.

quinta-feira, 8 de março de 2012

PORTO MEU

© João Menéres


E A CIDADE ERGUEU-SE DA RIBEIRA
ATÉ AO MORRO DA SÉ...
...DEPOIS FOI - SE ESTENDENDO
PARA ORIENTE,
PARA NORTE
E PARA OESTE,
ONDE PREFERIU FICAR A  MIRAR
O ATLÂNTICO...

28 comentários:

Georgia disse...

Majestosa essa tua imagem, Joao.

Linda, linda!

Os dizeres combinam muito bem.

Abracos

myra disse...

como gostaria de conhecer o Porto...e voce, meu querido Joao!!!

José Luiz Fernandes disse...

A foto é tão boa que eu quase vejo refletida na água a outra margem, onde ficam casas tradicionais do vinho.

Marco C. disse...

grande foto amigo João. Mto bem retratado aqui O Porto

AvoGI disse...

Tu queres fazer concorrencia? é isso? olha lá eu tenho uma mailhinda lá no meu humlilde casebre de uma fotografo (nas horas vagas) será qu eo conheces?
mas a minha fotografia está soberba de cortar a respiração.
E o Porto nao é teu , é nosso, dás-me um pouco dele?
kis :=) (estou a caçoar contigo)

byTONHO disse...



JOÃO

"Não me imPORTO com o teu,
pois, cá, tenho o meu.
Este, aqui, é um Porto Alegre"!

Abraço-tchê!

:o)

Luísa disse...

Posso escrever-te uma carta, Céu Azul?
Serei remetente com morada no Porto do João, código postal Ribeira e endereço superviosionado pelo clérigo!
O selo, será colado pelo sol, num envio postal de ares maritimos do Atlântico!
Na mensagem que te enviarei, darei conta das ruas que me atravessam, das construções ribeirinhas históricas e da Sé que me ilumina!
Olha, Ceú Azul, contarei as canções do Porto, que se cantam bares fora... e dos sorrisos animados que os habitam!
Hoje Céu Azul, vou enviar-te uma carta...



Sempre belas as tuas imagens, SENHOR!Beijinhos mil e muito obrigada por me permitires divagar....

Li Ferreira Nhan disse...

Porto teu,
Porto um pouquinho meu,
Porto nobre,
Porto que acolhe,
Porto que embriaga,
Porto que desvenda,
Porto de partida pra começar a minha história de vida.

Foi do Porto teu
que um vapor cá chegou
e tudo começou.
Amo o teu Porto João!

A imagem é linda
e
sabe a vinho!
Um beijo querido amigo.

byTONHO disse...



Ah! ah! ah! ah!

Esqueci da gargalhada, que demonstra "brincadeira"!

:o)

Ana disse...

Um texto tão "piqueno" e tão grande! Como o nosso Porto, que guardamos tão apertadinho cá dentro para depois dilatar a sua grandiosidade aos nossos olhos :)

João Menéres disse...

GEORGIA

Foi feita no dia em que a Bé Cunha ( uma dos membros do Júri do DESAFIO ) veio ao Porto e em que a conheci.
Tinha que deixar um testemunho da Cidade do Porto à altura da alegria desta blogueira !

Um beijo grato.

João Menéres disse...

MYRA

E quem sabe se um dia não terás essa oportunidade ?
Para mim, seria uma honra e um prazer enorme andar todo o tempo de que dispusesses a guiar-te pela Invicta Cidade !

E conhecer-te seria ALEGRIA que nem calculas !!!


Um beijo.

João Menéres disse...

JOSÉ LUIZ

Muito obrigado pelo elogioso comentário.

Um abraço.

João Menéres disse...

MARCO

Tive sorte com o dia, meu caro.
Agora é muito raro eu sair para fotografar...

Obrigado e um forte abraço.

João Menéres disse...

GISELDA

Em que dia a editaste ?

PORTO MEU foi o título de uma exposição minha.
E REGISTEI o nome, sabias ?

Um beijo e chega bem à tua Ilha.

João Menéres disse...

TONHO

O granito que impera nesta cidade talvez seja responsável pela idéia que as pessoas sejam frias.
Pois, posso garantir-te que há milhares de sorrisos nos rostos dos portuenses !
E se me visses, darias conta que sou um exemplo disso.

O clima ( no nosso Inverno ) é que é muito duro. Tal como o granito...

Mas há o nosso calor humano para procurar BEM RECEBER quem nos visita.

Vem até aqui para comprovares.

Um abração.

João Menéres disse...

LUÍSA

Olha como ecoou em mim a BELEZA DE TUDO QUE ME ESCREVESTE :

> Posso escrever-te uma carta, Céu Azul?
Serei remetente com morada no Porto do João, código postal Ribeira e endereço superviosionado pelo clérigo!
O selo, será colado pelo sol, num envio postal de ares maritimos do Atlântico!
Na mensagem que te enviarei, darei conta das ruas que me atravessam, das construções ribeirinhas históricas e da Sé que me ilumina!
Olha, Ceú Azul, contarei as canções do Porto, que se cantam bares fora... e dos sorrisos animados que os habitam!
Hoje Céu Azul, vou enviar-te uma carta... <

Emocionado pelas tuas palavras, nem sei como te transmitir o que sinto, querida amiga !
Este blogue é teu também, bem sabes que aqui também estás COM UM OLHAR DE PERTO !

Um enorme beijo e MUITO OBRIGADO !

João Menéres disse...

LI
Quando faço transcrições, é porque tudo que eu pudesse escrever não equivaliria ao que recebo por vezes como COMENTÁRIO de visitantes que muito estimo ( para me ficar por este verbo...).
E, penso, que há comentários que são dignos de figurar em " duplicado " num determinado post.

O nosso querido Eduardo, no seu VARAL DE IDÉIAS, tem um item intitulado
COMENTÁRIOS QUE MERECEM UMA POSTAGEM.
Como a estrutura do Grifo Planante é distinta, optei há muito por essa variante, ou seja, transcrever o
COMENTÁRIO QUE MERECE SER SALIENTADO.

Ora vê se adivinhas quem me escreveu esta delícia :

> Porto teu,
Porto um pouquinho meu,
Porto nobre,
Porto que acolhe,
Porto que embriaga,
Porto que desvenda,
Porto de partida pra começar a minha história de vida.

Foi do Porto teu
que um vapor cá chegou
e tudo começou.
Amo o teu Porto João <

JJá descobriste ?

És uma grande amiga
( e no DIA MUNDIAL DA MULHER !...)

Um beijo, enorme para ti.

João Menéres disse...

TONHO


Ah! ah! ah! ah!

Esqueci a seta para baixo que não consegui copiar !

Eu entendi que era brincadeira de um ARTISTA !

Um abraço.

João Menéres disse...

ANA

O que tem graça, é que a imagem estava para sair sem texto !
Depois, pensei : vou à procura de algo antológico...
Mas sem tempo para PESQUISAR, escrevi ao correr da pena.
Saíu isto...
Parece-me que também gosto muito !
eheheh

Um beijo, querida ( E OBRIGADO ! )






Um texto tão "piqueno" e tão grande! Como o nosso Porto, que guardamos tão apertadinho cá dentro para depois dilatar a sua grandiosidade aos nossos olhos :)

FAIRES disse...

O João fotografa como ninguém, e quando se trata do seu Porto, surge a perfeição.
Uma imagem que obriga a parar para apreciar cada pormenor.
Adorei, e o " seu PORTO" além de permitir esta excelência, principalmente merece que tenha dentro de portas alguém que o trate com tanto amor e respeito.
Um grande abraço,

João Menéres disse...

FERNANDO

A Bé ( que não foi aos Encontros de Beja, nem de
Lagos ) viu como eu fiz !
Mas a companhia fez-me esmerar, é claro !

Obrigado pelas suas palavras, caro Fernando.

Um abraço.

A Luz a Sombra disse...

Devia ser proibido fotografar tão bem!
O Porto nas minhas mãos, não o brilho do seu, quase me parece impossível que seja a mesma paisagem que tenho aqui ao lado!
E como eu gostei do pouco tempo que lá estive! Não deu para ir ao Magestic. Mas vou lá voltar... pode crer.
Linda fotografia!
Abraço
Maria

João Menéres disse...

MARIA

Não diminuas o valor das tuas imagens !
Eu tive sorte com esse dia.
Só isso !

FAZ O FAVOR DE, QUANDO RETORNARES, AVISA-ME COM ALGUMA ANTECEDÊNCIA. QUERO LEVAR-TE AO
MAJESTIC, PELO MENOS !

Um beijo.

mfc disse...

Esta patine de um poente lindo tornou o casario ainda mais atraente.
Um abraço, João.

expressodalinha disse...

Um enquadramento clássico com uma luz espectacular. Invade-nos a calma.

Rute disse...

Lindo o Porto visto pelos seus olhos e pelo seu coração...

1 beijo:)

Remus disse...

A luz está fantástica.
Com uma fotografia assim, quem é capaz de dizer que o Porto não é uma cidade bonita?

Só é pena que a ave (gaivota?) tenha sido cortada a meio em pleno voo. :-)