes, Myra, são imagens obtidas de passagem...


Um beijoooooooooooooooooooooooooooooooo

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Dá ideia de uma renda, na verdade.
Estava à procura de outra coisa e deparei-me com isto a uma certa distância.
Foi a 1ª do dia 12, depois do Encontro da véspera.

Um beijo muito amigo.

Remus disse...

«ENTRE O IR E O VIR, HÁ QUE OLHAR.»
A essa descrição, acrescentaria também o filtrar.
"Entre o ir o vir, há que olhar e filtrar."

E aqui, o amigo João filtrou muito bem. Já que na fotografia, só está aquilo que realmente é preciso. A composição foi resumida ao mínimo dispensável, para criar um grafismo com impacto visual.
Bom trabalho.

João Menéres disse...

REMUS

Há muito, meu caro amigo, que estou habituado a filtrar muita coisa na vida. Os meus Pais ensinaram-me, ainda bem criança, a ter atenção aos amigos que iria fazer pela vida fora.
E, abençoada hora em que tal questão foi posta !
O que não interessa, não deve acompanhar-me, nem àquilo a que hoje me dedico com tanta alegria :
A Fotografia.

Muito lhe agradeço a generosidade do seu comentário.

Um abraço e uma semana em que o Sol se fixará na 5ª feira.

Tété disse...

Venho atrasada e hoje não tem a ver com o post.
Estive a pensar se deveria confessar o meu desalento, mas não me contive.
Então em Lisboa no dia 11 e nem um alô? Poderíamos apenas ter um olá de 1 minuto porque longe de mim querer intrometer-me na roda dos seus amigos.
Este desabafo é apenas porque gosto de si e tenho pena de, depois de tanto tempo, não o conhecer pessoalmente.
Releve o desabafo, está bem?
Um abraço virtual, como de costume.

João Menéres disse...

TÉTÉ

Claro que tens razão !
A culpa é de eu não me lembrar quem é exactamente daqui ou dali...

Se no dia 11, não tive um minuto disponível, tive toda a manhã no Parque das Nações, pois fiquei no TRYP e vim no Alfa das 14:e qq coisa.
Se calhar até podias ter ido ter comigo !...

O Encontro não foi organizado por mim e, por isso, não meto prego nem estopa.

Um beijo e, AGORA, perdoa-me !

Anónimo disse...

... e ela engalanou-se com aqueles colares de pérolas ... sabendo que eu a estava a olhar ... de cima ...
T

João Menéres disse...

> T <

Por acaso, foi de baixo. Normalmente, nesses casos, bem mais interessante...

LOL


Um abraço, meu amigo.