.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

ESPELHO MEU...

© João Menéres





Retrato


Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
- Em que espelho ficou perdida a minha face?







Cecília Meireles 

22 comentários:

Luísa disse...

Magnifica imagem que decora as palavras de Cecília Meireles!
Beijinho terno de bom dia!

Fê-blue bird disse...

Adoro a poesia de Cecília Meireles.
"- Em que espelho ficou perdida a minha face?"

A foto está simplesmente soberba!


Beijinhos

myra disse...

que superlinda foto, meu querido, e amo a Cecila Meireles!!!
beijos

Sandra Rocha disse...

é linda amigo, adoro a perspectiva, está fantástica.
Beijos.

FAIRES disse...

Caro João,
Uma bela imagem tão bem legendada.
Linda perspectiva...
Não conhecia o poema...Gostei...
Vou aprender mais sobre Cecília Meireles...
Um abraço,

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente fotografia e poema....
Cumprimentos

Hellag disse...

a foto está manifica mas adorei MESMo este poema...lindíssimo...e eu que estou caminhando para lá, cada vez mais depressa...um abraço :)

tonhOliveira disse...



"Quando olho no espelho
vejo um edificio alto
"torre de babel"
refletida em minha face
ocupando a casa
que havia em mim...

Espelho espelho meu
onde andará meu EU?"

byTONHO na parede da memória!

Abração!

Refleti,,,

José Jaime disse...

Linda imagem acompanhado de um lindo poema, da eterna Cecília Meireles.
Lembrei-me de um pedaço de um poema do Mário Quintana, intitulado: Auto Retrato.
No retrato que me faço
- traço a traço -
Às vêzes me pinto nuvem
Às vêzes me pinto árvore.
Abraços
José Jaime

Milouska disse...

Olá, João!

Esta foto está espectacular!
E complementada com este poema de Cecília Meireles, mais emocionante se torna.
Um beijo,

Milouska

intimidades disse...

as vezes perdemo-nos no meio do que os outros pensam de nos.
Tenho de comprar um espelho

Linda foto

O obrigada pela visitas ao meu blog
Beijos
Paula

Rute disse...

João
Gostei tanto, mas tanto deste poema!:)

1 beijo

Rute disse...

...voltei para dizer que também gostei muito da fotografia :))

beijo

João Menéres disse...

LUÍSA



MYRA

SANDRA

FERNANDO

CHANA

HELLAG (desde que nascemos...)

TONHO (AGORA és POETA DA PALAVRA?)

JOSÉ JAIME (obrigado pelo Quintana !)

MILOUSKA

PAULA (obrigado por seres também SEGUIDORA)

RUTE + RUTE (se eu não tivesse feito esta imagem, não tinha escolhido o
RETRATO, da Cecília, e por mais quanto tempo não o
conhecerias ?).


NOTA: Esta semana tem sido terrível de trabalho! Obrigações de variadíssima ordem e o dia continua a ter só 24 horas !
Desculpem ver-me obrigado a fazer OUTRO agradecimento deste jeito...
E logo neste post que gostava de tecer umas pequenas considerações sobre o que comentaram e sobre a imagem que fiz ! Mas, de facto, ao ver aquele efeito na fachada LOGO ali me veio à memória o RETRATO, da Cecília Meireles !
Obrigado a TODOS !

Selena Sartorelo disse...

Olá João

Páro diante das imagens que o espelho me mostra e sigo em palavras que a alma grita e padece.
Linda parceria...gosto muito de Clarisse e acho que ela ficaria feliz de ver sua poesia junto com a sua fotografia.

Beijos,

angela disse...

Ficou perfeito João.
E o Tonho se revelou.
beijos

José disse...

Olá,

A imagem reflectida no edifício faz-me lembrar uma acção de marketing.

Cumprimentos,

José

P.S. "acção", porque não vejo a necessidade do acordo

João Menéres disse...

SELENA, querida amiga

Adorei o teu
> Páro diante das imagens que o espelho me mostra e sigo em palavras que a alma grita e padece.
Linda parceria...gosto muito de Clarisse e acho que ela ficaria feliz de ver sua poesia junto com a sua fotografia. <

Estou a ver que estás a aquecer os motores para o dia 28!
A 1ª frase é uma POESIA!

Um grande beijo.

João Menéres disse...

ANGELA

Muito obrigado!

Quanto ao TONHO é um AMIGO!
UM GÉNIO DE AMIGO...

Um beijo grande.

João Menéres disse...

JOSÉ

Dou-lhe as BOAS VINDAS aqui no GRIFO!

Quanto ao reflexo: Bem pensado!

E à ACÇÃO, digo: Nem necessário, tão pouco minimamente bem feita.
Agora, somos nós que não sabemos escrever DE ACORDO...

Um abraço.

Helena Oneto disse...

Magnifico post!! e uma vez mais, o poema vai de mão dada com a imagem.
Um abraço

João Menéres disse...

HELENA

Já tinha saudades...

Um beijo agradecido.