.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

GRAFISMO

Photobucket
© João Menéres

DIAGONAIS

Fiz esta imagem nos jardins da Fundação de Serralves,
numa determinada tarde...

24 comentários:

Luísa disse...

Linhas diagonais sem fim,com cores vivas, que dizem assim:Serralves é um palácio, com jardins fenomenais!Permitiu-nos andar livres no seu espaço e neles fotografar grafismos desiguais!

Serralves...será sempre Serralves!
Bejinho terno!

Menina do mar disse...

Colorido, alegre, vivo!
Bjs e bom dia Mestre :)

Quase Blog da Li disse...

Esteticamente bela!
Como sempre!
Parabéns!

Estarei por terras lusitanas mas acredito que ñao pelo Porto, ñao sei bem...
Obrigada pelo convite, muito amável !
Tenho que chegar a Chaves
e depois a minha querida Cimo de Vila da Castanheira, desde Madrid; talvez por Verin...
Ñao sei bem.
Uma correria!!!
Prazer em ver tao lindas fotos!
beijos Joao,
da Li
desde Madrid
ainda sem encontrar o til, cedilha....

Ana R. disse...

Lhe conhecendo através do blog da Alice Salles....E vamos ao desafio!

Elma Carneiro disse...

O artista fotografou.
Cores, linhas diagonais, repetição. Cinza, vermelho e branco delimitando o espaço entre os degrades. Gostei, deve saber disso porque a arte não deve ficar estática no passado. A fotografia também muda quando é encarada com esse propósito.
Essa é a Arte Fotográfica.
Que o diga Alexander Rodchenko em `Menina com uma Leica'em 1934, numa foto onde as sombras davam um efeito de linhas diagonais e quadriculado em preto e branco.
Adoro foto macro também. Já tentei tirar com a minha Sony tão simplesinha, tadinha de mim. Mas... sou a maior amadora do mundo.
Beijooo

Eduardo P.L disse...

"Barras" inclinadas...

Susana disse...

Interessante fotografia: pode ser qualquer coisa...mas não se sabe bem o quê! Ficará ao critério de cada um.

Abraço, Susana

Sergio LdS disse...

Caro João, o interessante dessa foto não reside apenas nas linhas, com seus movimentos.As cores complementares e os tons espalhados apontam para um olhar preciso. Olhar de Mestre, por sinal.
Abraços.

Selena Sartorelo disse...

Olá João Bom dia,

Enquanto esse comentário eu escrevia tua visita eu recebia, e sorria pensando nessa história de sincronia.
Demorei tanto ao comentário publicar pois fiquei aqui sorrindo com teu tão inteligente sublinhar e quando voltei para ler, tudo tinha perdido sem saber.
Então! Novamente me pus a escrever.

Pra Serralves entender
Fui teus jardins conhecer
Caminhei nas alamendas envolvida a natureza. Enxerguei teu chafariz e as luzes reluzentes da matiz.
Um outro ornamento na tarde percebeu.
O arquiteto de gentilmente agradeceu, o artista transportado
para o jardim imaginado.
Entre linhas diagonais,abstrato dialogado.
Teu olhar determinado,de entardecer diagonado.

beijos João
do outro lado do mar.

Lina Faria disse...

Radicalizou no grafismo. Muito bonito, João.
beijo,
Lina

Adelino Marques disse...

Gosto deste tipo de fotografis.
Afinal de que movimento as cores e formas falam...

myra disse...

que beleza de foto!!!! tenho ate inveja! gostaria que minhas linhas fossem assim de lindas!
un beijo bem grande

expressodalinha disse...

Mas como?!

tonhOliveira disse...

Pois é João...
Agora começaste a desenhar com a câmera?

Blíssima foto!

Abraço!
: )

Judite (Dite) disse...

O que pode fazer para alegrar a visão de cada um, pode por vezes ser de dificil interpretação, mas o mais importante é que o faça.
Para mim, esta imagem transmite liberdade,desafio.
Beijo,
Judite

João Menéres disse...

LUÍSA
MENINA do MAR
QUASE BLOG da LI
ANA R. (Vens de boa casa, então...)
ELMA CARNEIRO (Tripé? não?...)
EDUARDO (mas não rolando...)
SUSANA Para cada um a sua verdade...)
SERGIO LdeS
SELENA SARTORELO (Uma delícia maravilhosa !)
LINA FARIA
ADELINO MARQUES
MYRA
EXPRESSODALINHA (Como? Como?)
tonhOliveira (Com as mãos não sai...)
JUDITE (DITE)

A todos o meu muito obrigado pela consideração dos comentários aqui expressos.

Diria que essas linhas oblíquas e paralelas entre si
(não exactamente diagonais), não se conformando com os limites impostos, querem procurar outros mundos, novas gentes, novas raças (cores múltiplas). É, na verdade, uma procura de novos espaços, de liberdade enfim.
Muitos foram os que, deste modo, fizeram idênticas leituras. Outros, até me transcenderam!

Beijos para as senhoras.
Para os cavalheiros, o meu abraço.

Conceição Duarte disse...

João que modernidade é essa? Adorei, tem as cores do meu time, o palmeiras, e também as cores da bandeira de Portugal ahahaha tá lindo!

Um beijo e estamos ainda de luz apagada... rsrsrsr Só to provocando ele... dançando, chacoalhando os ossos...rsrsrsrsrsrsrsrsr

Um beijo querido, CON

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

Sabes que aqui procuro apresentar vários temas, tratados de formas diferentes, apresentados assim ou assado.
Feitos em terra, no mar ou no ar.
Documental. Artística.Daqui e dalém. Eclética.
Para tentar em cada dia despertar o interesse de um novo seguidor.
Para em cada dia, tentar ganhar um novo amigo...

Isso de continuarem de luz apagada, tem várias vantagens: Como te manténs a dançar, olhas pela manutenção corporal.
Por outro lado, não consomes energia...eléctrica.
O Planeta agradece!

Beijos provocados.

L.Reis disse...

Lembrei-me logo do Eduardo e do seu "Rolando a barra" e ele também, pelos vistos :D
Um detalhe que resultou numa imagem muito apelativa, onde as cores e nuances de tons se misturam, sem que eu consiga sequer imaginar para o que estou a olhar :D

João Menéres disse...

L.REIS

Estás a olhar para o que eu olhei...

Rs...:):):)

Beijo.

ellen disse...

Bonito grafismo... gosto da junção das cores pelo seu contraste... tornam-se apelativas (concerteza que foi essa a ideia do João)

Beijinho

João Menéres disse...

ELLEN

Obrigado pelo comentário.

Um beijo.

mdsol disse...

Mas que tarde inspirada!
:))

João Menéres disse...

MDSOL

A inspiração não tem hora, não é?
É uma menina com vontades próprias...

Um beijo.