.

sábado, 12 de março de 2016

COMBÓIOS

© João Menéres


NA ANTIGA ESTAÇÃO DA TRINDADE.

14 comentários:

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Quantos anos tem esta foto?
Uma relíquia. Fiquei encantado! Adoro!

Abraço e bom fim de semana!

Isabel disse...

Tão bonita!
Tem uns bons anitos, tem...

Vou-me repetir, mas...ADOREI!

Um beijinho:)

graça Alves disse...

Revolução Industrial :)
Gosto de comboios!
Beijinho e bom fim de semana!

Presépio no Canal disse...

Esta fotografia parece de cinema. Que bem captada! O movimento, os fumos, as linhas... E o contraste do preto e do branco remontam-nos para o tempo da Revolução Industrial, como tão bem referiu a Graça. Magnífica! Gostei imenso!!
Beijinho e bom fim-de-semana! Com sol!! :-)

Rute disse...

Uma verdadeira relíquia, sem dúvida! Nem sei o que dizer...gosto imenso, gosto imenso, gosto imenso. Desculpe-me João pela minha falta de palavras, mas existem fotografias, como esta por exemplo, nas quais as palavras ficam aquém!

1 excelente fim-de-semana e 1 beijinho

Maria Manuela disse...

Excelente captação !
A vida e alma que emana de todo este fervilhar !
A ânsia de mudança, finalmente... inovação, progresso... está tudo aqui... na intenção privilegiada de um olhar que vê !
Adorei os fumos e a confusão organizada de linhas.
Uma foto fantástica e bem real, documental. Gostei muito.
Beijinhos e um fim de semana óptimo e bem merecido !

jose jaime disse...

Obra prima! Velhos tempos! Abraços.

Ana Freire disse...

Uma imagem extraordinária... que pela técnica, e opção escolhida em P/B... parece mesmo ter saído do túnel do tempo... remetendo-nos para as imagens das antigas carruagens do início do século passado!...
Mas creio que será uma imagem bem mais recente... Anos 70/80... talvez... talvez anos 80...
Excelente aposta para o Flinpo!
Beijinhos! Bom domingo, João!
Ana

Tété disse...

Magnífica foto! E mesmo assim não existiam problemas de tráfego, era tudo ao milímetro e os sistemas de mudança de linhas eram manuais.
Não sou capaz de a localizar bem no tempo, mas pelo que me lembro das carruagens dos meus tempos de criança quando ia com os meus avós para a Beira Alta, penso que terá entre 50 e 60 anos. Será?
Beijinhos e bom fim de semana.

João Menéres disse...

2ª feira não postarei nada para poder agradecer aos amigos SEGUIDORES.

Majo disse...

~~~
Um tempo em que havia muito menos poluição...

Tirou a foto de uma ponte?

~ Beijinhos.
~ ~ ~ ~ ~ ~

Rasuras do Aparo disse...

... olho e surge-me ao pensamento Milton de Nascimento "Encontros e Despedidas" .." chegar e partir são só dois lados da mesma viagem o trem que chega é o mesmo da partida " ...

Sônia Brandão disse...

Lindo registro.

Remus disse...

Ainda fui passageiro da antiga estação da Trindade. Mas não tinha a noção que ela tivesse assim tantas linhas. Ou então, a mente é algo que se adapta muito rapidamente e já perdi a noção disso mesmo.
:-)