.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

UMA DECISÃO QUE NÃO FOI DIVULGADA !



CASAMENTO GAY: BUENISIMA E IMPORTANTISIMA SENTENCIA DEL TRIBUNAL DE DERECHOS HUMANOS DE ESTRASBURGO
NISIMA E IMPORTANTISIMA SENTENCIA DEL TRIBUNAL DE DERECHOS HUMANOS DE ESTRASBURGO

El viernes 15 de julio, 2016
ESTRASBURGO, FRANCIA. – Por unanimidad, el tribunal de Derechos Humanos más importante del mundo estableció textualmente que “no existe el derecho al matrimonio homosexual”.
Los 47 jueces, de los 47 países del Consejo de Europa, que integran el pleno del Tribunal de Estrasburgo (el tribunal de Derechos Humanos más importante del mundo), han dictado una sentencia de enorme relevancia, la cual fue y es sorprendentemente silenciada por el progresismo informativo y su zona de influencia.
En efecto, por unanimidad, todos los 47 jueces, han aprobado la sentencia que establece textualmente que “no existe el derecho al matrimonio homosexual”.
El dictamen fue fundado en un sinfín de considerandos filosóficos y antropológicos basado en el orden natural, el sentido común, informes científicos y por supuesto, en el derecho positivo. Dentro de esto último fundamentalmente la sentencia se basó en el artículo No. 12 del Convenio Europeo de Derechos Humanos. Dicho artículo equivale a los artículos de los tratados sobre derechos humanos, tal el caso del 17 del Pacto de San José y al No. 23 del Pacto Internacional de Derechos Civiles y Políticos.
En la histórica y nada difundida resolución, también ha dicho el Tribunal que la noción de familia no sólo contempla “el concepto tradicional del matrimonio, a saber, la unión de un hombre y de una mujer” sino que no se debe imponer a los gobiernos la “obligación de abrir el matrimonio a las personas de mismo sexo”.
En cuanto al principio de no discriminación, el Tribunal también añadió que no hay tal discriminación dado que “los Estados son libres de reservar el matrimonio únicamente a parejas heterosexuales”.
Este tipo de noticia, necesitamos difundirla, porque habrá gobiernos que no querrán que la gente se entere.
VAMOS A PROPAGARLO

10 comentários:

Isabel disse...

Acho um pouco estranha a ideia de casamento homossexual, mas também penso que cada um deve ser e fazer o que lhe apetece, desde que não perturbe os outros e os respeite.

"A minha liberdade acaba onde começa a do outro" - é o que todos deveríamos ter sempre presente.

Um beijinho e espero que já esteja totalmente recuperado.
Continuação de boas férias:)

João Menéres disse...

ISABEL

A ferida já fechou mas o peito do pé continua muito inchado.
Este sábado foi o 3º dia consecutivo que não saí de casa.
Embora já não tenha febre, ainda estou constipado e com tosse.
Veremos o que me aguarda amanhã de manhã.

Casamento não faz o menor sentido.
Porque não se limitam à união de facto ?
Antigamente, eram alvos de chacota, hoje tornaram-se "bandeiras" !
Eu gostava que a minha LIBERDADE não fosse perturbada pelo que os olhos vêm à descarada.

Um beijo grato e amigo.

Presépio no Canal disse...


João,

As tuas melhoras da constipação e da tosse. Cuida-te bem!
Beijinho grande.

João Menéres disse...

SANDRA

Isso está levando mais tempo do que seria esperado...
Mais dois dias, digo eu...

Um beijo, querida Sandra e muito obrigado.

Maria Manuela disse...

João, conhecia desde Julho.
Subscrevo a última frase da sua resposta ao comentário da Isabel

Quanto à gripe, João, aproveite para ler em casa o que trouxe e o que não trouxe... se lhe apetecer, claro. E ouvir a música que gosta... e dar largas à imaginação que é tão fértil.
Não vale a pena, acho eu, arriscar sair antes de uma semana. Urge evitar uma eventual recaída... A maresia entrará pelas janelas, o sol e o luar de Agosto também, além das paisagens...
Beijinho e bom fim de semana, João.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Se eu não tenho nada com as preferências de cada pessoa, na verdade, só desejava que guardassem certas atitudes para a intimidade de quatro paredes.

Ainda o nariz pinga e a tosse vai -se mantendo.
Mas hoje, por me sentir com mais forças e melhor no estado geral, fui à praia, onde cheguei ( por circunstâncias várias ) já passava das 13:00h.
Estou a fazer uns exercícios com o pé direito para ver se o inchaço se rende.
Ontem, li a Antologia ( completa ) de Pablo Neruda.
Mas, estando em casa, confesso que não resisto a estar no computador.
Leio o que os jornais mostram online, leio os emails que me mandam e procuro responder aos mais interessantes.
Além disso, vou acompanhando a par e passo as novidades do Flinpo.
à meia noite começa a votação da semana e eu gosto de já ter as participações da minha preferência seleccionadas com calma.
A água continua nos 25/26º ( desde Julho ! ) mas eu não tenho aproveitado muito desta raridade.
Talvez para a semana já esteja mais tempo na água.

Agora a lua já está no Quarto Minguante. Espero que nada se altere climaticamente falando.

Um beijo muito amigo e grato.

tulipa disse...


OLÁ JOÃO MENÉRES

As coisas por aí estão ainda complicadas
pelo que leio:
A ferida já fechou mas o peito do pé continua muito inchado.Embora já não tenha febre, ainda estou constipado e com tosse.

Muito sinceramente desejo as suas melhoras.

Sobre o tema em questão
acho que cada um deve ser feliz como quer ou pode
independentemente de casamentos... ou não!

Devemos sim: Viver o momento.

Tenho um post novo, se quiser visitar...
ou seja para si são os 3 posts novos,
cada um no seu blog
se quiser, pode começar já por este link:
http://pensamentosimagens.blogspot.pt/

Boa semana.
Beijinho da Tulipa.

João Menéres disse...

TULIPA

O pé está menos inchado hoje,mas continuo constipado e com tosse...

No teu monitor deves ter a indicação de LINK !
Agora, não dá para exemplificar, lamento.

Um beijo e obrigado.

Ana Freire disse...

Adorei a imagem... a propósito da defesa de um ponto de vista...
No entanto... para mim... sou a favor de que as pessoas o possam fazer...
Acho que amor não deve ter género... sente-se e pronto... não deve ser condenável...
A homossexualidade sempre houve, através dos tempos... proibi-la... nunca a fez desaparecer...
Algo... que vem da distribuição dos genes... na grande maioria das vezes... não se podendo condenar ninguém por isso... acontece... existe... e as pessoas devem ter a oportunidade de ser felizes... mesmo do seu jeito diferente...
Adoro pessoas como Diogo Infante ou Eduardo Beauté, que ajudam a desmitificar toda essa problemática... fazendo pessoas felizes à sua volta... como as crianças por eles adoptadas... que teriam vidas certamente com bem menos hipótese de um bom futuro...
Enfim... uma temática... que sempre dá pano para mangas...
Beijinhos
Ana

Maria Gloria D'Amico disse...

Penso exatamente igual ao que a Ana Freire escreveu. Nem tiro nada, nem acrescento nada, inclusive em relação as crianças.