.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

À DESCOBERTA DA PORCELANA


© João Menéres


CRIATIVOS PORTUGUESES 
BASEARAM-SE
EM PORCELANAS DA VISTA ALEGRE E NOVOS PADRÕES SURGEM EM TECIDOS.

APRESENTAMOS UM PORMENOR
DE UM VESTIDO EXPOSTO NUMA LIVRARIA MAIS QUE CENTENÁRIA.

26 comentários:

Elvira Carvalho disse...

A porcelana e os azulejos portugueses podem ser uma fonte de inspiração.
Um abraço e uma boa semana

Eduardo P.L. disse...

A Porcelana Vista Alegre deve ser o mais importante produto de exportação de Portugal. Excluído o Vinho do Porto, evidentemente.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Muito criativo.
Um abraço e boa semana.
Andarilhar || Dedais de Francisco e Idalisa || Livros-Autografados

João Menéres disse...

ELVIRA CARVALHO

Está dado o primeiro passo para tal.

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

EDUARDO

Não esquecer igualmente os vinhos de mesa, os cristais da Atlantis e muitos dos nossos cérebros...

João Menéres disse...

FRANCISCO OLIVEIRA

Também considerei !

Um abraço e obrigado.

Rasuras do Aparo disse...

... a criatividade é isso mesmo ... pensar e olhar o mesmo objecto de um prisma totalmente diferente ... ( quem pensaria em fotografar ?! ...)

Presépio no Canal disse...

Que bonitos tecidos! Que bem que ficaram inspirados nas temáticas da Vista Alegre!
Beijinho, querido João.

Remus disse...

Pormenor de um vestido exposto numa livraria?!
Mas no Porto anda tudo virado do avesso? Qualquer dia vamos ter livros expostos nas vitrinas de um talho...
:-D

Bonito pormenor. Diria que até é intemporal.
O tecido foi muito bem valorizado e enaltecido na fotografia.

João Menéres disse...

RASURAS

Então não é meu hábito variar ?

Grande abraço e obrigado.

João Menéres disse...

SANDRA

Sempre pronta a deixar um elogio...

És uma querida !

Um beijo muito grato.

João Menéres disse...

REMUS

E os livros não alimentam ?


Muito obrigado pelo comentário elogioso.

Um abraço.

Manu disse...

É tão bonito, que não me importava nada de ter um vestido com um padrão destes.

Beijos João

L.Reis disse...

Haja gente com ideias!
Estava aqui a pensar nos padrões da porcelana da Vista Alegre que conheço e isto é capaz de ser uma ideia com muito sucesso. Para além do mais, quem não conseguir comprar um serviço de porcelana da Vista Alegre (eu sou apaixonada pelo Blue Ming) pode sempre comprar meio metro de tecido... :):)
Quanto à imagem, estou com o Remus e aquele drapejado a ocupar toda a imagem consegue fazer-nos perceber a delicadeza da "porcelana tecida"

Maria Manuela disse...

Ora aqui está um padrão bem português para um vestido primaveril !
Lindo, fresco e com uma barra muito bonita !
E parece que a brisa da Primavera passou mesmo por ali !
Muito bem fotografado, João ! Registo oportuno.
Beijinhos.:)

João Menéres disse...

MANU

Tem um lindo estampado, sim senhor !

Um beijo.

João Menéres disse...

L. REIS

Blue Ming ?
- Sempre o teu bom gosto !

Essa do meio metro é bem pensada, mas não podem ser dois metritos ?

Um beijo como a porcelana tecida.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Nos tecidos para vestidos, nada como ouvir as senhoras !

Obrigado pelo amável comentário.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

Segundo o BLOGGER, esta postagem foi vista ontem por 828 vezes. Um número bem simpático !

Pedro Coimbra disse...

E que bonito que ficou!
Aquele abraço

João Menéres disse...

PEDRO COIMBRA

Muito obrigado pela sua presença.

Um abraço amigo.

Agostinho disse...

O sector da cerãmicca tem uma boa projecção no estrangeiro. Ainda neste fim de semana, em conversa com uma jovem engenheira foi-me referido que a sua fábrica, na zona de Alcobaça, exporta 100℅ da produção. É bom! Como é bom este beber do design dos téxteis noutras fontes com méritos firmados. Como é óptimo uma livraria agitar a clientela com motivos aparentemente estranhos ao negócio. Como é excelente a fotografia de João Menéres para regalo da gente.
Abraço.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

E como é TÃO BOM ler os seus comentários, sempre extremamente simpáticos !
100% da sua produção é exportada ?
- Então nem a "cheiramos" cá...
Que empresa é, Agostinho ?

A fotografia ( dada a dificuldade de mostrar o todo ) teve que ser limitada a uma pequena parte...

Um grande abraço e muito grato.

Ana Freire disse...

Adorei este ondular de nostalgias, tão bonito, reconfortante e sereno!
Ainda me lembro de tecidos idênticos, em casa da minha avó...
Um registo belíssimo, João!
Beijinhos
Ana

Kaipiroska disse...

LINDO!!!!

Luísa disse...

Tão luso! Tão nosso!

Sabes q penso imprimir uma pintura da Myra numa echarpe?
Depois mostrarei.
Bjnhs