.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

IMPREVISÕES

© João Menéres

ESTE PERDEU A CABEÇA
E AGORA NÃO SABE
PARA ONDE IR...

31 comentários:

Fatyly disse...

Ai coitado:))) mas que coisa mais feia, mas foi vandalizada ou é mesmo assim? E o que representa?
Desculpa João a minha ignorância.

Beijos e uma boa semana

João Menéres disse...

FATYLY

Sei lá o que representa !...
Se calhar o dinheiro subiu~lhe à cabeça e com o peso fê-la cair até às pernas...

Um beijo grato e amigo.

Eduardo P.L. disse...

Ótimo! Tanto a instalação como a foto. Retrato dos dias de hoje.

João Menéres disse...

EDUARDO

Pois é, Eduardo !
Tudo com a cabeça fora do sítio...

Fê blue bird disse...

Quantas vezes me acontece isto :)

Amigo João,às vezes cometemos injustiças na blogosfera, sem intenção diga-se, este nosso "afastamento" tem que ser compensado, não acha ? :)
Estou-lhe muito grata por me ter visitado e comentado, acredite.

Um beijinho e boa semana

João Menéres disse...



Há sempre, no mínimo, uma razão, FÊ !
Primeiro, tenho tido vários problemas com o senhor BLOGGER. Alguns estão resolvidos outros não.
Depois, foi a perda da listagem dos blogs que sigo e como nãunca fixei o nome de imensos blogs, foi o diabo !
Anteriormente a minha lista de blogs indicava o tempo de cada nova postagem dos amigos.
Agora,não.
Gostava de saber como devo proceder para ter a listagem como anteriormente se apresentava.
Também já fui informado que o meu blog leva mais tempo a abrir !
Sucedeu-te o mesmo a ti ?

Também saí da minha moradia em Novembro do ano passado e ainda ando a ver as minhas coisas, que é como quem diz, as minhas tralhas : Papeis, slides, etc.,etc.
Ainda não dei conta do recado e já estamos em finais de Outubro !

Em Maio, magoei-me numa perna e estive no "estaleiro" mais de um mês.
Agora, estou a acompanhar a finalização de mais um livro meu.

Como vês ( e não esgotei o reportório ...), não posso fazer mais do que humanamente me é possível com esta pesada idade.

Um beijo amigo e um até já ( tão cedo quanto possível ).

Agostinho disse...

... apesar das arrobas de informação que transporta...

O amigo João Menéres, por razões profissionais, sabe o que são by-passes. Fizeram 4 e, dizem eles, que ficou como novo. De regresso à tona vim visitar o amigo que oferece em troca de nada, imagens fantásticas.

Abraço.

Remus disse...

Perder a cabeça não deve ter perdido, porque ainda vejo ali um nariz e uma boca. Mas bracinhos é que ele não tem... Acho que ele ficou ali especado, porque não consegue levar a mala e ninguém o ajuda...
:-D

Acho que reconheço esta estação. Acho que é a estação de Aveiro. Mas em relação à escultura, penso que seja relativamente recente, não lembro-me de a ter visto... Ou então, efectivamente, não é Aveiro.
:-D

© Piedade Araújo Sol disse...

João

a foto está efectivamente bem tirada, mas o que retrata (arte) não é lá muito bonito, embora me pareça estar estragado pelo tempo e deve ter o seu significado que não consigo entender, mas, a fachada do prédio que está por detrás, é belíssimo.
uma boa semana. e boas fotos por aí.
beijo amigo
:)

Isabel disse...

"Homem perdido no caos do tempo presente"

Parece que não perdeu a cabeça, mas o tronco, pois há por ali uma boca e nariz...

Setas a apontar em todas as direcções...parece um bocado (muito) desorientado. Como a humanidade!

Enfim, isto sou eu a especular!

Um beijinho:)

Isabel disse...

Ou...

"Homem perdido no caos de seu tempo" - acho que fica melhor...

Manu disse...

Uma escultura super original e muito bem enquadrada.
Só faltou saber o autor.

Beijos João

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Fez um by -pass ?
Com esse magnífico aspecto ?
Mas se ficou como novo, temos um jovem !
Parabéns amigos.

Esta imagem, bom...achei graça aos pés e aos tennis.
E ao nariz também.
Do cérebro só escorre ferrugem...

A troco de nada ?
- Está enganado, meu bom amigo, pois os vossos comentários alimentam-me o espírito e fazem com que vá prosseguindo à medida do possível.

Desejo sinceramente que a recuperação seja efectiva e que se sinta realmente bem, AGOSTINHO !
Um abraço de um cardíaco.

jose jaime disse...

Acho que ficou perdido com a beleza dos azulejos portugueses das casas ao seu redor.
Abraços.

João Menéres disse...

REMUS

Bem pensada a explicação para o especado !

A etiqueta o diz, Remus...
Não é muito recente ( basta olhar para ferrugem ).
Quem sobe a Lourenço Peixinho e chega ao largo, se olhar à direita, logo a visiona.

Um abraço grato.

João Menéres disse...

PIEDADE

Dizem que é arte...
Quem sabe ?

O edifício atrás é a Estação dos Caminhos de Ferro, cujas paredes ( as quatro ) estão revestidas por lindos paineis azulejados com motivos da Região.
Fotografei há muito tempo alguns desses paineis.
Mas não sei onde tenho os slides...

Nestes dias próximos não vou ter ocasião para fotografar nada.
Mas o Grifo Planante continua a voar !

Um beijo grato e amigo.

João Menéres disse...

ISABEL ( I e II )

Foste feliz com a 2ª alternativa.
Realmente, "Homem perdido no caos de seu tempo" assenta bem no caso.
Nem orelhas tem...mas não se pode dizer que tenha mais olhos do que barriga !
Pelo menos eu, nem o tamanho da barriga vejo.

Muito obrigado, amiga, e aqui fica o merecido beijo.

João Menéres disse...

MANU

Na ocasião andei às voltas a ver se descobria o nome do autor desta estranha ( mas curiosa ) peça.

Um beijo amigo e obrigado, MANU.

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Esclareço que as casas são a Estação da Ferrovia.
São de uma beleza genuína.

Grande abraço e muito grato por me visitar e comentar.

Luísa disse...

Um titulo: cabeça perdida!
Um nome: sem cabeça!
Um adjetivo: descabeçado!
Um propósito: "multidão:um homem sem cabeça"!!!

Descobres cada coisa! Quem decapitou?

João Menéres disse...

LUÍSA

Um sem cabeça perdeu a cabeça.
Um descabeçado não entra na multidão.
E agora ?

Um beijo grato e muito amigo.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Uma excelente foto.

Muito interessante "estatueta" que pode efetivamente dar aso a várias interpretações mas, na realidade destaco a obra de arte que faz de pano de fundo e é encantadora e são esses painéis de azulejos e que tanto identifica o nosso país no mundo.

Adorei e acredite caro amigo, tenho passado um pouco ao lado desses mas para uma próxima visita a Aveiro, não são só os ovos moles que não escapam!!!

Abraço

Rui

Jorge Pinheiro disse...

Esquisito!

João Menéres disse...

RUI PIRES

Há excelentes azulejos em muitas Estações de Combóios, Rui Pires.
Não só em Aveiro.
Aliás os do Pinhão são dos mais divulgados, como bem sabe.

Quanto à peça : até estou a achar interessantes os variados comentário !
Viva o SEM CABEÇA !

Um abraço grato.

João Menéres disse...

JORGE

No mínimo, MUITO INSÓLITO.

Ana Freire disse...

Um estilo de arte demasiado vanguardista para meu gosto... mas que enaltece a verdadeira arte... do edifício ao fundo!
O trabalho em azulejaria é incrível!
A escultura... penso que represente alguma forma de arrumação de ideias... necessária... para se prosseguir a viagem da nossa vida... talvez por isso, a cabeça no formato de caixa... e tantas setas, em direcções indeterminadas... ou isso... ou representa alguém... a quem puseram as malinhas à porta, e lhe disseram... agora, amanha-te!!! :-D

Ando a alucinar com a minha lista de blogues. Ainda a verificar quem falta, e quem está, nos intervalos, em que tenho menos que fazer...
E preciso dar mesmo um jeito nos ficheiros aqui do computador, que estão demasiado desorganizados para meu gosto, em achar as fotos que quero...
Pelo que essa escultura... me vem lembrar que arrumação... está mesmo na ordem do dia, também para mim... da dita lista, e das fotos...
Beijinhos!
Ana

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Uma maneira delicada de dizeres ao autor da peça que não gostas.
Muito bem, Ana !
( se bem que a peça não me desagrade totalmente... É motivo de troca de impressões e de diferentes avaliações, o que já não é mau ).
Essa de arrumar as ideias é brilhante, Ana !

E a do agora, amanha-te fez-me rir às gargalhadas !

Quanto à lista dos blogs que seguimos, a que tinha de origem indicava a hora a que cada uma tinha sido postada. Era óptimo.
Mas como presentemente não disponho de tempo para mais averiguações, deixo ficar como está até ver.

Vamos lá às fotos, Ana Cristina !

Um beijo muito amigo e grato.

Rasuras do Aparo disse...

... há quem tenha perdido não a cabeça ... mas a vontade ... o brilho ... com sorrisos a medo ... e não foi em Aveiro não ...

João Menéres disse...

RASURAS

Pois...este também nem sabe para onde ir.

Grande abraço.

GL disse...

Boa noite, João!

A pobre da menina (?) tem um belo perfil, nariz e boca bem desenhados, o diabo é que o vento lá do sitio baralhou-a de tal forma que a sua vida passou a ser um emaranhado de setas que não conduzem a lado nenhum.
Enfim, contrariedades!:)

Bonito, bonito, são os painéis de azulejo que estão em fundo. No que respeita à azulejaria "damos cartas", essa é que é essa!:):)

Beijinho, João.

João Menéres disse...

GL

Há muita gente que anda por caminhos incertos, mesmo sem ventos...
Quanto aos azulejos é uma verdade indiscutível, embora agora sejam bem diferentes.
Os da Maria Keil são uma boa excepção.
Por exemplo, aí na Avenida Santo...

Um beijo muito amigo.