.

terça-feira, 1 de maio de 2018

FORMAS DE OLHAR

© João Menéres


QUANDO ASSIM ME VEJO,
AFINAL QUEM SOU EU ?

28 comentários:

Eduardo P.L. disse...

"Formas de olhar", ou Olhar deformado pela forma?

Isabel disse...

Apesar do olhar deformado, o interior é o mesmo...isso é que é importante:)

A foto é muito bonita:)

Beijinhos:)

bea disse...

Pois também gostei da foto:).

João Menéres disse...

EDUARDO

É como ao acordar e os olhos ainda não despertaram para o dia que ignoro como vai decorrer.

João Menéres disse...

ISABEL

Tudo indefinido, tal como quem tem cataratas nos olhos.

Desejo-te um belo dia e junto um beijo amigo.

João Menéres disse...

BEA

Muito obrigado pela tua opinião, para mim muito importante.

Um beijo amigo e votos que tenhas também o Sol por companhia.

Os olhares da Gracinha! disse...

Reflexos que não passam despercebidos a quem gosta de fotografar!!!
Gosto muito João!!!

Rasuras do Aparo disse...

... alguém que tem um olhar atento e reflexivo sobre o que o rodeia ...

João Menéres disse...

GRACINHA

Assim tem acontecido até hoje, Gracinha.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

RASURAS

Ainda vai havendo, meu caro...

Um abraço amigo.

© Piedade Araújo Sol disse...


gostei do desenformado da imagem.
uma imagem muito original.
beijinhos
:)

João Menéres disse...

PIEDADE

Muito te agradeço o comentário amigo !


Um beijo.

Ana Freire disse...

Um visionário...
Só esses vêem... o que os outros apenas olham...
E o João, sempre descobre uma nova forma de ver... o menos óbvio...
Está brilhante, este jogo de reflexos!
Aquele reflexo azul claro, em baixo, é uma passagem por baixo da torre?...
Cá estou eu, hoje, para deixar a escrita em dia, por aqui... As últimas semanas foram para lá de ocupadas, com as escolhas dos diversos óculos para a minha mãe... e os exames de rotina, em catadupa, que se foram acumulando, para diversas especialidades, enquanto ela se recompunha mais, da última cirurgia, que a abalou um pouco...
Beijinhos, João! Esperando que tenha passado um excelente feriado!
Ana

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Tantas saudades eu tinha dos teus comentários !...

É uma campânula...( verde água ) e noutro plano completamente diferente. Daí talvez a dúvida...
Procurei que ficasse no enfiamento do relógio.
A orte vem ter comigo.
Sou um sortudo, é o que é.

Cuida da tua Mãe e não te preocupes connosco, Ana.
É o BEM mais precioso que tens.

Um beijo muito amigo e obrigado.

Maria Manuela disse...

Qualquer que seja a forma de olhar... qualquer a deformação na forma... a realidade é que eu sou sempre eu... diz a torre...
Gostei muito desta imagem !
Beijinho, João, e uma boa 1ª semana deste mês de Maio !

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Percebi, Maria Manuela !

Agradeço em duplo com um beijo amigo.

Pedro Coimbra disse...

Um cidadão do Mundo, diria eu.
Aquele abraço

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

Agora, por força da idade, o mundo fica mais pequeno.

Abraço amigo.

Fatyly disse...

Esta foto está imensamente original e estive uns bons minutos a apreciar.

Resposta à tua pergunta: pensa sempre que és o que sempre foste e olhando para a foto do andar de baixo...digo...é isso mesmo!

Força e não desistas da tua genialidade: fotografia!

Beijos

L.Reis disse...

Ah...isso é uma boa pergunta... E até dá para pensar, ainda, quem seremos nós quando refletidos na superfície espelhada do olhar dos outros?
Que formas tomaremos?
Que contornos se perderão?
Que parte aparecerá na luz?
Que parte se esconderá na sombra?

Belíssimo jogo de reflexos!

Luísa disse...

És o tempo
És reflexos de luz
És a contagem dos melhores registos do mundo num mundo partilhado com os amigos!
Es tu. Só tu, wm cada momento especial.


Bjnhs

João Menéres disse...

FATYLY

Tive uma tarde com afazeres vários e estou cansado mas com a cabeça no sítio...
Acho que concordo inteiramente contigo quando dizes que és o que sempre foste...
Como sou escorpião, lá desistir não faz parte do meu ADN.
Mas não posso ir buscar forças onde elas já não moram...

Fico muito sem jeito quando alguém diz de mim o que escreveste !
Gosto de brincar e de sorrir e rir, essencialmente.
A Fotografia aconteceu por mero acaso no meu percurso nesta Vida.


Fico-te imensamente grato pelo que me transmitiste, Fatyly !

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

L. REIS

Olha, hoje levei o carro à oficina aqui pertinho.
Como enquanto não fui operado à 2ª catarata fiz uns risquinhos na carrosserie, o dono, em pura conversa, a certa altura, perguntou :
- Tem noventa e quantos ?
Não lhe deitei fogo,porque hoje ainda tenho que assaltar o Banco do Brasil !
Bem sei que com frio o meu aspecto não melhora, mas saí de lá com uma disposição que nem te digo, nem conto !
O que me valeu foram umas trocas de adivinhações via WhatsApp para descomprimir.

Agradeço-te muito o teu comentário que me vai fazer reflectir ainda mais.

BjKa.

João Menéres disse...

LUÍSA

Começo por transcrever as tuas primeiras linhas :
És o tempo
És reflexos de luz


Muito bonito o que escreveste !

Mas depois, tiveste uma enorme falha : Tens que saber o que eu sei, ou seja, o mundo está para além de mim.
Não passo de uma ínfima partícula de biliões de outros seres.
Eventualmente, posso ter os meus momentos. Mas, mesmo esses, são-me trazidos pelo acaso.

Um beijo muito amigo e não menos agradecido.

Agostinho disse...

O poder que o espelho tem!
A revelação de contrastes (im)possíveis. O passado no presente
também passado.
Esplêndida.
Abraço.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Os espelhos para exteriores não são como os mais perfeitos de interior.
No caso presente, permitiram estas divagações...

Muito lhe agradeço as palavras com que me presenteia neste seu comentário.

Envio um abraço amigo ( já num dia de SOL ! ).

Remus disse...

Não me diga que o João foi na comitiva do primeiro ministro, nesta visita de estado que ele está a fazer ao Canadá.
:-)

O grafismo criado pelos vidros e enaltecido pelos reflexos, foi muito bem valorizado.

João Menéres disse...

REMUS

Desta vez, não...

A bandeira, quanto a mim, muito enaltece os reflexos.