.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

GRAFFITI

© João Menéres



TRATA-SE DE UMA ESCULTURA
DO GRANDE ARTISTA
VHILS.

DE SEU NOME ALEXANDRE FARTO,
COMEÇOU A PINTAR NA
MARGEM SUL COM 13 ANOS.
ACTUALMENTE, AS SUAS
OBRAS ESTÃO À VISTA EM
NOVA IORQUE, PERTH,
LONDRES, MOSCOVO,
BOGOTÁ E LOS ANGELES.

FOI PRODUZIDA EM CORTIÇA 
E REPRESENTA A JUSTAPOSIÇÃO
ENTRE A IDENTIDADE SOCIAL E
CULTURAL DO INDIVÍDUO E
O MEIO INDUSTRIAL ONDE
EXERCE A SUA ACTIVIDADE.

FAZ PARTE DE UMA SÉRIE
INTITULADA
DIORAMA CORK FAKTORY.





28 comentários:

Presépio no Canal disse...

Gostei bastante, João.
Obrigada por partilhares.
Beijinho e bom fim-de-semana!

Eduardo P.L. disse...

Muito curioso.

Aleatoriamente disse...

Bom dia João
Muito interessante.
bom saber um pouco desse artista.

Beijinho

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Fenomenal e superiormente fotografada!
Abraço

Os olhares da Gracinha! disse...

Não me importava de a ter num recanto do meu lar!
Grata pela partilha ... bjoca

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma verdadeira e bela obra de arte.
Um abraço e bom fim-de-semana.
Andarilhar || Dedais de Francisco e Idalisa || Livros-Autografados

Remus disse...

Ele é um "moço" com talento. Sem dúvida! E tanto assim é, que agora até já começa a ser imitado por outros "supostos" artistas.
Belo trabalho artístico e a fotografia não poderia ter ficado melhor. O domínio da luminosidade está perfeito.

AvoGi disse...

Talentoso, sem dúvida
Kis :=}

María Perlada disse...

Bonita escultura.

Un placer visitarte.

Un beso.

Maria Manuela disse...

Bastante expressiva, não há dúvida !
É um gosto ter conhecimento de mais um nome português que assim se destaca no panorama nacional e internacional.
E com um novo conceito.
Óptimo registo e bem elucidativo !
Beijinho.:)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Aprecio imenso os trabalhos feitos em cortiça.

Estive em contacto com a cortiça nas suas

diversas formas, desde crua, cozida, virgem,

transformada em rolhas, e tanta outra coisa.

Belos tempos, da m/mocidade.

Parabéns a este artista.

Abraço amigo e bom fim de semana.
Irene Alves

Jorge Pinheiro disse...

Um estilo inconfundível.

Elvira Carvalho disse...

É muito interessante.
No Barreiro em tempos havia várias fábricas de cortiça. Agora não há nenhuma.
E é um material que se presta a muitos trabalhos, artísticos ou artesanais.
Um abraço e bom fim-de-semana

bea disse...

Os artistas são também isso, pensam diferente. É muito sugestivo este trabalho. Obrigada pela mostra.

Rasuras do Aparo disse...

... não lhe conhecia a faceta neste tipo de material ... aqui por Lisboa existem alguns trabalhos de grande qualidade ... mas este em cortiça está fabuloso pela expressividade implícita ... e a foto conseguiu estar tecnicamente perfeita ( já é um hábito ... )

João Menéres disse...

SANDRA

EDUARDO

ALEATORIAMENTE

RUI PIRES

GRACINHA

FRANCISCO OLIVEIRA

REMUS

GISELDA

MARIA PERLADA

MARIA MANUELA

IRENE

JORGE

ELVIRA

BEA

RASURAS

COMO SÃO TODOS UNÂNIMES A ELOGIAR E A APRECIAR O TRABALHO DO VHILS, FICO MUITO FELIZ POR TER POSTADO ESTA OBRA EM CORTIÇA E A TODOS AGRADEÇO OS COMENTÁRIOS FEITOS.
Beijos /Abraços


L.Reis disse...

Eu não gosto muito da cortiça como material (talvez por causa da proliferação de artigos para turista feitos com a dita) mas tenho que admitir que o trabalho resultou muito bem. Do Alexandre Farto o que eu mais gosto são os murais. Vi uma vez um vídeo sobre a execução de um e fiquei fascinada, desde então, pelas obras deste senhor.

João Menéres disse...

L. REIS

Tens aí em Lisboa !
Amanhã até há uma visita guiada...

Também não aprecio a cortiça, até porque para se beber algo de jeito é preciso tirar a rolha...de cortiça.

Manu disse...

Gostei de conhecer! Um verdadeiro talento e talentosa está também esta foto.
Parabéns!

Beijos João

João Menéres disse...

MANU

Pela aceitação e solicitações que tem tido lá fora, não é de colocar em dúvida que se trata mesmo de um Artista !

Um beijo e muito obrigado.

Ana Freire disse...

Extraordinária a obra de Vhils... bem como a foto... que a mostrou, com um ângulo e uma incidência de luz perfeita!...
Duas artes, portanto... que se conjugaram muito bem...
Beijinhos!
Ana

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Concordo contigo quanto ao que dizes do Vhils, claro.
Encontrei as condições ideais para assim fotografar, Ana.

Um beijo amigo e obrigado.

myra disse...

interessante, mas nao gosto muito...

João Menéres disse...

MYRA

Talvez não estejas habituada a ver trabalhos em cortiça...

Um beijo amigo.

Agostinho disse...

Um artista surpreendentemente talentoso. Dêem-lhe uma superfície que ele faz emergir dela obra.
Ao olhar a fotografia encontro-lhe algo de estranho, talvez pela natureza do material trabalhado pelo escultor-pintor.
Abraço.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Que é Artista já ficámos a saber, não é verdade ?
E as paredes são-lhe proporcionadas em importantes cidades...

Um abraço e obrigado.

Sami disse...

Adoro o trabalho do VIHLS, aqui em Perth, Australia temos um mural dele.
Mas esta escultura em cortica esta fabulosa!

João Menéres disse...

SAMI

Muito obrigado pela informação !
Vou acrescentar já !

Um beijo amigo,