.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

ENTARDECER

Photobucket
© João Menéres


LUGAR  DO  LUME

Depois de romper a água.
Depois.
Quando o aroma da estrela
 da tarde anunciar
a ressurreição do trigo.
Depois da última casa, lugar
do lume. Onde o bastardo
coração recomeça
a cantar com o verão.
Depois de o silêncio ter subido
aos mastros, e o olho da cal
se ter afogado.
Depois. Depois.

(Eugénio de Andrade - 1923-2005 - in POESIA)

47 comentários:

Anónimo disse...

Sentei-me sem ser visto ... e de olhar fixo naquele horizonte ... revejo ...cores do presente que já foram passado ... e serão futuro...
T

Jorge C. Reis disse...

Bela imagem.

João Menéres disse...

> T <

ENCARNADO, como a labareda da paixão.
VERDE, a esperança de atingir o
AZUL, por vezes, a escapar-se, mas ainda ao alcance da nossa vista, se não da nossa vida...

Um abraço.

João Menéres disse...

JORGE C. REIS

A sua visita é sempre um prazer.
Os seus comentários, uma satisfação.

Um abraço.

Eduardo P.L disse...

Nem antes , nem depois, na HORA!

João Menéres disse...

EDUARDO

Há sempre uma HORA CERTA !

Grande abraço.

myra disse...

com sempre, belissima imagem meu querido Joao,
beijao,

João Menéres disse...

MYRA

Também, COMO SEMPRE, a tua palavra tão querida!

Um beijo, minha amiga.

João Menéres disse...

OUTRO FACTO ESTRANHO:

Já agradeci os 4 comentários anteriores.
Não me aparecem aqui no meu computador MAC !
Alguém me pode informar se estão visíveis?
Que devo fazer?

OBRIGADO!

Milouska disse...

Lindo, lindo, lindo!...
Bjo,

Milouska

expressodalinha disse...

Um vazio astral.

Regina d'Ávila disse...

E depois? E depois?
Linda imagem.
Doces beijos,

Regina d'Ávila.

Fernanda disse...

Amigo João,

Permita-me que o trate assim...os amigos dos meus amigos, meus amigos são.

Cheguei aqui pela mão da amiga Elvira.

Também sou do Porto, essa cidade maravilhosa, mas por opção estou a viver em Vila Nova de Cerveira vai fazer 19 anos.
Terra adoptada e muito amada.

Não sei se o que a Elvira ne falou ficou bem feito, confira e diga.me algo. Tem o meu e-mail no meu perfil.

Eugénio de Andrade...sou estupidamente apaixonada por tudo o que ele escreve.
Belíssimo post.

Abraço,

Nii disse...

Bbelissima imagem e versos suaves...
Sutilmente encantador.

Parabéns!

Beijos.

João Menéres disse...

AGRADECI AOS 4 PRIMEIROS !

Esses agradecimentos estão contabilizados, mas...NÃO APARECEM AQUI !
Nos outros posts, os comentários não desaparecem.

Que poderá estar a passar-se?

João Menéres disse...

ESTE MEU COMENTÁRIO DAS 15:38 NÃO DESAPARECEU !!!

angela disse...

João
Conseguiu capturar o reflexo da luz em detalhes que beiram o fantastico.
Um por do sol com cores lindas e com certeza foi um instante que permitiu essa beleza toda e você o pegou.
O poema é lindo.
beijos

Lina Faria disse...

João,
o buraco negro do Google que tragou nossos respectivos comentários, intimidou-se com a
bela luz da sua foto. Tudo parece ter voltado ao normal.
Não sabia que seu blog estava cotado em um concurso. Comparecerei lá às urnas com meu voto ao Grifo.
bjs
lina

ruimnm disse...

Uma luz maravilhosa!
Muito bom o enquadramento e essas cores de lume estão fantásticas.

João Menéres disse...

> T <

(Vou tentar de novo...)

Um encarnado de FOGO.
Um verde de ESPERANÇA.
Um azul (fugidio) de AMOR.

Três cores, que juntas, poderão dar um AMANHÃ !

Um abraço (mas o escrito de manhã estava melhor...).

João Menéres disse...

JORGE C. REIS

Agradeço o voto e, agora, o comentário.

Um abraço.

João Menéres disse...

EDUARDO

Foi mesmo na horinha!
Até a gaivota voava para o escuro...

Um abraço.

João Menéres disse...

MYRA

Sempre, mas sempre, as palavras de uma AMIGA !

Um beijo.

João Menéres disse...

MILOUSKA

Obrigado pelo voto e pela sua apreciação a este entardecer.

Um beijo.

João Menéres disse...

EXPRESSO

O vazio não durou muito !

Ab.

João Menéres disse...

REGINA d' ÁVILA

Depois?
Depois, devia acontecer love...

Um beijo.

João Menéres disse...



A ELVIRA ajudou-me muito hoje!

Imagina que há um ano na blogosfera, não sabia fazer LINKs !
Explicou direitinho e já está praticado no post THE BEST !
Por boas mãos vieste!

Espero ter-te aqui mais vezes !

Já te disse para ires ver o post de 24 de Novembro, não já?

Um beijo grato.

João Menéres disse...

NII


Que sorriso encantador...

Se apareceres neste ninho mais vezes, tenho a certeza que nos vamos dar bem !
Gostei tanto das tuas palavras...


Um beijo.

tonhOliveira disse...



ENTARDECER

AR
ARDE
TARDE
SER...

Fantástica imagem João!

Abraços!

oasis dossonhos disse...

Este blogue é fonte de serenidade e beleza. Saravá!
Luís

missixty disse...

Esta imagem está fabulosa!
O poema vem mesmo a preceito!
beijinhos

João Menéres disse...

ANGELA

Muita sensibilidade manifestas neste teu comentário!

Não sei exactamente a que TRIGO o EUGÉNIO DE ANDRADE se refere.
Escolhi este LUGAR DO LUME porque quiz interpretar o TRIGO como o peixe que os pescadores arrecadam noite fora, depois das suas embarcações se aventurarem mar dentro (>ROMPER A ÁGUA<), os MASTROS, como sendo aquelas quatro colunas (deixei aquele intervalo para se perceber que eram quatro , e não duas, a ÚLTIMA CASA, para mim está representada por aquela parede mais afastada.
A ESTRELA, claro, é o SOL.
O OLHO DA CAL, será também o SOL.

Um enorme beijo, ANGELA.

João Menéres disse...

LINA FARIA

Ainda não percebi o que sucedeu com o apagão dos 4...
Se calhar amanhã, surgem!

Obrigado por votares!

Obrigado por teres gostado desta imagem.

Um beijo.

João Menéres disse...

RUIMNM

Já ontem o disse (salvo erro...).
Elogios de Artistas da mesma área, para mim, valem diamantes!


Um abraço (estou atrasdo nas visitas. É difícil com esta votação para THE BEST...que termina hoje.)

João Menéres disse...

TONHO

Só tu !
REALMENTE!
Como descobres essas maravilhas de palavras?
Que intuição!!!

Obrigado pela > FANTÁSTICA< (e não só).

XI.

João Menéres disse...

LUIS


Sinto-me verdadeiramente lisonjeado!

Grato por ter aparecido por este ninho.
Se continuar a visitar-me, julgo que não dará o seu tempo por totalmente perdido.

Um abraço.

João Menéres disse...

MISSIXTY

Então, gostas mesmo?

Lê o que escrevi acima à ANGELA acerca do poema.
Entendo porque gostas.

Um beijo.

amigona avó e a neta princesa disse...

Por indicação da amiga Elvira passei por aqui...gostei...

elvira carvalho disse...

Bom cá estou. Já vi que os meus amigos Ná e Luís comentaram. E eu que sou uma apaixonada por fotos e que ainda não disse nada sobre esta que está fantástica. Também gosto muito de Eugénio de Andrade. Pelo que está aqui um casamento perfeito, entre imagem e palavras.
Um abraço

Céu Vieira disse...

Belíssima foto, e um não menos belíssimo poema.
Parabéns
Beijinho

João Menéres disse...

ROSÁRIO

Obrigado por teres aceite a sugestão da ELVIRA (que hoje já muito me ajudou!).

Se gostaste dogrifo, aparece mais vezes, por favor.

Um beijo.

João Menéres disse...

ELVIRA

Quando tiveres oportunidade, faz uma visita para trás.
Com tempo. Devagar.

Um beijo agradecido por tudo!

João Menéres disse...

CÉU

Ando com muito atraso nas visitas.
Tem sido difícil gerir o tempo.
E vai ser ainda mais difícil...

Um beijo agradecido.

Luísa disse...

Espelho de fogo, com moldura de bom gosto e encantamento pela costa boreal!

Jogo de cores, acervo de elementos magnifícos!

O poema? Indescritivelmente de bom gosto.
Beijinho terno!

João Menéres disse...

LUÍSA

Sempre inspirada para elogios inéditos!
O Eugénio é que sustenta as tuas palavras, Luísa!

A imagem não resultou mal (acho).


Um beijo de ATÉ QUINTA!

João Menéres disse...

LUÍSA

Não sei se me fiz explicar:

O que eu quero dizer é : Se não fosse o Eugénio de Andrade, terias pouco onde te inspirares.

Julgo teres entendido isso mesmo.
Mas, agora, relendo, fui assaltado pela incerteza !

Um beijo,

João Menéres disse...

O verbo INSPIRAR está mal conjugado...
Falta de inspiração !

PACIÊNCIA...