.

sábado, 31 de outubro de 2009

NAQUELE BARCO

Photobucket
@João Menéres

Porque hoje é Sábado e o Sol promete...
Vamos relaxar um pouco.


Eu, irei remar.
Mas, se tardar,
a minha musa encontrei
e por lá fiquei...

_________________

Remei.
Voltei a remar...
Viste o Sol?
E a tua musa?
Voltei.

52 comentários:

Eduardo P.L disse...

Linda foto, caro João!!!!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO JOÃO, LINDO...!
ADORIA SER A TUA MUSA, E SERES TU A SALVAR-ME NESTE BELO DIA DE SOL... O ROMANTISMO É LINDO MEU AMIGO...!
ABRAÇOS DE AMIZADE E TERNURA,
FERNAMDINHA

Chica disse...

Lindo e relaxante programa,João! abraços,chica

Menina do mar disse...

LINDA foto!
Uma sugestão muito zen para relaxar no dia de hoje.
Porque o sol aqui também se está a fazer sentir, porque me inspirei com a tua imagem, porque mais do que gostar da imagem gosto muito de ti, posso levá-la comigo?
:)

myra disse...

lindissima!!!! e gostei das palavras, mas prefiro que nao encontre a Musa e ficar por là...:)))
beijos

José Jaime disse...

Linda foto e pelas palavras imagino a musa.
Abraços

Georgia disse...

Joao, linda imagem.

Temos um dia lindo por aqui também desde ontem.

Às ruas estao um verdadeiro tapete com as folhas amareladas.

Bom fim de semana

Quase Blog da Li disse...

João
que imagem!
O barco parece pousar numa lâmina de vidro.
beijo
hoje com calor do sol
li

missixty disse...

O barco está bem enquadrado, em um dos cantos e com uma cor forte, a destacar-se do resto. Bela composição!

Quanto à musa, duvido que te rendesses aos seus encantos e ficasses por lá. Vejo-te mais como um narciso :)))

Micha disse...

...mais uma bela pintura. Muito bonita. Parabens

João Menéres disse...

EDUARDO

Obrigado, mas há vinte anos atrás, fiz aqui uma fotografia muito bonita, Tinha um cisne e a água estava mais transparente.
Mas perdi o slide.
Por acaso na altura, fiz uma série de litografias e essa imagem está contemplada no conjunto.

Um abraço.

João Menéres disse...

FERNANDINHA

Nem o Sol apareceu...

Um beijo e até breve.

João Menéres disse...

CHICA

Não foi nada relaxante!
O dia esteve cinzento e não fiz uma ínica fotografia...

Mas, a tua presença é sempre um incentivo.

Um beijo.

João Menéres disse...

MENINA DOS MEUS MARES

Tens muita sorte!
Tiveste Sol!
Cá por cima, pelo Norte, ninguém o viu...
É o conjunto Montejunto - Estrela que se interpõe e corta este pequeno País em duas metades...

Se estiveres na outra margem, eu levo o barquinho até ti.
Como o irás vestir?
Fico cheiode curiosidade e muito contente.

Beijos para ti.

João Menéres disse...

MYRA

Pois foi isso que aconteceu!
Nem a musa apareceu...
Olha, voltei e já o disse, ali abaixo do barco...

Um beijo.

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Não sou poeta mas, às vezes, sou um fingidor...

Obrigado pelo comentário.
Fiquei muito feliz com a sua presença.

Um abraço.

João Menéres disse...

GEORGIA

Que bom teres visto eu embarcar!
Mas, o passeio não deu em nada...

Fizeste fotografias por aí às ruas atapetadas de folhas de oiro?

Um beijo.

João Menéres disse...

LI

Obrigado por quanto transmites!

Um beijo grande.

João Menéres disse...

MISSIXTY

Quem não gosta de si próprio, nunca será capaz de gostar dos outros...
E eu gosto muito de ter as minhas musas...


Um beijo.

João Menéres disse...

MICHA

Como apreciei o teu comentário !!!

Um beijo.

Tinta Azul disse...

Navegar é preciso
viver não é preciso...


a musa encontra-la sempre

nota-se a sua presença nas tuas belas fotos.
Bj

clo disse...

just ...beautiful..:o)
great photo...

Gisela Rosa disse...

Voltei!


Belíssimo! Um abraço e boas imagens!

Sara L. Miranda disse...

Belo texto e blogue. Bjs

João Menéres disse...

LUA AZUL

Ao navegar, vivemos.
Quanto mais navegarmos, mais viveremos, mais felizes seremos.
A musa, essa estrela virtual, é como um farol que nos guia.
Estejamos atentos, então, às suas emissões!



Grande beijo, LUA AZUL.

João Menéres disse...

CLO

Thank you.
THANK YOU, VERY MUCH !

A kiss.

João Menéres disse...

GI

A tua MATRIZ é um espaço SUPERIOR, é outra galáxia.
Muito te admiro cá destas terras cá de baixo!

Um beijo.

João Menéres disse...

SARA L.

"Já não acredito. Apenas espero. E de mim, só ficou certo gesto vago de olhar o mundo baloiçando as pernas. E nos lábios, um sorriso tranquilo de...quem sabe? Sonhos enormes como cedros que é preciso trazer de longe, aos ombros."

Belas palavras são as tuas!
ESTAS.
Estas que transcrevo do teu retrato.

Estarei perto da tua casa. Verei quando à janela surgires ou nos passeios remotos (para mim) passares.

Um beijo nesta noite.

ellen disse...

Adorei esta foto João. Dava um belo Desafio desafiante :)

a musa inspiradora também se saiu muito bem...parabéns!

Beijinho e bfs

Luísa disse...

Quem por lá passou, um pedacito de pão atirou!
As gaivotas agradeceram o voaram mar dentro, em busca do seu alimento!
O bote vermelho quedou-se sorridente, pela vida serena de quem lá passou e mostrou o seu ar de vidente: "Hoje o sol vai brindar-vos!"


Bela imagem, SENHOR

Beijinho terno

sonia a. mascaro disse...

Linda a foto! Tanto que me deu vontade de entrar no barco e começar a remar....

Oi João, obrigada pela visita ao Leituras & Imagens. Mas o meu banner (ou ícone) do BlogGincana esteve sempre lá, entre o meu banner e a foto das gaivotas da Flor de Lis. Dê uma olhada lá.
Beijos e bom domingo!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Ainda bem que não encontrou a musa senão ficaríamos sem você!!!

Belíssima foto,doce,serena e de contrastes e detalhes impressionantes.Feitos do João!

Um beijo e um belo domingo!

Sonia Regina.

ruimnm disse...

Linda!
Excelente composição e cores.

João Menéres disse...

ELLEN

Obrigado por gostares deste barco, Já não o via há TRINTA ANOS! Tive saudades, sabes?
Acho que dava para ilustrar um poema a sério.
Para o DESAFIO?
Não sei...


Um beijo.

João Menéres disse...

LUÍSA

O Sol não se dignou aparecer ontem e hoje está este tempo tão triste...

Também gostaste desta imagem?
À vezes lá faço uma de que as pessoas vão gostando...

Um beijo.

João Menéres disse...

SONIA

Já me retratei lá no teu óptimo blogue.
Só à hora tardia em que fiz o comentário se pode ficar a dever eu não ter visto o que estava bem presente.

Desculpa o erro que cometi.

Obrigado pelas palavras.

Um beijo.

João Menéres disse...

SONIA REGINA

Sim este sítiozinho é muito romântico.
É no alto dum monte. Tem um jardim bem cuidado e um coreto também.

Um beijo.

João Menéres disse...

RUIMNM

Obrigado pela visita e também pot ter apreciado.

Um abraço.

Voar sem Hasas disse...

Amigo João,

Uma foto lindaaaaaaaaaa. Um plano quase de fantasia, um barquinho encarnado que convida ao passeio..... (no rio, ou lago, no mar com esse nunca....

beijosss

João Menéres disse...

BAL

DE VOLTA !!!


Que bom...

Palavras amigas as tuas que sabem tão bem ouvir!

Já fazes falta na blogosfera!

Um beijo.

Fatima Cristina disse...

João,

Seu poema complementa a bela foto do barco em perfeita e completa harmonia. Parabéns!

Beijos!

Luísa disse...

Estimadissímo SENGHOR,
Amigo virtual,

Vai lá ao olhardeperto ler o que o Rolando escreveu sobre a nossa dupla!!!!!!Que simpatia!Que delicadeza no seu comentário! O mérito é todo teu. Vai lá ler...
Beijinho terno!

João Menéres disse...

FATIMA CRISTINA

As tuas palavras valem bem mais que o dito poema.

Obrigado e um beijo.

Anónimo disse...

Voltei pensando nela ... no próximo sábado ... no voltar a remar... e sonhar ...
T

João Menéres disse...

LUÍSA

Acabei de deixar no ENTREMARES o agradecimento ao elogio à dupla.

Um beijo porr dares nota.

João Menéres disse...

> T <


REMAR
SONHAR
VOLTAR
PENSAR
GOSTAR
AMAR
MAR

AZUL

Um abraço.

Selena Sartorelo disse...

Olá João,

Naquele barco sem amarras, nem atracas, sem movimento algum.
Naquele barco naveguei.
Cruzei mares, alcancei margens, enfrentei tempestades, passei fome, passei frio.
Senti a brisa no rosto e o fogo no ventre.
Naquele barco sonhei com uma vida melhor como todo sonho tem que ser.
Naquele barco vivi momentos inesquecíveis, ali nasci,
ali morri quando percebi que a esperança perdi.

beijos João

João Menéres disse...

SELENA

Este teu poema merece um barco maior que te dê possibilidade de nele vagueares.
Vou procurar no meu ninho, está bem?

Um beijo.

Alice Salles disse...

Imagem simplesmente tocante... tão gostosa de se olhar...
BEIJOS

João Menéres disse...

ALICE

Ainda agora te mandei um mail...

Que bom é ler-te aqui!

Um beijo.

Selena Sartorelo disse...

Olá João,

Creio que este poema é do tamanho que tem que ser, a imagem nasceu primeiro, as palavras apenas à acompanha. Fico lisonjeada quando chama as palavras de poema, mas acho que não são não,essas são apenas sentimentos tidos por uma por quem gosta de barcos.
Curioso como tudo tem um siginificado não é? Pode parecer romantismo e creio que seja mesmo, mas é gostoso observar os detalhes das coisas sem querer complicar ou dizer que é, é nada. É apenas mais uma maneira de olhar a infinitude desse sentido. A água quase parada que faz a gente sentir uma leve brisa no ar. Parece um lago onde as margens tem tantas cores diferentes. Não quero adivinhar, é o que quero imaginar.
Fixar-se na cor do objeto em questão, que desperta tanta paixão, que trás consigo a alegria e a dor. Esse poema, como assim o chama não é mais que a confirmação provocada toda essa sensibilidade que o olhar do artista tem e que faz depertar tantos sentimentos em alguém.
um barco maior. Se achar realmente necessário rsrs?

Beijos João

João Menéres disse...

SELENA

As palavras, que dos teus dedos se desprendem como se fossem folhas caindo suavemente no tapete de um jardim, nem são longas, nem desnecessárias.
Eu diria, querida Amiga, que são curtas e muito precisas.
O que é um espaço de tempo?
Pode ser um momento acabado de passar, como pode ser aquela hora que há muito desejamos ter para corresponder a alguém que aguarda a nossa disponibilidade...

Um beijo para ti, SELENA.