.

quinta-feira, 9 de março de 2017

CASTELO DE ARNOIA

© João Menéres


Castelo erguido durante a época românica, dotado de elementos característicos da arquitetura militar desta época, como a torre de menagem coroada por merlões e caminho de ronda. 

29 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

Não conheço.

AvoGi disse...

Não conheço, diz tu onde se situa
Kis :=}

Giga disse...

Eu gosto de antigos castelos, e por isso este será o meu spodpbał, mas eu não sei onde ele está. :(

bea disse...

As árvores têm uma beleza que não se esgota com a vida. Olha essa aí.

João Menéres disse...


JORGE

GISELDA

GIGA


No Concelho de Celorico de Basto, freguesia do Castelo.

João Menéres disse...

BEA

A maioria delas cai de pé.

Um beijo grato.

Os olhares da Gracinha! disse...

Este ... ainda não conheço!
Gosto do olhar
... Bj

Rasuras do Aparo disse...

... ainda se sente o exalar da dureza da época nas muralhas ...

Remus disse...

Já visitei muitos castelos portugueses, mas este aqui nunca visitei. Nem sabia que ele existia. Que tenha de memória, acho que até é a primeira vez que leio/vejo algo sobre o Castelo de Arnoia. É mais um que tenho que adicionar à minha lista.
:-D

Adorei o pormenor da árvore seca, mesmo ao lado da muralha. É como uma metáfora, é como ela tivesse morrido à espera e ao abandono...

Maria Manuela disse...

Parece ser dos mais antigos da época...

Muito bem recortada no enovelado claro do céu, esta parte da torre de menagem... bem como a bela árvore, já autêntica escultura... num diálogo esbracejado com o castelo...
Sim, porque as esculturas também falam... e esta não está aqui só a embelezar o recinto, a fazer companhia às pedras ou a fazer-se à fotografia...
Gostei muito da imagem e de saber que Celorico de Basto também tem um castelo... além das famosas camélias... Tudo sabido pelo Grifo Planante.
Beijinhos.:)

João Menéres disse...

GRACINHA

E para olhares ao vivo, só aos fins de semana...

Um beijo grato.

João Menéres disse...

RASURAS

E se quiser ir a pé, ainda mais sentirá a dureza da subida...

João Menéres disse...

REMUS

Acima afirmei que é na freguesia do Dastelo.
O lugar é que é do Castelo, porque a freguesia é de Arnóia.

Visitas só ao fim de semana, atenção.

A árvore está à sua espera, meu caro Remus.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Estive tentado em editar a preto e branco mas acabei por optar pelo original.
Àrvore e castelo dialogam sós cinco dias por semana.
Por certo que se lhes secaram as palavras...

O castelo date do final do séc. X ou princípios do séc XI.
É muito ano !...

Um beijo amigo e grato.

Pedro Coimbra disse...

E assim vou conhecendo alguns tesouros portugueses que desconhecia.
Aquele abraço, bfds

Presépio no Canal disse...


Não conheço este castelo e tal como o Remus, adorei o contraste entre a árvore seca, frágil e pequena junto ao castelo alto, imponente e forte ( foi o primeiro aspecto que reparei).
Outro beijo.

Agostinho disse...

Deve ser um castelo modesto, mas a fotografia não é. Bem explorada a gradação da luz e o cenário que a sustenta.
Abraço.

L.Reis disse...

Para mim, esta imagem é "feita" por aquela árvore ao fundo, também ela, decerto, vinda de outros tempos.
Não posso deixar de falar, uma vez mais, no enquadramento com o castelo a impor a sua rude silhueta de pedra.

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

Como bem sabe, Portugal é pequenino mas requer muito tempo para ser devidamente descoberto.
Há pormenores em cada canto.


Um abraço.

João Menéres disse...

SANDRA

E tens oferta de alojamento quando quiseres conhecê-lo.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Bem pequeno, na verdade.
Mas vê-se a km...

Um abraço agradecido.

João Menéres disse...

L. REIS

Nesta perspectiva, tens toda a razão !

Espero que "outros" venham a valorizar a rudeza da pedra e a debilidade da árvore.
:-) :-)

mariam [Maria Martins] disse...

Também não conheço! Belo registo! E tal como o Remus, também adorei o detalhe da árvore seca, fez-me lembrar 'as árvores morrem de pé' . Parabéns! Beijinhos :)

Ana Freire disse...

Um castelo que desconhecia... e que adorei descobrir, neste enquadramento super bem conseguido! Com a árvore, chamando para si todo o protagonismo... e seca!!!... Continuando a desafiar as leis do tempo... e da relatividade... pois não nos conseguimos fixar nas muralhas, nem na importância do castelo... apenas para a continuarmos a apreciar...
Mais um trabalho fotográfico incrível, João!
Beijinhos
Ana

Isabel disse...

...e outra...

João Menéres disse...

MARIA

Últimamente, tem sido difícil para mim responder e agradecer...
MUITO OBRIGADO !

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

ANA FRIRE

Veremos se os participantes do Flinpo dirão o mesmo...

Um beijo grato.

João Menéres disse...

ISABEL

Muito obrigado !

Mario Teixeira Gomes disse...

Uma perspectiva de Mestre. Excelente escolha. Um abraço.