.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

GLICÍNIA / TERRAS DE BASTO.

© João Menéres


GLICÍNIAS


VI UMA VEZ
OU DUAS
UMA ÚNICA VEZ

UNS GRÃOZINHOS DE CHUVA
NUM IMÓVEL VOO
DE MÍNIMA BRANCURA
NÃO SABIA O NOME

GLÍCINIAS
ERA O NOME DELAS.

( António Ramos Rosa, 1924-2013, in Alameda das Glicínias,
Editado por MODO DE LER, 2015 )


30 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

Flor que vem no princípio da Primavera, essa estação que este ano anda fugida.

Rute disse...

Tão bonita, João!

1 beijinho

Ana Freire disse...

Uma flor, que não encontro muito por estes lados... e que está aqui, em todo o seu esplendor, nesta bela imagem, muitíssimo bem representada... e muito bem alicerçada, nas palavras de Ramos Rosa...
Um post muito bonito... respirando Primavera... que ao que parece, lá vai desaparecer outra vez, por mais uma série de dias...
Beijinhos, João! Bom fim de semana... e continuação de uma boa recuperação!
Ana

Remus disse...

Está visto que a sua glicínia tomou viagra. É que a sua glicínia está bem esticadinha para cima. Já as glicínias que eu conheço e já vi, estão sempre viradas para baixo.
:-D

Presépio no Canal disse...

Linda, linda!! Gosto muito também do efeito transversal.
Beijinhos e bom fim-de-semana!

jose jaime disse...

Uma flor bem rara onde estou. Gostei da composição da foto. Abraços.

João Menéres disse...

JORGE

VEM e logo VOLTA...

João Menéres disse...

RUTE

E ontem deparei com outras aqui no Porto.
Não sei é se o mau tempo não as liquida...

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Muito obrigado pelo que escreveste.
Se eu soubesse que ia seleccionar esta poesia do António Ramos Rosas, teria borrifado com umas suaves gotículas !

Se o mau tempo não me permite ir para o exterior, facilita a minha presença nos blogues e nas arrumações...

A recuperação vai ÓPTIMA !

Um beijo, querida amiga.

João Menéres disse...

REMUS

Se não foi a glicínia, pode ter sido a camera a tomar o Viagra...
Mas há-as vem viradas para o alto ainda...

João Menéres disse...

SANDRA

Pois é...
E mais não digo...

Um beijo muito grato.

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Muito lhe agradeço ter apreciado o enquadramento.

Grande abraço.

Maria Manuela disse...

Que maravilha de fotografia !
De novo, o perfume da glicínia por aqui... acompanhando outro Poeta.
E bem viçosa e linda... em seus múltiplos cambiantes "apanhados" com extrema delicadeza...
E desafia ao alto, o que é raro, o azul de Primavera. Dizem até que é o aroma dela... quer chova ou brilhe o sol.
É a trepadeira minha preferida, tão forte e selvagem como planta, se não for orientada... tão suave e delicada na sua nuvem de flores...
Obrigada por partilhar a sua glicínia de Terras de Basto.
Beijinhos.:))

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

ESta estava num sítio difícil e foi difícil para mim pois não queria cair na ciclovia abaixo ( onde passava o fumaças na Linha do Tâmega ).

Tenho que realçar esta linda frase do teu comentário :
É a trepadeira minha preferida, tão forte e selvagem como planta, se não for orientada... tão suave e delicada na sua nuvem de flores...

Estava um magnífico dia primaveril, nesse Domingo e eu dei uma volta a pé, de uma horita e fotografei meia dúzia de coisas, essencialmente flores.

Um beijo amigo e muito obrigado, Maria Manuela ( Atenção ao mau tempo : chuva, vento, inundações ).

bea disse...

As glicínias são-me esperança no caminho dos pés. Usam um penteador folhudo e entretêm-se a escovar o cabelo alado. Observo-as de longe, langorosas, a brisa a estremecer as flores em cacho. Os olhos embebem e ajoelham no matiz suave, imergem de gosto no dégradé violeta. Atravesso a rua e cinjo-as de perto, enlaço a suavidade da cor, aspiro a intimidade e o pormenor. E elas bailarinas alinhadas, cabelo solto e debruçado, penduram e florescem em desmaio de semi-breve.

E se alguém me disser que as glicínias são masculinas, leva um murro nos queixos:) (mas primeiro tenho que ir treinar)

PS: está melhor? BFS

Luísa disse...

Tão elegante o cano em flor como a foto que o agarra!
Mil beijinhos (aaaaaaaaaaatttccchhhhiiiiiimmmmmmmm)

João Menéres disse...

BEA

Já tinha constatado quanto bem escreves,...
Mas assim tão bem foi uma SURPRESA fabulástica !
E se me permitires, da próxima vez que postar glicínias, utilizarei o teu texto !

As meninas do B.E. terão dúvidas ?

Estou MUITO BEM, muito obrigado.

Um beijo GRATÍSSIMO.

João Menéres disse...

LUÍSA

Continuas alérgica a glicínias ?
Então não posso postar mais...

Estavam a querer espreitar para lá da Lameira !...
( Só espreitar, mesmo ! ).

Um beijo e bom fim de semana, embora o tempo seja desfavorável.

Isabel disse...

Tão bonito, o conjunto: foto e poema!

Um beijinho:)

João Menéres disse...

ISABEL

Quando tu dizes que é tão bonito, a minha alma ilumina-se !

Um beijo e muito obrigado.

Maria Manuela disse...

Bom espectáculo, João !

Uma noite feliz para a Leonor, AVÓS e PAIS, cheia de sorrisos de todos para todos !!!

Beijinho.:))

Agostinho disse...

Os borrifos de Ramos-Rosa
são tão só de perfume e tule
houve namoro do fotógrafo
cobrindo-os dum manto azul

Grato pela simpática visita.
BFS

Maria Gloria D'Amico disse...

Eu gosto tanto de glicínias João, acho uma pena não ter aqui no Brasil, pelo menos eu nunca vi. Talvez até tenha.

Esta foto está sublime, para apreciar detalhes, gosto muito assim.

Um beijinho e um ótimo final de semana.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Que belo poema fez, caro Amigo.
Fiquei encantado, verdadeiramente embalado pela poesia sentida entre perfumes e o tule que ao azul me conduziram.

Um OBRIGADO muito especial e o abraço que a noite sugere.

João Menéres disse...

MARIA GLORIA

Olha que deve haver...
Tenho muitos amigos por aí e hei-de averiguar !...
Então ( apesar da Luísa ser alérgica a esta flor ), fotografarei mais e aqui as mostrarei para teu deleite ( mas não em exclusivo...).

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Desculpa vir agradecer não respeitando a ordem cronológica.
Acabo de chegar do espectáculo que, considerando ser de uma Escola de Ballet, foi lindíssimo !
Claro que a presença da Orquestra do Centro dá uma força enorme !
A cenografia nada sofisticada mas perfeitamente criada e ajustada ajudou a concentrar a nossa atenção no desenvolver do bailado a que a engenharia da luz ( também sem efeitos psicadélicos ) foi outro aliado a não desprezar.

O COLISEU PORTO ( esta passou a ser a designação oficial desde que o Eduardo Paz Barroso é o Presidente | lembraste dele quando apresentou o meu IMAGINI no IVDP, não lembras ? ) estava completo na plateia, tribunas,camarotes e frizas !
Saímos todos encantados e felizes.
Duas primas da Leonor ( minhas netas também ) e os dois irmãos ( que não apreciam ballet ) também foram.

Um beijo amigo e muito grato.

bea disse...

Pode usar à vontade, as palavras são de repartir:);

Quem são as meninas do B.E.? as do Bloco de Esquerda?

João Menéres disse...

BEA

Muito obrigado pela gentileza !

Sim, sim...

Um beijo amigo .

mariam [Maria Martins] disse...

Maravilha! Adoro estas flores, e... sorri com o post e coment do Remus, (os homens tende comparar seus telemóveis, suas máquinas e lentes, seus carros, agora flores... está o máximo ) :) ambos conseguiram belas fotos :) bjs

João Menéres disse...

MARIAM

Pena é já estarem no seu final de vida este ano.
Tinha umas em vista ainda para fotografar mas aconteceu-me o acidente na perna e fica a esperança de que para o ano ainda por cá ande.
O REMUS é sempre o máximo, aborde o que abordar !
Aprendo a ser mais optimista ( entre outras coisas ) com ele.

Um beijo muito amigo e grato, Maria.