.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

4393

© João Menéres



LEMBRAS-TE DESTE  MERCADO
EM TÂNGER ?

34 comentários:

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Gosto muito deste tipo de fotos. Eu não me lembro porque nunca lá estive, mas gostava de ir. Enquanto isso não acontece, vai abrindo o apetite com esta variedade toda de fruta!
Abraço

João Menéres disse...

RUI PIRES

Fotografias de passagem, de disparar sem pensar.
Haverá mais de Marrocos...

Um abraço e bfs.

Eduardo P.L. disse...

Todos os mercados são iguais no mundo todo. Diga que esse é o daqui ao lado de casa, eu acredito...

João Menéres disse...

EDUARDO

Nada é igual, desculpe.
Há produtos ( de todo o género ) que são diferentes.
As pessoas não são iguais.
A forma de armar as bancas é diferente.
Nem o Porto é Marrocos, como São Paulo não é Marrocos, meu amigo.

Remus disse...

Sei que a pergunta não é para mim, mas eu respondo na mesma.
Não lembro-me deste mercado, até porque nunca fui a Tânger. Mas vejo que nesse mercado as bananas são grandes. Eu gosto mais das bananas mais pequenas... das da Madeira.
:-D

Ao ver esta fruta toda (adoro comer fruta), até fiquei com água na boca.

Manu disse...

Eu lembro porque já lá fui. Adoro esses mercados de fruta apetitosa.
Acabou de me dar uma ideia para a minha próxima foto :)

Beijos João

João Menéres disse...

REMUS

Pois não era, não.

Quanto a bananas, prefiro as de Angola ou da América Central ou da América do Sul.
A minha fruta preferida é a cereja, embora goste muito de bananas.

João Menéres disse...

MANU

Ainda bem que o meu blog não serve apenas para massacrar os AMIGOS.
Fico na expectativa da ideia posta em prática !

Um beijo amigo.

Agostinho disse...

O que me intriga é o número. A fotografia é o que é: informa.
Abraço.

bea disse...

Fica a gente com vontade de uma cestinha de verga e nós ali a deitarmos-lhe dentro tanta coisa que apetece e é alegre. As cestas que vêm do mercado estão sempre bem enfeitadas.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

O 4393 que usei como título é como viu o nº que está assinalado na caixa de madeira.
E mais não sei...


Um abraço grato.

João Menéres disse...

BEA

Mas agora o que "está na moda" são os sacos dos hipermercados...

Um beijo amigo e obrigado.

Rasuras do Aparo disse...

... não não me lembro a única coisa que identifico é o 4393 ... está na parte lateral da caixa de madeira (tipo onde está o Wally) ... gosto de ver esta profusão de cores e este tipo de mercados ... mas não me lembro de facto porque nunca lá fui ... além disso esta pertinente questão na sua essência não me é dirigida ... certo?! ...

João Menéres disse...

RASURAS

Há tanto para ver e admirar nestes mercados, como nos bazares...
Eu gosto de conhecer as diferenças que existem entre eles.
Se nunca lá foi, não é de certeza.

Um abraço e bom fds.

Questiuncas disse...

Poderia dizer que sim, que era um mercado com muitas bancas de fruta, que comprei para o João um quilo de cerejas vermelho escuro, e enquanto íamos percorrendo o mercado, o João comia deliciado as cerejas, deitando sempre os caroços para o chão.
Poderia dizer que me lembrava de ter visto o Remus a resmungar com o tamanho das bananas, temia de ficar com uma entalada na boca.
Poderia dizer isto tudo, mas não, ao João não minto, nunca fui a este mercado, nem a Tânger, mas gosto de cerejas e de bananas.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

E eu não atiro os caroços para o chão...
E também gosto de pêras sumarentas...

E não digo de que gosto mais com receio que mande, caiões carregado.

Um abraço e OBRIGADO.

Presépio no Canal disse...


Um dia, gostava de ir a Marrocos, especialmente a Tânger, onde os portugueses estiveram.
Gosto muito de mercados e de experimentar novos sabores.
Beijinho!

João Menéres disse...

SANDRA

A 1ª vez que fui a Tânger estava a passar férias na Andaluzia e meti-me num barco em Algeciras.
regressei ao fim da tarde.
É tudo fácil. É necessário tomar decisões.

Um beijo muito amigo.

Elvira Carvalho disse...

Nunca estive em Tanger.
Um abraço e bom fim de semana

L.Reis disse...

Eu lembro-me.
Aliás, os mercados, por terras marroquinas, foram das imagens mais marcantes dessa viagem. Um labirinto de cor e gente, as bancas que parecem montras de loja gourmet, os cheiros, os sons, o constante movimento...
Lembro-me, então não me lembro!
Shukran.

João Menéres disse...

ELVIRA

Sugiro uma visita a Marrocos integrada num grupo.
Consulta uma Agência de viagens.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

L.REIS

Então não te havias de lembrar !...
Ainda o Eduardo diz que são todos iguais...

SHUKRAN JAZILAN

Um beijo.

Luísa disse...

E os cheiros?
O deste não é igual....
Bjnhs

João Menéres disse...

LUÍSA

Nunca nada é igual.
O cheiro.
O linguajar.

Até a minha postagem terá hoje uma hora diferente !...

Um beijo e Sol, muito Sol.

ana disse...

João,
Andou a guardar os seus álbuns?
Gosto destas recordações. Muito bonita esta fotografia.
Fui a Marrocos há muitos anos e adorei a viagem.
Beijinhos.:))

Ana Freire disse...

Se lá fui... só em sonhos, talvez...
Adorei ver a variedade... e quantidade de frutas que espaço tão pequeno consegue albergar...
Cá... numa qualquer mercearia ou supermercado... aquele monte de maças já andaria espalhado pelo chão... alguém se lembraria de querer, a de baixo... mesmo à frente da bancada!
Uma belíssima imagem, deste super interessante mercado...
Beijinhos, João! Bom fim de semana!
Ana

Jorge Pinheiro disse...

Bem fornecido.

João Menéres disse...

ANA

Eu guardo tudo !!!
Por isso, 14 meses depois é que ainda não esvaziei a Boavista !

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Ora reflecte melhor.
Então não somos TODOS originários de África ?

Tens toda a razão na observação que fazes quanto ao comportamento ( civismo ) que por cá grassa.
E se fosses ao Continente da Praia da Rocha ( por exemplo ) no mês de Agosto, até pensavas que tinhas ido
à selva !...

Obrigado pelo comentário ( sempre muito simpático ), mas acho que a definição não está a 100%.

Um fim de semana tranquilo e amanhã vou até às Terras de Basto ( ida e volta ).


Um beijo amigo e até à próxima.

João Menéres disse...

JORGE

Felizmente, nós também não nos podemos queixar de restrições ao consumo ( para já, pelo menos ).

GL disse...

Quando saio do burgo e chego a um qualquer outro, uma das primeiras coisas que faço é ir em busca do mercado.
Recordo, em Barcelona, a primeira vez que lá fui e fiz a visita "obrigatória".
A vendedora da fruta pega numas quantas cerejas e, com elas, faz um belo "ramalhete" que me oferece com um imenso sorriso.
Singelezas, dirás. São, mas carregadas de significado.

A fotografia? Amigo, quase "sinto" o cheiro!

Beijinho

João Menéres disse...

Gl

E ainda um amigo comentou que eram todos iguais...

Um beijo amigo.

GL disse...

Ai não são não, nada disso!:)

Beijinho.

João Menéres disse...

GL

Pois não !

Um beijo.