.

terça-feira, 22 de março de 2016

À JANELA

© João Menéres


EM FAFIÃO.

42 comentários:

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Uma foto com um valor imenso!
Maravilhosa caro amigo!
Abraço

João Menéres disse...

RUI PIRES

Muito obrigado pela sua apreciação.

Grande abraço.

Ana Freire disse...

Uma foto fabulosa, que retrata a vida tal e qual, como ela é, pra muita gente... sem possibilidades de encanto, nem esperança, nem grandes glórias...
Uma das minhas imagens favoritas, por aqui!...
A fazer lembrar aquelas fotos bem marcantes, ao estilo World Press Photo!...
Extraordinário trabalho, João!
Adorei!!!!! Beijinhos!
Continuação de uma boa semana!
Ana

João Menéres disse...

ANA FREIRE

És uma das pessoas a quem fico a dever um revigoramento espantoso pelo que transmites e da maneira como o fazes !
Esta imagem está patente numa pequena Galeria ( a OPPIA - oPorto Picture & Cinematographyca).
Quem ma imprimiu, achava que devia ficar em B&W.
Talvez eu a volte a colocar nessa versão aqui no blogue...
Se tal suceder, voltaremos a falar, está bem, ANA CRISTINA ?

Obrigado por tudo quanto expressas.

Um beijo muito amigo.

Ana Freire disse...

Uma opção mesmo a considerar, João!
A imagem, ganharia ainda uma maior intensidade... e a imagem...presta-se mesmo a essa experiência!...
Beijinhos
Ana

Manu disse...

Uma imagem que vale por mil palavras.
Uma realidade, infelizmente muito actual, onde não há lugar para sorrisos.
Uma foto que nos deixa a reflectir em que as expressões de ambos, são tão fortes, que me comoveram.
Parabéns Por este excelente registo.

Beijos João

João Menéres disse...

ANA FREIRE

ENTÃO, FICA COMBINADO, PARA A PRÓXIMA SEMANA !

Um beiJoão.

João Menéres disse...

MANU

Também te venho agradecer pelo empurrão precioso que acabas de dar !
Veremos o resultado em B&W...

Um beijo grato.

Jorge Pinheiro disse...

Grande foto. Neo-Realista.

João Menéres disse...

JORGE

O B R I G A D O !

Luísa disse...

"Protejo-o de quem vier! Que não se aproxime quem não vier por bem!

Ó senhora, menino quer é brincadeira! deixe-o jogar à bola, rolar o pião ou contar os berlindes! Deixe-o viver para além da janela!"

E assim se prendeu a velha à infância perdida do pequeno!
Foto magnifica!
Beijinhos

João Menéres disse...

LUÍSA

E assim contaste a triste história de muitas vidas jamais vividas.

Muito obrigado e um beijo amigo.

Maria Manuela disse...

Uma imagem extraordinária !!!
Excelentemente registada, João, a realidade brutal desta dureza de vida...isolamento, desconfiança, medo até... se vida se pode chamar ao que reflecte estas expressões...
Expressões e mãos de trabalho duro... habilmente acentuadas pela luz...
Tocou-me mais o menino, expressão de adulto resignado...que certamente tem de trabalhar ao frio, antes e depois da escola...
Talvez um dia abra todas as janelas e conduza o seu próprio destino...
Beijinhos, João, e parabéns por tão realista Foto !...

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, magnifico retrato e que mostra os traços de vida vida nada fácil, assim como a tristeza do miúdo, o enquadramento é perfeito.
AG

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Como sempre me tem acontecido, a sorte acompanha-me.
Apenas me aproveito do que surge.
No caso presente, julgo tratar-se de uma avó viúva que a vida se encarregou de cansar e um neto pouco confiante no futuro e já sobrecarregado com trabalhos e reflexões inadequadas à sua ainda curta existência.
Muito obrigado pela tua mais que perfeita leitura,de uma imagem que a pouca luminosidade não permitiu uma melhor definição.

Um beijo amigo, Maria Manuela.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Num e noutro rosto o que não se adivinha é uma qualquer réstia de esperança.

Agradeço a sua bondade expressa no comentário.

Um abraço com amizade.

bea disse...

Chama-se miséria com rosto

Ana Bailune disse...

Olá, João.
Esta fotografia está viva, e merece um prêmio! Um não; vários!
Boa Páscoa!

graça Alves disse...

Palavras para quê?
A foto desnuda e desventra a escassez total de recursos...
Nota positiva: conduz à reflexão.
beijinho

João Menéres disse...

BEA

Eu não chamo tal, desculpa.
Gente com poucos recursos, com poucas perspectivas, sim.
Não passam fome e estão limpos e vestidinhos...
Problemas de saúde, terão com certeza...

Um beijo e votos de boa Páscoa.

João Menéres disse...

ANA BAILUNE

Lá estou eu em falta contigo !...
Para a semana prometo visitar-te para meu deleite.
O tempo escasseia e foge pelo teclado fora.

Obrigado pelo teu SINCERO entusiasmo !

Boa Páscoa e um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

GRAÇA

Contigo concordo inteiramente.
Quando amiudadas vezes ia para o PNPG sempre levava roupas e brinquedos.
Era uma festa !

Um beijo grato.

Remus disse...

A fotografia está fantástica. Os olhares e as expressões falam por si.

Mas considero-a como as notícias da TVI, onde exploraram a miséria, a desgraça e a tristeza dos outros...
É uma fotografia que eu nunca tiraria... E se o fizesse, nunca publicaria.

João Menéres disse...

REMUS

Quanto a tirar ou não tirar, é com cada um.
Não aprecio a exploração da fatalidade.
Mas esta imagem, quanto a mim, era de editar.
E cada um que pense livremente.

Obrigado pelo elogio à mesma.

Um abraço e boa Páscoa.

Isabel disse...

A primeira impressão que senti, foi que avó e neto estavam desconfiados. Acho que não devem gostar muito de intrusos.

Para mim a fotografia tem uma enorme beleza.

Um beijinho :)

bea disse...

Não me apetece justificar a minha opinião. Boa Páscoa.

ana disse...

Adorei a foto. Existe amor o que é mais importante. A pobreza é uma fatalidade do destino. Não vejo miséria.
Beijinho e parabéns pela recolha de olhares.:))

Eduardo P.L. disse...

Realismo completo.

Presépio no Canal disse...

Uma fotografia brilhante, que nos prende o olhar e nos deixa mudos pela sua eloquência e sensibilidade do olhar que a captou. Bravo, João!
Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

ISABEL

Habituados a viver entre a sua comunidade, é natural que estranhem...
E agora também chega a nossa vez de estar atentos a tudo e a todos.

Obrigado, Isabel, por dizeres quanto apreciaste a imagem captada.

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

BEA

Cumpra-se a tua vontade !

Um beijo e retribuo os votos que agradeço.

João Menéres disse...

ANA

Respondo no teu comentário à imagem de hoje.

João Menéres disse...

EDUARDO

Não esperava que tivesse opinião diversa, Eduardo !...

Um abraço.

João Menéres disse...

SANDRA

Muito obrigado por cada palavra que escreveste acerca desta imagem !

Um beijo imensamente grato, querida Sandra.

Agostinho disse...

Venho atrasado, bem sei, porém, esta fotografia não pode passar em vão, de tão real, tão crua e, ao mesmo tempo, bela. Comovente! editada, a propósito, na semana da Paixão:
- Dois rostos no negro.
(Era o título que lhe dava).
Parabéns, João Menéres.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Nunca vem atrasado ! ( sobretudo quando a página no monitor é a mesma ).
Apreciei imenso o seu comentário, aliás como sempre qualquer comentário que tem a amabilidade de deixar aqui no grifo Planante.
DOIS ROSTOS NO NEGRO adequa-se na perfeição para titular esta situação.
Muito obrigado pela sua atenção e Amizade.
Um abraço e o desejo de um Feliz Páscoa.

Maria Gloria D'Amico disse...

Uma 'grande' foto que dispensa até comentar. Ela fala por si.
Excelente!
Um abraço.

João Menéres disse...

MARIA GLORIA

Fico feliz por também te ter tocado esta imagem !
E ainda fiquei mais por teres feito o teu primeiro comentário aqui no GRIFO PLANANTE !
Volta sempre que possas e/ou queiras.

Um beijo.

GL disse...

João, ai João, que belíssimo trabalho!
Em termos técnicos não estou habilitada a ajuizar, nem isso seria relevante, importa, isso sim, a verdade daqueles rostos e o que ela representa.
A mulher de olhar de quem já viu muito mundo (cão?) mesmo que através da pequena janela, o menino de olhar sem sonho, dói.
Um grande obrigado pela pedrada no charco que esta fotografia representa.
O mundo, João, não é composto apenas pelo belo, pelo gratificante, não, não, nada disso, a verdade deste mundinho vai muito para além disso.
Mais uma vez muito obrigada pela partilha. Gosto de ver o mundo no seu todo, não apenas uma nesga.
Mais uma candidata a roubo? Seria uma vergonha!:)

Beijinho, Amigo.

João Menéres disse...

GL

E então eu não deveria ter mostrado esta imagem...
Nem um abanão nos desperta para realidade...

Muito te agradeço o teu magnífico comentário.

Um beijo amigo.

GL disse...

João,

Claro que devias, esta imagem é de publicação obrigatória.

E sabes? Penso que nunca devemos desistir dos abanões. Quem sabe, um dia, as almas moles, tão molinhas que confrange, comecem a despertar para a realidade, dura, tão dura que é a nossa.

Posso roubar, posso?!:)

Beijinho, Amigo.

GL disse...

João,

Claro que devias, esta imagem é de publicação obrigatória.

E sabes? Penso que nunca devemos desistir dos abanões. Quem sabe, um dia, as almas moles, tão molinhas que confrange, comecem a despertar para a realidade, dura, tão dura que é a nossa.

Posso roubar, posso?!:)

Beijinho, Amigo.