.

terça-feira, 26 de julho de 2016

DIVERSOS VARAIS

© João Menéres




HÁ MUITO QUE NÃO APRESENTAVA
UM VARAL.
NUMA GRANDE ÁREA AS MULHERES
DA AFURADA AQUI SECAVAM
AS ROUPAS QUE TINHAM LAVADO.
NOTÁVEL O FACTO DE SE SERVIREM
DE POITAS, QUE SÃO SIMPLES PEDRAS,
PARA ESCORAREM OS PAUS.

26 comentários:

ana disse...

Nunca vi varais como estes!
Dançam ao vento.
Fotografia sublime!

Parecem feitos por crianças numa brincadeira.
Também não conhecia o termo poita.
Obrigada por tanta novidade.

Beijinho amigo.:))

João Menéres disse...

ANA

Dançam ao vento.
e
Parecem feitos por crianças numa brincadeira.

Em duas frases traduziste tudo tão bem !...

Muito obrigado, Ana.

Desejo que tenhas um dia um pouco menos abafado.

Um beijo muito grato.

Ana Lúcia disse...

Mesmo muito interessante, nunca tal tinha visto. Onde é que existe tal costume?

João Menéres disse...

ANA LÚCIA

Só te respondo depois de ... ( sabes do que falo ).
jm@joaomeneres.com

Um beijo.

Eduardo P.L. disse...

Viva Afurada.

João Menéres disse...

EDUARDO

Nunca esquecerei os varais !
E por si a quem muito devo.

Ana Freire disse...

Um espectacular enquadramento, nesse jogo de Mikado, que resultou de forma soberba na imagem, João!...
A imagem prende-nos a atenção, de uma forma inexplicável... tonalidades e sombreados no chão... no seu melhor...
E a distribuição dos varais... numa sucessão perfeita... uma imagem altamente interessante... nunca os tinha visto!!!
Esperando que se encontre melhor, João!... Vai ter que ter imenso cuidado com o sol, no pé este ano... tem que arranjar algo para o resguardar...
Eu... mais uns 2 ou 3 posts, por lá no meu canto... e irei parar com as postagens por umas semanitas...
Beijinhos, João! Boa semana!
Ana

Manu disse...

Um varal fora do vulgar, nunca tinha visto nenhum assim.
A ideia de movimento dada pelo vento, ficou soberba.

Desejo-lhe umas férias óptimas.

Beijos João

Luísa disse...

Que maravilha!
Saudades ( de ti e dos varais)
Mil beijinhos

Maria Manuela disse...

Tão curiosa esta imagem !
Cheia de movimento e sombras num mar de areia... lembram-me grandes mastros de pequenos bateis empurrados pelo vento...
Linda e invulgar Foto, João !
Beijinhos:))

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Acho que acertaste EM CHEIO com a ideia do Mikado !
Não tinha pensado nisso...mas é realmente uma magnífica associação !

Excelente este teu comentário, caramba !

O enfermeiro na véspera da minha partida, vai colocar o último penso e disse-me para eu andar com ele por exemplo, 8 dias ou até cair.
Quando o tirar ou ele cair, o buraco estará FECHADO !
Tenho é que besuntar com protector, embora a perna receba irradiações diárias de UV que ele me aplica.
É preciso andar na água salgada o mais possível.
espero que a água lá na Rocha se mantenha acima dos 22º...

Só de saber que estás de partida, já sinto SAUDADES, Ana !
Não levas nenhum portátil ao menos ?

Um beijo muito AMIGO.

João Menéres disse...

MANU

Muito obrigado pelo teu amável comentário.
Só vou lá para a semana...

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Fico até comovido, Luísa !...
Tenho que pensar ir aí em Setembro, então.

Um beijo AMIGO.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Andava por aqui meia desgarrada.
Dei uma pequena volta pela cópia de segurança e vi-a !
Para ser quase perfeita precisava que um grifo pacífico por ali esvoaçasse...
Velas ao vento, dizes bem, Maria Manuela.

MUITO OBRIGADO e UM BEIJO.

Cristina Ferreira disse...

Uauuu muito interessante, parece uma cena de filme.
E o detalhe das pedras, adorei!!!

João Menéres disse...

CRIS

Reparando bem, até penso que tens razão!
Uma cowboyada em que os malandros pistolaram toda a gente das redondezas !

Estou muito agradecido por teres vindo comentar AQUI e pela generosidade do elogio.

Um beijo amigo.

Li Ferreira Nhan disse...

Veleiros em terra firme.
Bela imagem!
Beijo querido
e cuidado com a perna!

João Menéres disse...

LI

Magnífico título, querida Li !
Como me não me ocorreu ?

Que remédio tenho eu senão ter MUITO CUIDADO COM A PERNA..

Um beijo, querida Li.

Presépio no Canal disse...

Magnífica esta ftografia, João! Na minha cabecinha, vi caravelas, em que os paus são os mastros, os lençóis as velas e as poitas os cascos dos barcos...Lindo!
Beijo e Parabéns mais uma vez!

João Menéres disse...

SANDRA

Digo-te que a tua cabecinha está a funcionar na perfeição !

Como te agradeço, Sandra !...

Um beijo muito amigo.

Remus disse...

Ainda há uns três dias estive a olhar para eles, com a máquina na mão, mas não tirei fotografia nenhuma. Existiam demasiados carros estacionados que estragavam tudo. Mas curiosamente, também estive a olhar para as pedras e admirar a forma como os paus eram escorados só com elas.

Tem aqui uma fotografia limpa de carros e de outros elementos que poderiam funcionar como distracção. Acho que o varal ficou bem retratado.

Rasuras do Aparo disse...

... um autêntico " lago dos Cisnes" só para quem sabe olhar e enquadrar ... para nos oferecer algo assim ...

João Menéres disse...

REMUS

Como disse, esta zona foi utilizada para parte das instalações de DOURO MARINA.
Pedras e paus sabiamente colocadas dependendo da direcção do vento.

Pessoalmente, acho esta imagem muito curiosa e já é histórica !

Um abraço, caro Remus.

João Menéres disse...

RASURAS

Gosto imenso de Ballet Clássico e até gostava de ter sido coreógrafo...

Um abraço, meu amigo.

Maria Gloria D'Amico disse...

É uma foto deliciosamente iluminada, ampla de movimento. Também achei incrível as pedras servirem de escoramento.

João Menéres disse...

MARIA GLORIA

Ontem tive alguns problemas com a net, por isso, só agora venho agradecer o teu pertinente comentário.
És uma boa observadora e eu aprecio muito quem tem essa qualidade.

Um beijo grato e amigo.