.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

AÇORES

© João Menéres

ILHA DO PICO

"Esta ilha - a maior dos Açores - é negra até às entranhas, na 
própria terra, na bagacina das praias, no pó das estradas , nas casas,
nos campos divididos e subdivididos por muros de lava,
nas igrejinhas das aldeias, requeimadas e tristes."

(Raul Brandão, in As Ilhas Desconhecidas)

Nota: A ascensão ao Piquinho (a designação corrente do Pico da caldeira), só será possível pela vertente este-sueste, exactamente a que se apresenta nesta imagem.


14 comentários:

expressodalinha disse...

Cá está um vulcão que ainda me falta conhecer ... e com fotos destas o apetite é maior.

Georgia disse...

Já pensou no trabalho que é todos os dias limpar essa poeira preta???

E eu que adoro ver verde em tudo que é canto? Nao, esse lugar nao seria prá mim, rs.

Como você está?

Um abraco

Jorge Monteiro disse...

Adorei os tons de azul e o enquadramento... Belo postal!
Parabéns.
Abraço.

Milouska disse...

João,

Esta foto está bonita. Gosto do azul profundo e do verde contrastante. A nuvem parece fumo exalado pelo vulcão.
No entanto, a foto tem umas manchas...
Um pequeno senão: ia queimando as pestanas a tentar ler a citação de Raul Brandão. Esse laranja não se dá com a minha falta de vista...rsrs
Um beijo,

Milouska

Alice Salles disse...

Ai que medo!
Me aterroriza a ideia de subir no vulcão e ele entrar em erupção! hahaha Sou uma medrosa! Mas que é lindíssimo, isso é!

João Menéres disse...

EXPRESSODALINHA

Brevemente mostrarei outras duas vistas bem diferentes deste vulcão. Espero que o apetite aumente.

João Menéres disse...

GEORGIA

Se queres uma ilha verde, então escolhe S.Miguel.
É na mesma nos Açores...
Mas ias gostar do Pico, de S.Jorge, do Faial...

O Arquipélago dos Açores é constituído por 9 ilhas.
Todas diferentes. Cada uma tem a sua beleza própria.

João Menéres disse...

MILOUSKA

Por acaso, antes de ler esta sua observação, já tinha alterado a cor para o texto.
As manchas, penso que se devem a um erro que cometi na digitalização.
Peço desculpa.

Obrigado por tudo.
Um beijo.

João Menéres disse...

JORGE MONTEIRO

Obrigado pela visita e pelo comentário.
Ab.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Nossa!Que foto mais linda e aterradora!Só de pensar em vulcão me arrepio.Como imagem tão linda pode trazer tanto perigo?No entanto há que se pensar que tudo tem sua razão de ser....

Já que estou aqui,mais uma vez lhe peço permissão para usar foto de sua autoria,a do rio,pois quero postar uma letra de canção que fala exatamente dos rios.Não se acanhe em me dizer não!

Beijos "pidões",Sonia Regina.

João Menéres disse...

ALICE

Concordo que deste lado e com este negro todo, te possa ampliar a sensação do pavor.
Eu hei-de mostrar outros ângulos e outras situações do mesmo vulcão e verás que não terás a mesma idéia. Porém, os vulcões não têm erupções instantâneas.
Por isso, tem mais tranquilidade e quando um dia tiveres a oportunidade de ir à cratera de algum, não hesites.
Uma escritora não pode sofrer desses receios!

L.Reis disse...

...e vir encontrá-la aqui...
Durante muitos anos seguidos, passei o mês de Agosto nesta pedaço de rocha negra, talhada em forjas antigas...foi ali que aprendi o múrmúrio do vento e a cor do azul... foi ali que ouvi as histórias antigas contadas pelos garajaus e que escutei o incansável embalo das marés...foi ali que reencontrei a arte há muito esquecida dos artesãos de miragens...
...e vir encontrá-la aqui...assim desenhada entre azuis...

João Menéres disse...

L.REIS

Um texto extremamente bem construído.
O vulcão merece-o. Esta imagem só vive do efeito da nuvem e dos contrastes cromáticos.
LINDOS OS AZUIS entre os quais a rocha negra se encontra para teus olhos por instantes pousarem.

Boa semana.

Luna disse...

Nunca fui aos Açores nem estive perto de nenhum vulcão (que eu saiba), mas com uma foto tão apelativa vou ficar tentada a ir.
Só uma sugestão: as letras em azul ferem um pouco os olhos, não dá para pôr um azul mais escuro por exemplo? É que torna-se difícil ler, pelo menos para mim, não sei se mais alguém tem esse problema.
Beijinhos

Patrícia