.

terça-feira, 30 de abril de 2013

O CASTELO DA LOUSÃ

© João Menéres


Por estranho que pareça, este castelo

situa-se no fundo de um vale,  junto ao Rio Arouce.
Pela sua situação, a sua construção não teria 
como objectivo a defesa militar do que quer que fosse.

Uma lenda,  já com longa história, fala-nos que

o rei Arunce tinha uma bela filha, Peralta, de seu nome.
Para preservar o seu imenso tesouro ( era rei de Conímbriga ) e
a sua formosa filha, de um numeroso e perigoso
grupo de assaltantes, retirou-se para este refúgio bem guardado
pela densa vegetação que então ( e mesmo agora...)
o protegia de olhares indiscretos.



© João Menéres

Visto de nascente, sobressaiem dois cubelos semicilíndricos
que protegiam a entrada de intrusos.
Também são "visíveis" os eirados dos cubelos, 
ou mais precisamente, os degraus que 
levam à pequena torre de menagem.



© João Menéres


Esta imagem foi obtida lá do alto,
no Santuário de Nossa Senhora da Piedade.
Subimos, subimos e lá chegámos 
sem especial cansaço.

Vemos aqui, que o castelo é todo
construído com o xisto da região.
Também podemos ver bem
a única linha branca ali existente :
A ombreira da porta da torre de menagem.



NOTA : Para quem desejar ir até ao castelo, 
à saída da Lousã, sugerimos que opte pela 2ª saída
que indica Praia Fluvial e Restaurante ( óptimo ! ).
De preferência, deve evitar os fins de semana e os dias feriados.
Se a estrada é boa, lá nos termos, tanto junto ao castelo,
 como junto à praia, o parque tem pouca capacidade.

*****
COMENTÁRIOS QUE MERECEM UM POST :

A nossa postagem de ontem, mereceu da LINA VILAÇA
o seguinte comentário :

Abrem em leque as flores que desabrocham e mostram-se esbeltas ao mundo!
Este teu olhar de perto foi ascendente, rumo ao rosa que desperta!

18 comentários:

Questiuncas disse...

E fotografia a fotografia, vai o João mostrar-nos o belo Portugal desconhecido que temos.
Acompanhado de úteis conselhos.

Ana Bailune disse...

Um castelo maravilhoso, onde provavelmente, ainda moram os sonhos da garota.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Por isso o GRIFO PLANANTE tem diversas vertentes.

Procuro também dinamizar através de possíveis diálogos e troca de impressões.
Em suma, interacção entre vários dos meus seguidores.
E vou conseguindo aos poucos, embora não seja nada fácil.

Um abraço e obrigado.

João Menéres disse...

ANA BAILUNE


Coitada da Peralta...
Para ali isolada...embora o local seja maravilhoso !
Que sonhos poderia ela ter ?


Um beijo amigo e grato.

Anónimo disse...

... é aqui ... será aqui ... que depois de justo e sábio julgamento será enclausurada (L.R.) em cumprimento de pena ...
T

Maria Manuela disse...

Três óptimos olhares de Grifo, planando, ao sabor das "vertentes"...
...E eis que um castelo "sui generis", densamente protegido por muralhas de verdura, nos faz sonhar...e surge uma princesa, cuja beleza, espreitando naquela porta da torre, a fez dela prisioneira...
Irónico, por vezes, o destino...

Gosto, especialmente, da imagem de cima pelas nuances maravilhosas dos verdes, pela luz e pelas sombras...
Lindo, João!
Um beijo e obrigada pelo passeio

Maria Manuela disse...

João, no meu comentário acima, refiro-me à princesa da lenda...

ana disse...

Uauuu... belíssima.
Extraordinária esta fotografia. Chegou a ir ao Talasnal?

O restaurante "Burgo" é excelente. Já não vou lá há muito tempo.

Estou rendida. :))
Beijinho.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Belo o teu comentário romanceado !

A imagem de cima foi feita do miradouro na estrada que refiro. Quer tal dizer que existem milhões iguais !
Destes milhões, 90% foram feita à tarde, enquanto esta, como podes confirmar, foi feita ao fim da manhã, ou seja, é igual em perspectiva a muitas centenas de milhares !!!...
As outras duas é que serão MENOS vistas.
Uma, porque é feita lá do Santuário. A outra, porque foi feita a seguir ao parque de estacionamento, numa altura em que poucos ainda pensam em fotografar.

Nada tens a agradecer, pois é sempre um enorme prazer retribuir, modestamente que seja, a quem me deu informações que guardei bem.

Um beijo.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA


Tinha que ser, não era ?
As brincadeiras que o REMUS e EU temos tido com
a L. REIS ( do Digit@l Pixel ) não passam de uma preciosa interacção que muito aprecio poder ter com alguns dos SEGUIDORES ( dela, meus e dele e ...venham mais ! ).

Outro beijo.

João Menéres disse...

ANA

Quando puderes ver os comentários da minha postagem do dia 24, terás lá a resposta...

No dia 16, tentei jantar lá no Burgo, mas estava fechado.
serviam o jantar no dia 18.
já eu estava no Porto.
mas dois dos meus filhos gabam-no muito e, além disso, tenho outras referências.
a localização também é magnífica...

Nunca te rendas...


Um beijo muito amigo.

Anónimo disse...

Lindas imagens acompanhadas da bela narrativa! Muito bom! Conhecendo mais as histórias de Portugal!
Grande beijo João!
Li F N

João Menéres disse...

LI

O texto é muito sintético. As pessoas não dispõem de tempo para ler muito texto.
Por isso, querida LI, coloquei apenas o suficiente para tentar despertar as pessoas a quererem saber mais.

Obrigado pela tua presença a fazer companhia à bela Peralta e a mim !

Um beijo, Amiga Li.

Luísa disse...

Tão verde!Tão escuro! Tão fechado lá em baixoooooooo!
Empedrado, submerso e no fundo passa um riacho!

Beijinhos mil!

João Menéres disse...

LUÍSA

Já te respondera...
mas, por certo, não cliquei no PUBLICAR !...

Tão verde, é verdade.
Tão escuro, de noite é !
Tão fechado e tão lá em baixo, também é verdade.
Mas é um SÍTIO encantador.
Próprio para se levar uma princesa !


Um beijo muito amigo.

myra disse...

magnifico castelo, magnificas fotos!
bjos

Remus disse...

Desconhecia por completo da existência deste tesouro arquitectónico e cultural.
E ver estas fotografias aguçaram-me o apetite.
Já coloquei a Lousã na lista dos locais a visitar.

Conceição Duarte disse...

Interessante imaginar a vida do dia a dia num Castelo dessa época... tão longe de nós...

Lindas imagens, João!!

CON

PS Beijos