.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

UM SONHO. APENAS UM SONHO.

Foi numa noite de Junho, que um sonho surgiu.

Até hoje não o esqueci.

Era o mar. O mar azul.
Havia uma onda.
Uma onda parecida com as outras brandas ondas.
Mas essa onda trazia, a navegar na sua crista,
um beijo que se agarrava aos seus dedos.
Logo que pude, corri para a praia.

Photobucket
Manhã de maré baixa...

As ondas mal se formavam
e a areia era afagada pela água.


Photobucket


Devia ser a primeira onda...
Fixei o olhar.
As ondas, de tão pequenas,
mal se distinguiam umas das outras.




Photobucket

Entrei lenta e cuidadosamente no mar
para receber o sonhado beijo.


Olhei o fundo do mar.
Só vi bocas desenhadas na areia submersa.
Pequenos peixes dançavam aos meus olhos.
Quais seriam os lábios
que me teriam deixado o beijo que sonhei?

© João Menéres

24 comentários:

Luísa disse...

Fantástico beijo, sonhado na ondulação do mar!
Maravilhoso, SENHOR!

FAIRES disse...

Caro João,
As imagens são fantásticas...
Também a mim me fizeram sonhar...
Desculpe ter partilhado e "roubado" as suas imagens para o meu sonho.
Um abraço,

myra disse...

gostaria de mergulhar neste "beijo" destas esplendidas fotos...do mar!!!!
como nao dà, te mando um imenso beijo com minhas saudades...do mar...

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Além de ser um excelente fotógrafo é um verdadeiro poeta, deixou-me de boca aberta...literalmente.

Beijinhos encantados

Ana disse...

Fantásticas imagens amigo!!! Adoro o mar e penso que partilhas do mesmo gosto, porque tens imagens simples mas belíssimas!!! Adorei o texto repleto de sensibilidade, e que me fez também sonhar.
"... Quando eu morrer voltarei para buscar os os instantes que não vivi junto do mar..." (Sophia Andresen)
Peço desculpa, mas só hoje consegui um bocadinho para visitar alguns espaços, entre eles o teu, porque pertence ao "rol" dos que são ESPECIAIS para mim, não só pelos belos textos mas particularmente pelas magníficas imagens que o teu "olhar" artístico vai registando.
Andei a “cuscar” tudo o que adicionaste durante o tempo em que estive ausente e adorei aqueles reatratos dos Alentejanos:-); a D. Ana tecedeira; o museu dos queijos; umas cravinas de duas cores, que deviam ter um perfume! Aquela imagem do Egipto, uma que vi a p&b da antiga estação de comboios salvo erro da Trindade; as imagens da tua exposição no Palácio da Bolsa; um varal muito bonito; imagens geométricas; Muitos AZUIS ... etc. ADOREI!!!!!!!!

Desejo-te um dia muito feliz!
Beijinhos grandes

expressodalinha disse...

Uma delícia...

angela disse...

!O mar quando quebra na praia, é bonito, é bonito"
Refrão de uma canção de Dorival Caymmi, que penso que ser o compositor que mais lindamente cantou o mar e suas canções são inesquecíveis.
Lembrei-me dele quando vi suas fotos e seu texto, retratando tão bem essa beleza morna e sensual que o mar tem.
beijos

Céu Vieira disse...

Muito bonitas as imagens, excelentes!!! E o poema.... sem comentários!!! O João estava mesmo inspirado quando o escreveu!!... Adorei!!!!
Bjiiinhos amigo João Menéres

José Jaime disse...

Duplo parabéns pelas belas fotos e pelo belo poema.
Abraços
José Jaime

Lina Faria disse...

O beijo das ondas a quem ela se entrega.
Belo poemafoto.

L.Reis disse...

...saber encontrá-los é um segredo guardado pelas marés...beijo...

Kafia disse...

Muito obrigado por visitar o Anna's Gallery. Parabens pelo poema e pelas fotos. Formidavel!

João Menéres disse...

LUÍSA

Enquanto dormimos, três coisas nos podem suceder:
1) Ter pesadelos
2)Não sonhar
3) Sonhar

No meu caso, há muitos anos que não tenho pesadelos.
Eram sempre terríveis!

Conscientemente não sonhar, isto é, que ao acordar não tivesse a menor ideia de um hipotético sonho, sempre me sucedeu e continua a acontecer.

SONHAR ! Ah... como tenho ainda uma vaga ideia de tantos sonhos!!!

Mas, o SONHO que nesta postagem refiro, tem tanto de real, querida amiga, que nem sonho parece ter sido !

Até a memória do Mac é capaz de o ter querido gravar.

Um beijo e o desejo que, neste Domingo, tenhas relaxado o suficiente para poderes enfrentar mais uma semanita de trabalho.

João Menéres disse...

FERNANDO

Só me elogia ao referir que a minha postagem o fez ter um sonho fantástico !
"Roube" quando quiser sonhar !

Um beijo à FERNANDA (faça-a sonhar !) e um abraço amigo e agradecido pela forma como se exprimiu.

João Menéres disse...

MYRA

Não és só tu que sentes a ausência do marulhar...
Quando me afasto por uns dias do mar, é como partisse para um mundo desconhecido !
E sinto, além disso, a falta de um espectáculo de Ballet Clássico...
Mas, se vou para o interior, para a Beira Alta, por exemplo ( de preferência para a Serra da Estrela), logo ao amanhecer ou antes do anoitecer, se houver um neblina que se interponha entre os sucessivos planos que se estendem até ao horizonte sem fim, logo ali eu tenho um corpo de baile.
Se houver vento, lá está o maestro a reger a orquestra constituída por um sem número de intérpretes ( e alguns solistas ! ) representados pelos ramos das muitas árvores.
Se o vento estiver ausente, então o barulho do silêncio permite-me ser eu a escolher a partitura...

Tu, aí nessa pequena Velletri, mesmo que te custe a andar, a suportar o frio ou o excesso do calor, beneficias da ARTE que em ti nasce inesgotável e que as tuas mãos transformam em maravilhosa Música.

Um beijo de presença a teu lado.

João Menéres disse...



No Verão não se deve estar de boca aberta...há moscas que poisam em sítios altamente inconvenientes e que, se pressentirem um porto de abrigo,
não te pedirão licença !

O meu ego elevou-se muito, sabes?

Mas procurarei ser mais comedido no futuro para evitar que deixes a boca permeável !

Um beijo derretido.

João Menéres disse...

ANA PAULA

Ao evocares SOPHIA e ao descreveres a tua admiração gostosa por várias imagens que aqui tenho colocado, só me enches de um orgulho positivo (que mal não me faz nenhum !).

Desejo que a tua neta, em breve, não careça de tantas preocupações.

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

JORGE

Uma só palavra, como esta sua "DELÍCIA" , significa para mim um vasto rol de outras igualmente muito elogiosas.
Mas, como é óbvio, momentos destes não se pré-definem.
Surgem apenas quando e se ...

Grande abraço.

João Menéres disse...

ANGELA

E recordaste muito a propósito !
Como sabes dar afecto !!!

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

CÉU O SONHO foi a minha musa inspiradora.
Nessas condições, é muito fácil...

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME Aceita um abraço como agradecimento pelas suas palavras?

- Então, aqui fica !

João Menéres disse...

LINA FARIA

Lindo esse teu verso ! :

> O beijo das ondas a quem ela se entrega. <

Tu é que és uma POETISA/FOTÓGRAFA !!!

Há muito que te acompanho no NÃO LUGAR e SEI do que falo !

Um beijo amigo deste teu fã.

João Menéres disse...

L. REIS

Se tu soubesses como foi O SONHO ...

Com uma musa que, tantas vezes, está omnipresente, como poderia faltar inspiração ?

Um beijo (não sei como o irás achar...).

João Menéres disse...

KAFIA

Espero ter a possibilidade de por ti ser SEGUIDO durante mais uns tempos...

Muitos beijinhos.