.

terça-feira, 10 de abril de 2012

PARA QUE SE NÃO ESQUEÇAM DO BLOGUE GRIFO PLANANTE...

© João Menéres




NEM SEMPRE A VIDA É COR DE ROSA...

59 comentários:

Selena Sartorelo disse...

O azul que lhe cai muito bem.

Beijos João.

ana disse...

Gostei da expressão captada.
Beijinhos e obrigada pela ajuda!:)

Dona Sra. Urtigão disse...

Esquecer ? Jamais !
Só que venho calada...

Rute disse...

Como poderia esquece-lo?!!!!....

1 beijinho carregado de amizade:)

Isabel disse...

Para muitos a vida não é nada cor-de-rosa, infelizmente.
Um beijo

Luísa disse...

Permites-me divagar, GrifoPlanante?
Permites que deixe um olhar de perto, na imagem que nos ofereces?
Grata pela permissão...
Bjnhs

"Tenho uma ar cansado,
de olhar silencioso e sorriso calado!
Tenho na pela as amarguras da vida,
e nos fios de cabelo a cor da despedida!
Resta-me o vazio de ver as ruas cheias sentado neste meu banco de jardim..."

BRANCAMAR disse...

Muito boa a fotografia e a expressão da vida que contém...
A vida nem sempre é cor de rosa e para alguns nunca é.

Há tanta gente sentada em gabinetes a fazer leis, que nem imagina a dor que vai por aí...

Beijos

Luísa disse...

Brancamar,

há tanta gente com olhos e não vê...e são esses os que estão sentados a fazer leis!
Beijinhos

myra disse...

esquecer de voce, impossivel, que fantastica foto, que bem agarrou esta expressao deste senhor!!!
beijao

João Menéres disse...

MYRA

A cara deste senhor exprime uma triste verdade :
A VIDA PASSOU AO SEU LADO...

Infelizmente, nem para todos a vida é cor de rosa !


Um beijo, querida Amiga.

expressodalinha disse...

Sim, a expressão não engana. A fotografia capta a realidade magistralmente.

A Luz a Sombra disse...

Uma excelente fotografia, bem definida.
Abraço
Maria

Remus disse...

E alguma vez a vida foi cor-de-rosa?
Só se for nos contos de fadas.

Eu acho que a vida é cinzenta, com uma ligeiros pontos de cor ali e acolá. E este senhor dá-me razão.

Li Ferreira Nhan disse...

Esquecer?
Querido João você é inesquecível!
Um beijo com muita saudade!


A vida é sempre colorida!
;)

Fatyly disse...

Estive imenso tempo a olhar para o rosto deste homem sofrido e marcado pelo tempo...ah como vi tantos e tantos assim e até nem reconheço o meu no tempo da guerra...mas apesar de tudo...não vejo nele a opacidade no olhar de quem as lágrimas secaram, mas uma curiosidade pelo que rodeia o que já não é mau ao contrário de muitos outros, porque de facto a meu ver os olhos são o espelho da alma...

Nem sempre é cor-de-rosa...mas todos os dias existem flashes de algo mais colorido.´, basta estarmos atentos!

É a minha leitura e já me instalei no teu blogue:)

João Menéres disse...

Hoje, dia 11 de Abril, foi especial.
Aguardo pelo 11 de Abril de 2014 !

...serão as BODAS DE OURO !


Amanhã, agradecerei os COMENTÁRIOS, mesmo que só faça 3 ou 4 Visitas !!!!!!!!!!!!!!

CONCEIÇÃO DUARTE disse...

Linda expressão dele.
bjks João!

Anónimo disse...

... a vida é um composto de cores, traduções de sentimentos, ocorrências , tropeções e por vezes enganos ... a alguns ... a maior parte será sempre uma luta contra contra a adversidade a que os doutos os condenam ... outros fugazmente ... conseguem vislumbrar o arco íris...
T

mfc disse...

Pois não é não...
Aliás poucas vidas são cores de rosa!
A felicidade acontece a espaços...
Um grande abraço.

Li Ferreira Nhan disse...

Parabéns ao casal já quase de ouro!
Beijos aos dois!

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente fotografia....
Um abraço

FAIRES disse...

Bodas de ouro????
Terão casado aos quinze???
Um grande abraço para os dois e que a vida vos traga aos dois toda a felicidade e saúde do mundo.
Um grande abraço para o João e se me permite um beijinho para a esposa. Parabéns aos filhos e netos pelos maravilhosos pais e avós que têm...

FAIRES disse...

Quanto à imagem...
A Vida não lhe passou ao lado, mas sim bem por cima. Foi atropelado.
Uma expressão de profunda amargura e desilusão...
Um Homem cuja Vida quase sempre não lhe sorriu.
Espero estar completamente enganado...
Abraço,
Fernando

expressodalinha disse...

Então parabéns aos dois. Essa maturidade não vou conseguir.

A Luz a Sombra disse...

Foi então um aniversário daqueles "raros"...!
Sinceros desejos da continuação da felicidade que por aí existe.
Abraço aos dois.
Maria

João Menéres disse...

SELENA

O AZUL ?

Onde está, onde o viste ?

Um beijo.

João Menéres disse...

ANA

1) Obrigado.

2) Sempre cao nteu dispôr noque me seja possível.

Um beijo

João Menéres disse...

DONA Srª URTIGÃO

Nunca se sabe, quando os comentários ( que eram habituais ) começam a ser muito raros...

Mas, então, OBRIGADO !

Um beijo.

João Menéres disse...

RUTE

Eu também não esqueço o teu blogue !
Mas, os teus poemas são tão pessoais que me intimidam...


Um beijo.

João Menéres disse...

ISABEL

Ai não é não, Podes ter a certeza que é o caso do dono deste rosto !

Um beijo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Queria COPIAR o teu comentário para o transcrever AQUI.
Mas, por razões estranhas, não estou a conseguir !!!
Estou muito limitado neste pc formiga.
Foste muito certeira nas palavras e na mensagem.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

BRANCA

Para este, NUNCA FOI, por certo !
E, de certeza, que nunca o será !

Mas podes estar descansada : Está em boas mãos.

Um beijo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Sei que compreendes a situação deste ROSTO.

Felizmente que existem Organismos que, dentro das possibilidades - sempre relativas - desempenham a função com toda a EFICIÊNCIA !


Um beijo.

João Menéres disse...

MYRA

Infelizmente foi fácil apanhar esta expressão...


Um beijoooooooo

João Menéres disse...

JORGE

Até dá a idéia que me acompanhou !...

Obrigado.

João Menéres disse...

MARIA

Obrigado pelo comentário elogioso.

Um beijo.

João Menéres disse...

DEVIDO AO ADIANTADO DA HORA,
CONTINUAREI OS AGRADECIMENTOS
6ª feira.
SEM FALTA !

Obrigado pela compreensão.

George Sand disse...

Há espaços e pessoas impossíveis de esquecer.

E a vida passa ao lado de tanta gente...infelizmente.
Bom que o seu olhar também veja isso.

João Menéres disse...

RREMUS

Quem na sua vida encontra uns pingos de cor tem obrigação de os
valorizar e sentir-se FELIZ.
Há dramas que nos cercam e nem damos conta da desgraça alheia, tão preocupados estamos com o nosso
viver.


Um abraço.

João Menéres disse...

Li

Obrigado por essas pinceladas que dás e que tanto valorizam o GRIFO !

Tenho procurado não estar tão ausente quanto anunciara.
Mas, com AMIGOS assim, como resistir ?

Um beijo, querida Amiga.

João Menéres disse...

FATYLY

No CINZENTO da mente deste rosto, lá surge um sorriso de quando em quando...
Saberá ele a razão ???...

Um mero cigarro que se lhe ofereça é já motivo de um vago sinal de felicidade.


Obrigado por seres minha SEGUIDORA ?

Quem será o 450 ???


Um beijo.

João Menéres disse...

CON

E quem saberá o que lhe vai na mente ?


Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

> T <

Este ser humano a que pertence o ROSTO desta postagem é vítima inocente.
Como ainda tenho mais dois rostos para colocar num futuro breve, não quereria adiantar muito mais.

Um grande abraço e o meu obrigado por COMENTAR aqui no GRIFO PLANANTE

João Menéres disse...

MFC

Agradeço a leitura da minha resposta imediatamente acima
( ao > T < ).

Um abraço.

João Menéres disse...

Li

Vou guardar, desde já, as tuas FELICITAÇÕES !

MUITO OBRIGADO !!!


Um beijo.

João Menéres disse...

CHANA

Agradeço a QUALIFICAÇÃO !

Um abraço.

Fernando Reis disse...

Esquecer o grifoplanante? fora de questão.

Já o disse mais vezes: este blogue, para mim, foi e é uma referência. Através dele e do seu autor, cheguei melhor e mais depressa a outras paragens, pude aprender e evoluir em muitos sentidos.

Obrigado João por teimar em manter este espaço.

João Menéres disse...

FERNANDO

Eu tinha TRINTA...

Obrigado pelos elogios.
Graças a Deus, tenho uma FAMÍLIA
verdadeiramente 5* !

O ELO MAIS FRACO, naturalmente, sou eu.

Um abraço muito grato.

João Menéres disse...

FERNANDO

Quanto à pessoa aqui retratada, o seu comentário, infelizmente, está correcto...
Não foi meramente atropelado. Foi esmagado pelo destino !

Um abraço.

João Menéres disse...

JORGE

Muito obrigado pelas felicitações !
Não vai conseguir ???...
Conheço casos de longevidade e o Jorge e a Fernanda reunem tudo para atingirem essa fase bonita.

Um abraço.

João Menéres disse...

MARIA

Deus re ouça !

Muito obrigado pelas palavras tão amigas.

Um beijo.

João Menéres disse...

GEORGE SAND

Obrigado por te teres também vindo à nossa FESTA !

O meu olhar, habitualmente, procura um mundo mais feliz.
Mas, desta vez...


Um beijo.

João Menéres disse...

FERNANDO REIS

Estou desvanecido com tanto elogio que dirige ao GRIFO PLANANTE !

Como sou Escorpião, também teimo ...

Grande e agradecido abraço.

AvoGI disse...

bodas de ouro matrimoniais? atao eu espero para te dar os parabens no dia certo
e sim há dias especiais
kis .=)

e essa cara nao me é estranha
kis :=)

João Menéres disse...

GISELDA


Serão daqui a dois anos !...


Quanto ao Rosto, duvido francamente,

Um beijo.

Selena disse...

Nas letra João. Nas letras.

Beijos.

João Menéres disse...

SELENA

Quanto distraído sou !...
Só procurava na imagem o AZUL que referias !!!...


Mereces dois beijos por me teres "apanhado".

Selena disse...

João! De distraído não tens nada. Conheço poucas pessoas alertas como você.Conheço pouco as pessoas é certo. Porém as observo bem, sem pressa e com bastante atenção. Sou paulistana sabe, e paulista também. Temos a desconfiança como maior característica por sermos exatamente o oposto. Um povo de boa fé, É assim que o caipira se conhece. Alguns os chamam de lavradores ou camponeses.Algo a ver com confraria João. Um mesmo organismo que independe o tempo, a distãncia ou a função. Existe nesse rosto, reconhecmento.Nasci no interior do Estado e há trinta e três anos moro na Capital. Dentre esse morei quase vinte anos na Grande São Paulo, um cidade dormitório, termo usado para os municipios que ficam locazidas no limite da Capital, onde até hoje moram meus país. Esses municipios cada qual tem sua prefeitura .Diferente dos bairros preriféricos que tem em comum o mesmo governo.Vou confessar uma coisa João, gostava mesmo , gosto ainda mas é do interior, a cidade onde nasci e as que conheço por lá...lugares com ruas largas, praças e igreja matriz. Dirigi-se horas às vezes de uma cidade para outra...a paisagem é linda...Gosto muito do mar, do litoral,são elementos que me fascinam, mas gosto ainda mais do campo, do cheiro da terra. Ah João...sou caipira por opção. Conheço esse rosto, pois me identifico com ele, gente que senti a vida passar com calos nas mãos... São Paulo por outro lado é uma cidade linda, mas impessoal infelizmente... Ah, meu amigo João, em rosa te digo o quanto o respeito querendo-o assim tão bem. O sincero bem querer que aceita teus comentários tão carinhosos, feitos de maneira amiga e tão correta. Não sei se os mereço João, mas sei que uma felicidade imensa invade meu peito. Hoje ainda mais, pois estou especialmente feliz por tudo e tanto de coisas boas que li por aqui. Ah João!E em azul repito que não é distraído, apenas estava a olhar nesses olhos que tanto tempo trás. Quando o olhar perde o frescor e ganha em vida...

Um beijo meu amigo.

João Menéres disse...

Querida SELENA

Adoro quando te é possível estender o papo!
Estive duas vezes em São Paulo.
A primeira vez, foi já no longíquo ano de 1971...
Fiquei atordoado com a imensidão dessa metrópole !
Na altura, um amigo residente em Sampa, que nos foi pegar ao aeroporto, conduzia com a planta da cidade numa mão e disse que São Paulo tinha uma área equivalente a um quadrado com 50 Km em cada lado !

Eu tinha reservado um hotel 5* muito central e onde ficámos duas noites. Como já não podíamos dispôr desse guia, limitámo-nos a circundar pelas quadras vizinhas, tal o receio de nos perder.
No último mês de Setembro - quando do Cruzeiro que fizémos - desembarcámos no prto de Santos e fomos directos para o aeroporto, onde deixámos a bagagem num cacifo.
Tomámos um taxi que nos levou direitinhos para o magnífico apartamento da PAULINHA CANTO. O Eduardo estava em Imbituba.
A Paulinha é um encanto de pessoa e levou-nos ao MAM deque gostei muito do que vi. Infelizmente, o regresso a Lisboa era nessa mesma tarde e não houve mais tempo, para lá de uma ida a uma lanchonete e logo apanhar outro taxi de retorno ao aerporto.
Pessoalmente, também prefiro cidades mais pequenas ( assim como o Porto, que tem ± 450.000 habitantes ).
Não me lembro de sair de casa, para ir ao centro da cidade ou a outro ponto e não encontrar, PELO MENOS, uma pessoa conhecida !!!...

Quanto a este ROSTO, como tenho ainda outros dois para publicar, então, no último, contarei o elo comum que os liga.
Até lá, SELENA, fica com o AZUL das letras dos meus posts...

Agradeço-te imenso os elogios que me dedicas.
Deus permita que nunca tenhas razão para dizer que estavas errada na tua apreciação.

Um enorme beijo muito amigo, enviado numa tarde cinzenta, fria e chuvosa.