.

sábado, 18 de abril de 2009

TRÁS-OS-MONTES

Photobucket
© João Menéres

FUNDAÇÂO DA CASA DE MATEUS

Entre os canteiros de buxo, os bombos e gigantones
anunciam festa rija.

22 comentários:

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Que interessante as figuras folclóricas em meio aos ricos jardins!!!

Linda foto,sinto vontade de tocar as folhas!Coisas de João!!!

Beijos!Sonia Regina.

Luísa disse...

Oh! Estes são os gigantones que amedrontam as crianças no meio das romarias...Altos, muito altos, caras deformadas a parecerem engraçados, com um grupo de Zés Pereiras a acompanhar, de bombos ao peito estridentemnete a tocar.
Têm um buraco na barriga para poder olhar...
O jardim, ahhhhhhhhhhhhhhh, o jardim é colossal!Tem a murta sempre bem aparada, com feitios a aparentar as casas palacianas!
Casa de Mateus, prima pelas compotas!Trás-os-Montes, prima pela sua apresentação verde...
Beijinho terno!

Menina do mar disse...

Zés Pereiras :) Em pequena berrava cada vez que essas criaturas passavam à minha porta, aqui em Peniche, geralmente só pelo carnaval acontecia, mas era um pesadelo Rsrsrsrs

marie disse...

A última vez que vi gigantones ao vivo foi nas Festas da Srª da Agonia em Viana do Castelo.
De certa forma continuam a assustar, quando passam pertinho!
Beijinho
Marie

Eduardo P.L disse...

Folclore! Todos tem os seus!

Milouska disse...

Adoro tudo que é manifestação festiva popular! Mas estes gigantones fazem-me lembrar o medo que, em miúda, tinha deles. Chegava a desmaiar...
Bjos,

Milouska

Lina Faria disse...

Gigantones, ou simplesmente gigantes, como aqui chamamos. Em Olinda, Pernambuco, eles estão presentes no carnaval.

Juliêta Barbosa disse...

A minha alma de criança passeia por entre os canteiros e se encanta pelos gigantones. Uma volta no tempo...Obrigada, por despertar saudades esquecidas.

expressodalinha disse...

Bom regresso com Zés Pereiras e Cabeçudos!

Lilazdavioleta disse...

Gosto mto desta foto ...
Pela arte em si . Mas isto já é ponto assente.
Pela beleza do rendilhado do buxo , e pela magia dos gigantones .
Contráriamente à maioria das crianças , e até adultos , estas figuras fascinam-me .
É ... é uma foto mágica.
Beijo e bfs .

Maria Augusta disse...

Festa e folclore no lindo jardim, quanta beleza!
Abraços.

(l' excessive) disse...

Lina tem razão qto. ás semelhanças dos gigantes de Olinda, em Recife.
Curiosidade: o que seriam canteiros de buxo?
e a festa rija?

Tinta Azul disse...

A fotografia é, de facto, uma festa. Lindíssima.

BJS

João Menéres disse...

SONIA REGINA
LUÍSA ( exactos os apontamentos)
MENINA DO MAR (medricas !!!)
MARIE (não posso crer...)
EDUARDO (este é muito puro!)
MILOUSKA (a desmaiar? a sério? Eu sempre me pelei por os ver bem ao perto , tinha 6 ou 7 anos, quando comecei a ir ao Senhor de Matosinhos...)
LINA (mostra para nós, quando calhar!)
JULIETA BARBOSA (Que bom saber isso!)
EXPRESSODALINHA (Obrigado, amigo. O pior é o atraso com que estou!)
LILAZDA VIOLETA (Já somos DOIS, pelo menos...)
MARIAAUGUSTA
L'EXCESSIVE -CANTEIROS DE BUXO: são aqueles muretes de pequenos arbustros e que são trabalhados conforme o desejo do proprietário e a habilidade do artista-jardineiro; FESTA RIJA : Festa em grande, sem nada faltar. Neste dia, foi o P.R. inaugurar duas exposições (uma era minha) e, depois do almoço, entregar um prémio de Literatura.
TINTA AZUL.

A todos o meu muito obrigado pela amizade e pelo empenho dos comentários que tão importantes são para quem edita.
Um abraço para os cavalheiros e um beijo para as damas (Só falta a valsa!...)



CANTEIROS DE BUXO

ellen disse...

Até que estes fantoches são bem engraçados :)
e o sítio por onde olham ainda é mais engraçado ehehehe

Bjito João

João Menéres disse...

ELLEN

De que foste tu à procura, Amiga???

Mas tens toda a razão. É que os miúdos medricas só olhavam lá para cima...e não sabiam como é que aquela geringonça funcionava....

Um beijo.

Conceição Duarte disse...

João, a foto deste quadro é muito linda, e como disse o Eduardo, tem fortemente nela o seu lado folclórico. Colorido, movimentado, belo e de raíz do lugar.

Qto ao seu comentário sobre a minha dor de barriga em Marrocos, foi demais! Estava com saudades de vc por lá! Muito obrigada, amigo! Um beijo e ótima semana para vc!
CON

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

A imagem, quanto a mim, apresenta três altos valores patrimoniais: O folclore (não para turista ver), os jardins da Casa de Mateus (e aqui não se vê um túnel soberbo) e ainda um pormenor da vinha que produz o vinho com o rótulo CASA DE MATEUS (não confundir com o rosé que tem o Solar como imagem mas que nada tem a ver com estes vinhedos).

Obrigado, CON, os teus comentários e tudo o que sempre referes e contas são delícias para mim.

Um beijo.

Gabriela disse...

O meu marido é transmontano, duma aldeia do concelho de Vinhais, bem perto da raia com Espanha! Apesar de, aos 11 anos, ter ido para longe para estudar e nunca mais ter voltado, definitivamente, é lá que tem as suas RAÍZES!!!
Eu, pobre lisboeta sem terra, rsrs, aprendi a gostar desta região e a apreciar a sua beleza sui generis, o folclore, a gastronomia, a aparente agressividade da paisagem granítica...
Muito bela e sugestiva esta imagem!
Já agora, se ainda não foi ao festival gastronómico do azeite em Mirandela, aconselho-o vivamente. Já andou no comboiozinho do Tua? Faça-o, se puder!
Aproveito também para lhe dizer que gostei muito de "navegar" no seu blog. Pena não ter tempo para ser mais assídua quer neste quer em tantos outros fantásticos!!!
Permita-me que lhe deixe um beijo.

João Menéres disse...

GABRIELA

Muito obrigado por comentário tão rico em sentimento.

Relativamente ao Festival do Azeite em Mirandela e ao comboiozinho, quero dizer que tenho uma ligação muito pessoal com o Romeu.

Um beijo e aparece sempre qur te for possível.

A porta está sempre aberta para os amigos.

Um beijo.

Alice Salles disse...

Essas figuras folcóricas estão também bem presentes no nordeste do Brasil! Linda, linda imagem!

João Menéres disse...

ALICE

Sabes, na verdade, acho que é isso: Linda e alegre.
Maus olhados pró diabo!

Um beijo.