.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

VERSÃO A BLACK & WHITE

E AINDA TENTANDO
APROXIMAR-ME DA
VERSÃO DO REMUS,
SEM ESQUECER A
SUGESTÃO DA
ANA FREIRE :







© João Menéres


NO DIA15 DE ABRIL,
O REMUS, AUTOR DO BLOG
PONTOS DE VISTAS,
MANIFESTOU INTERESSE EM  VER 
AQUELA IMAGEM EM B&W.

EI- LA, MEU CARO !


32 comentários:

Remus disse...

Agora, perante uma e outra, fiquei indeciso.
:-)

Mas para piorar, enviei-lhe por e-mail, a minha versão da conversão a preto e branco.
:-P

Ana Freire disse...

Adorei a versão a P/B, João!...
Mas confesso, que teria apreciado, se a imagem apresentasse um contraste, ligeiramente, mais forte... para meu gosto...
Esta versão oferece uma carga dramática, mais de acordo... com tudo o que este local simboliza... a ausência de qualquer cor, justifica-se plenamente...
Não existe verde de esperança... para os que pereceram... nem para os que prosseguiram a sua vida, sem a presença dos seus entes queridos, mortos neste acontecimento tão triste...
Beijinhos, João! Boa semana!
Ana

ana disse...

João,
A B§W fica mais impressionante. Choca mais, é mais forte.

As cores suavizam e tornam o ambiente mais tranquilo, em paz.

O sentido estético (e sensorial) é uma coisa incrível, nada é absoluto, tudo é relativo.
Não consigo escolher. Se fosse para demonstrar o peso que foi a guerra, escolheria esta. Se fosse para focar as formas de espiritualidade, escolheria a outra.

Ambas são um momento notável.
Beijinho.:))

Luísa disse...

;-(
bjnh

João Menéres disse...

REMUS

Que ESTÁ ÓPTIMA !
A minha é uma vergonha !
Soubesse eu COPIAR e SAVE AS que a substitua já e dava o seu crédito !

Um abraço.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

O REMUS enviou-me a versão dele.
Nem imaginas a que léguas está desta.
Fico até envergonhado !

Um enorme beijo muito grato.

João Menéres disse...

ANA

Por favor vê a minha resposta à ANA FREIRA...
Eu não trabalho bem o B&W.

Um beijo amigo e muito agradecido.

João Menéres disse...

LUÍSA

Outro.

Agostinho disse...

Esta versão a B&P transmite maior dramatismo a esta memória da 2. guerra mundial.
Abraço

Ana Freire disse...

Assim, sim!!!!
Gosto bem mais desta!... Parece mesmo, aquelas imagens de época, de arquivo histórico, da 2º Gerra!!!!!
Aprovadíssima!!!!!!
Beijinhos
Ana

ana disse...

Sim, gosto mais mas sem esta para comparar, a outra também era bonita.
Lá está, eu colocaria um pouco menos escura, nunca estamos todos de acordo; assim, poria um pouco mais de sombra que a primeira mas menos do que esta.

Beijinhos.:))

Ana Freire disse...

Mas as próximas imagens com cruzes... agora, por aqui... só se forem as de algum boletim premiado do euromilhões... :-D
A próxima imagem, tem que ser com um tema mais alegre... ou de um dia de sol... que é algo que, já vai sumir outra vez nos próximos dias... Chove para caramba, por aqui, novamente... já não se aguenta!... :-(
Acho que comprei um calendário errado... o meu diz que estamos na Primavera... obviamente... tá com algum defeito...
Beijinhos
Ana

Ana Freire disse...

Gerra?!?! É Guerra!... no comentário de cima... mas não acusou erro de ortografia... Já nem o computador se aproveita... ou será o Acordo Ortográfico?... :-))

Luísa disse...

Sempre com um olhar muito especial...
Ontem mesmo a minha filha teve a celebração do 8.º ano da catequese: A festa da vida!
E tu aqui a mostrar um sinal terreno de passagem para a felicidade eterna!
Beijinhos nossos,
Luísas

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Então valeu a pena.
Fico muito grato.

Um abraço.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Mereces um beijinho ( e o REMUS um abraço ).

Obrigado aos dois.

Rasuras do Aparo disse...

... verificando as várias versões de uma mesma foto que me fez evocar um filme sobre este período trágico da história da humanidade " O resgate do soldado Ryan" já na parte final do filme o capitão do grupo destacado para resgatar o soldado ferido de morte encara o alvo da sua missão e aludindo há sua premente morte e evocando o custo em vidas do grupo encarregado da missão diz para o soldado: " Faz por merecer isto " .
Passados vários anos o soldado Ryan acompanhado já de sua mulher filhos e netos visita um destes cemitérios na Flandres e em presta homenagem diante da cruz do que assinala a campa do capitão encarregado da missão de resgate .
Questiona a mulher se ao longo da vida ela o considera digno de ter merecido tal esforço de vidas ...

Este breve e um pouco atabalhoado resumo da essência do filme serviu só para nos levar a todos à seguinte questão :

Será que nós europeus face a todo o que permitimos que acontecesse ao longo destas ultimas décadas somos dignos do nosso próprio resgate de 1944 / 1945 e olharmos de cabeça erguida um quaisquer destes cemitérios espalhados por França ?!

Em relação à versão da foto a que prefiro é a colorida pois o factor cor permite olhar com perspectiva de futuro não esquecendo a dureza da geometria

João Menéres disse...

ANA R.A.

Não me digas que removi a B&W inicial !...
Neste momento, depois de várias alterações, já estou baralhado em absoluto.

Fico por aqui, para não me confundir mais, está bem ?

Um beijo.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Nunca te preocupes. Ainda sei ler, mesmo que haja letras trocadas ou alguma falte.
E os comentadores ( ou quem venha aqui espreitar ) também entendem.

Outro beijo, de acordo ( mas sem AO ! ) ?


João Menéres disse...

ANA FREIRE

Adorava postar um boletim do Euromilhões com 5 + 2 !!!

( Achei muito interessante a sugestão, C L A R O !!!
O pior era a consequência ! ).

Um beijão.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Errei na ordem da resposta !
A culpa foi das cruzes, certamente...

Todos os calendários deste ano estão viciados, sabias ?
Tenho cá um palpite para a causa, mas não digo aqui. Não fosse alguém levar a mal...

Eduardo P.L. disse...

Ela, a foto, é boa de qualquer forma.

João Menéres disse...

LUÍSA

Muito obrigado a ti e à Ana.

( E eu ontem fui ao MNSR assistir a um Concerto de violino, onde a neta Leonor participou !...)

João Menéres disse...

RASURAS

Já vi que vou ter muito para ler para lhe poder agradecer.
( Pausa para a leitura ---------- )

Voltei :

Lembro-me bem do filme mas este seu resumo reavivou TUDO.
Sejamos benevolentes : Quem nasceu ± por essa altura não terá a mesma sensibilidade dos que assistiram, mesmo à distância, ao desenrolar das MUITAS tragédias ocorridas durante a 2ª Guerra Mundial.
Hoje, seria diferente com o acesso na hora a notícias e a imagens.
Estou de acordo com a sua pergunta tão premente. Acho que não, sinceramente.

E quanto à cor, naturalmente sou da sua opinião, meu caro Amigo.

Grande abraço e obrigado pela sua presença que tão estimada sempre é.

João Menéres disse...

RASURAS

Em vez de premente, por favor, leia pertinente.

João Menéres disse...

EDUARDO

Muito grato, Eduardo.

Um abraço.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Gostei e achei interessante ambas!
Abraço

João Menéres disse...

RUI PIRES

Muito obrigado.
Gostei de ter a sua opinião.

Um abraço.

Maria Manuela disse...

João, apreciei muito a versão a B&W, sobretudo a que mantém, além... aquela estreita e longa faixa de horizonte... aquele plano, bem delimitado, pela DIFERENÇA de tonalidade...
Parece conferir à imagem outra dimensão... outra profundidade e espiritualidade... outra referência... diria mesmo que, ortogonal, considerando também a perfeição do enquadramento...
Por tudo isso e porque se perde um pouco, a meu ver, com a unificação do negro, negro... continuo a preferir a versão do dia 15, a cores... claras e tranquilas... elas não gritam... mas o seu silêncio comove-nos... e de que maneira...
Beijinhos, João.

Remus disse...

Não sei o que lhe diga, não sei o que lhe faça.
:-)

Quem diria quem uma única fotografia, poderia ter tantas interpretações em termos de conversão para preto e branco. É a prova que passar uma fotografia para preto e branco, não é uma ciência exacta. Existem sempre nuances que devem ser consideradas e tidas em conta.
Obrigado pelo referência e pela partilha.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Bem..estará sempre de quem valoriza mais o preto e branco, naturalmente.
Eu, por princípio, opto pela cor que é assim que vejo o mundo na sua realidade, por mais negra que seja.
Obrigado pela tua cuidada observação, bem patente no comentário.

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

REMUS

Eu é que lhe fico grato por me ter desafiado !
Mas, como já disse, não domino o photoshop, nem no B&W, nem na cor.
Se gostei de tentar ?
- Claro que gostei, até porque gosto de desafios !
E se fosse noutra altura, eu teria mais disponibilidade e, quem sabe, não obteria um resultado bem mais interessante...

Grande abraço e obrigado por me ter motivado.