.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

FOLHAS OUTONAIS

© João Menéres

EM MEMÓRIA DA MINHA MÃE,
QUE NASCEU NESTE DIA 
NO ANO DE 1899.
E TANTO DE FLORES GOSTAVA...

18 comentários:

Fatyly disse...

Um belo quadro para uma memória sempre presente. Gostei muito!

Beijos

APS disse...

Na boa sequência marciana familiar de Escorpião..:-)
Gostei da simplicidade quer do momento, quer das flores.
Uma boa semana!

Pedro Coimbra disse...

Fica a memória para sempre.
Essa nunca desaparece.
Um abraço, boa semana

Presépio no Canal disse...

Um bela e sentida homenagem, João! És uma ternura!
Beijinho amigo!

Jorge Pinheiro disse...

Boas memórias.

Fê blue bird disse...

Só morremos quando somos esquecidos amigo João, a sua mãe estará sempre viva para si.
A foto é de uma beleza muito singular, gostei bastante.

Um beijinho e boa semana

Agostinho disse...

Bonita a lembrança, bonita a fotografia.
A mãe nunca esquece e o filho também não.
Abraço.

Eduardo P.L. disse...

Bela homenagem.

Remus disse...

Enquanto vivermos, os nossos pais e avós nunca morrem porque mantemos vivas as memórias.

Um belo ramalhete outonal. São essas tonalidades de outono que dão o "ser" à fotografia.

Maria Manuela disse...

Sim, autênticas flores de Outono...
Bela homenagem, bela memória, bela fotografia.
Beijinho grande, João.

João Menéres disse...

FATYLY

APS

PEDRO COIMBRA

SANDRA

JORGE



AGOSTINHO

REMUS

MARIA MANUELA



AGRADEÇO MUITO SENSIBILIZADO AS PALAVRAS SENTIDAS QUE CADA UM TEVE A BONDADE DE ESCREVER.
BEIJOS / ABRAÇOS COM MUITA AMIZADE.

Isabel disse...

A foto está muito bonita. Gosto das cores.

Os que amamos estão sempre presentes, na memória, no coração e até em muito do que somos.

Um beijinho:)

tulipa disse...



Gosto muito de flores!

Gosto também de as fotografar!

Raramente compro flores
mas quando me dão, fico tão sensibilizada.

Linda e sentida homenagem, João!

Hoje, especialmente, um abraço bem apertado
(lembrei-me também da minha Mãe)

GL disse...

João, quanta ternura, quanto Amor pela Mãe. Elas nunca morrem enquanto nós as guardarmos nos nossos corações.

Beijinho, Amigo.

João Menéres disse...

ISABEL

ESTER

GL


AGRADEÇO MUITO SENSIBILIZADO AS PALAVRAS SENTIDAS QUE CADA UMA TEVE A BONDADE DE ESCREVER.
BEIJOS COM MUITA AMIZADE.

Rasuras do Aparo disse...

... um olhar de recordação que evidencia ternura carinho e amor ...

João Menéres disse...

RASURAS

Ainda hoje estive na Capela-Jazigo...
É uma dor imensa !

Ana Freire disse...

A imagem está lindíssima!!! Uma belíssima homenagem aqui prestada! E um autêntico postal ilustrado... de celebração do Outono...
O meu pai, também nasceu neste dia... tinha uma particular adoração por gerânios, em todas as suas cores...
Beijinhos
Ana