.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

NATUREZA

© João Menéres


CAMINHO DE JOÃO PAZ,
NO PARQUE NACIONAL PENEDA-GERÊS.

QUEM ENTRAR PELA 
PORTA DO MEZIO,
JÁ ESTÁ PERTO.
É SÓ TER OS OLHOS BEM ABERTOS...

VIDOEIROS E UM REGATO.

29 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

João

um belíssimo registo, a natureza está lá, mas tu captaste a beleza ao pormenor.

beijinhos

:)

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Lindo um belo olhar meu amigo.
Um abraço e continuação de boa semana.
Andarilhar || Dedais de Francisco e Idalisa || Livros-Autografados

Maria Manuela disse...

Lindíssimo !
A essência do lugar e seu mistério num só olhar !
Belo e diferente !
Beijinhos.

João Menéres disse...

PIEDADE

Eu é que gostei que tivesses sentido a Natureza !

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

FRANCISCO OLIVEIRA

Muito obrigado pela visita e pelo amável comentário.

No Porto está um frio dos diabos, outra vez !

Um abraço.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Como me conheces, bem sabes que procuro satisfazer todos os SEGUIDORES.
Por isso, vario os temas e as técnicas o mais possível...

Um fim de tarde no Gerês, desta vez.

Um beijo muito amigo e igualmente grato.

Remus disse...

Lamentavelmente acho que não conheço. Pelo menos não tenho memória de ter passado por este sitio em concreto.
Mas ele aqui está retratado de uma forma muito enigmática. Quase que até fico com medo que apareça o "lobo mau" por entre essas árvores.
É uma fotografia que nos deixa a sonhar e abre a nossa imaginação.

Rasuras do Aparo disse...

... bem se pode dizer que o ilustre ia com os olhos e respectivo diafragma bem aberto não ?! ( este último , refiro-me á câmara fotográfica ) ... belo lugar para um dia 14 ...

João Menéres disse...

REMUS

Entrando pela citada porta vai a caminho de Fafião mas não é afastado da entrada...

Os lobos maus pertencem a um outro mundo...

Um abraço e grato pela sua apreciação.

João Menéres disse...

RASURAS

Passei por lá ( PNPG )muitos dias desses !...

O outono,quanto a mim, é a melhor altura para nos deixarmos perder e esperar que A Menina do Capuchinho Vermelho nos traga a merenda...

Um abraço amigo.

Eduardo P.L. disse...

Que luz!!!!!

João Menéres disse...

EDUARDO

É verdade !

Luísa disse...

Quase oiço o regato passar
E que apressado ele vai!
Este não vai secar
Não enquanto a chuva cai...


Apanhaste-lhe o ritmo.
Agarraste-lhe as cores
Partilhas o teu olhar,
do Gerês que é só meu, teu e do resto mundo.
Mil bjnhs senhor das mil e uma belas fotos

João Menéres disse...

LUÍSA

E no correr do regato veio Poesia !

Muito bonito, Luísa.
E como te agradeço...

Um beijo ( voltou o frio tremendo ).

Pedro Coimbra disse...

A foto está bestial!!
Aquele abraço, bfds

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Talvez dentro de pouco tempo vá conhecer melhor o Gerês.
Grato pela dica!
Abraço

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

Fico muito contente por ter gostado assim tanto.

Com muito frio e chuva, aqui fica o abraço amigo.

João Menéres disse...

RUI PIRES

Espere pelo outono...
Mas também pode ir em Abril, digo eu...

Se me mandar o seu endereço ( via e-mail ), enviar-lhe-ei uma brochura que talvez lhe seja útil.

Grande abraço.

Os olhares da Gracinha! disse...

Convém abrir bem os olhos!!!
Quanto ao Gerês ... adoro visitar!
bj

João Menéres disse...

GRACINHA

E dizes muito bem :

ABRIR OS OLHOS É PRECISO !

Um beijo amigo.

L.Reis disse...

Já lá estive duas vezes e é mesmo um lugar cheio de magia. Tão mágico, tão mágico que em certos sítios, como este, as árvores têm contornos de prata e por trás das sombras permanece o suave rumorejar do canto do vento.

João Menéres disse...

Há quanto tempo lá estiveste ?
( Depois de saber, comento ).

Um beijo natural.

Ana Freire disse...

Um ambiente misterioso, e quase mágico... quase se esperando ver um duende, surgir a qualquer momento, por entre os caminhos da floresta...
A iluminação está fantástica, definindo os contornos dos troncos, mas sem se fazer notar de uma forma muito explícita...
Um belo registo do Gerês! De uma forma bem especial... e muito diferente, da que é mais usual conseguir-se em pleno dia...
Beijinhos
Ana

L.Reis disse...

Iiiiihhhh já não sei...a última vez talvez tenha sido há uns 3 ou 4 anos...

Agostinho disse...

Parece-me conhecer o local, porém, nunca o vi assim. Este brilho luzente no negro fundo quase noite...
Abraço.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Tudo o que o Gerês nos pode oferecer de surpresa, Ana...
Já percorri o Parque Nacional, nos seus três Distritos, de todas as maneira :
Helicóptero, automóvel e a pé.
E em diferentes estações do ano.
Uma visão sempre diferente em cada área, em cada momento.
Duendes nunca me apareceram mas numa noite em em que o carro ficou preso num lugar perdido receei ter companhia algum lobo.
Uma noite num 30 de Dezembro que só teve final feliz pelas 15:00 horas depois de caminhar 14 km serra acima...
Um pesadelo ( ainda os filhos eram crianças ) que me fez ligar AINDA MAIS a toda esta beleza natural !

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

L. REIS

E não me informaste que andavas por cá ???

Estou muito triste !

Um beijo ( só ).

João Menéres disse...

AGOSTINHO

São momentos que parece por nós esperarem...

Um abraço amigo e grato.

Presépio no Canal disse...

Lindíssima esta fotografia. Parece magia. Árvores com raios de luz!