.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

OLHOS QUE VIGIAM

                                                   Abstracto a cores
                          Mostrar a sua visão abstracta das coisas, a cores.


© João Menéres

15 comentários:

Eduardo P.L. disse...

A arte das curvas coloridas

Jorge Pinheiro disse...

Cores às curvas. Muito bom.

Fê blue bird disse...

A arte abstracta desperta em mim sempre um grande fascínio pois pode ter diversas interpretações.
Esta foto por exemplo faz-me lembrar a pele de uma cobra :)

Um beijinho amigo João com o desejo de melhoras.

Remus disse...

Cá para mim o amigo João andou foi a consumir substâncias ilícitas. Dizem que nos anos 60 e 70, que era "normal" as pessoas verem o mundo desta forma, com muitas cores e às ondas.
:-D

Um bonito abstracto desta tapeçaria (pelo menos penso que seja uma tapeçaria). Se por acaso não for uma tapeçaria, então quem anda a ver mal sou eu.
:-D

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Sublime!
Abraço

GL disse...

Um rio de águas mansas que tudo alimenta (o azul), um rio de lava que tudo consome (o vermelho). No meio, pequenas ilhas e a sua paz.
Leitura forçada? Talvez, Amigo, mas é a minha.:)
A fotografia? Linda, como sempre!

Continuação das melhoras, João. Começo a ficar apreensiva com essa gripe.

Beijinho.

Isabel disse...

É giríssimo!
Parece um tecido...será?

Um beijinho e espero que já esteja melhor:)
Bom fim-de-semana:)

Manu disse...

Bonito ondulado que se transformou num grafismo excelente.

Beijos João

ana disse...

Excelente, João.
Beijinho. :))

Maria Manuela disse...

Linda abstracção !
Lembra-me células orgânicas... em interacção constante...
Uma foto plena de vida !
Beijinho e contínuas melhoras.

Agostinho disse...

Ponto a ponto, pixel a pixel uma sedução delirante.
Votos de saúde. Este tempo não ajuda nada.
Abraço.

Luísa disse...

Não me concentro!
Juro que "me foge a vista"....
Mil beijinhos,
Luísa

Elvira Carvalho disse...

Sinceramente João, gosto dos tons desta "coisa". Não me parece uma tela, tão pouco uma fotografia. Pelo relevo diria que é um tapete ou coisa parecida bordada a meio ponto. Mas olho para isto como boi para palácio de cristal, e a única coisa que me vem à memória é a cauda de um pavão.
Um abraço e bom domingo

Ana Simões disse...

Lindíssimo abstracto que me parece uma tapeçaria. Muito bom registo.

mariam [Maria Martins] disse...

Espectacular! Pbs! bjs